Virgindade - A Primeira Vez da Mulher

Espantando o fantasma da primeira vez, lidando com medos e ansiedades naturais do caso


As garotas sempre têm medo deste momento. Não importa a idade, não importa a situação. Mesmo rapazes costumam ficar muito tensos na primeira vez, porém costumam ser mais reservados. se aproveitando da vantagem das mulheres serem mais abertas, são elas quem ganham uma pequena ajuda hoje.

Uma leitora me chamou a atenção, me pedindo alguns conselhos sobre o assunto, e parecia estar um pouco tensa sobre sua primeira vez. Vamos lá então.
Antes de continuar a leitura, veja aqui se você está preparada de verdade:



Tensão

Antes de mais nada, é preciso saber que a tensão e ansiedade são normais com todo mundo. Quanto mais tensa você estiver, menos prazer sentirá e mais difícil e desagradável será o momento. Também será mais difícil para o homem lidar com isso.

A virgindade da mulher antes, costumava ser prêmio ou sinônimo de honra, mas hoje não significa nada. Algumas famílias mais conservadoras costumam fazer festa em cima do assunto, o que piora o psicológico da garota.

Você precisa saber que todas as mulheres passam por isso. O maior medo que as garotas tem, é de sentir dor, e é este medo a única coisa que pode fazer com que você sinta dor de verdade. Não faça nada por pressão. Se estiver pressionada, é bem possível que esteja tensa na hora e que não sinta nenhum prazer, muito menos tenha um orgasmo.

É importante que o namorado não tente apressar você, nem tente definir quando vai ser. Essa escolha é sua e assim deve ser. Se você tem a liberdade de escolher o momento, será bem natural e é claro, não terá chances de uma gravidez indesejada.
Evite marcar datas também. Planejar uma data , no máximo se for pra algum lugar especial, caso você faça questão, na simples idéia de contar os dias, poderá deixá-a bem mais ansiosa. Como um exame, vestibular, qualquer coisa que você fique na expectativa, é melhor se livrar dessa condição.

Hora Certa

Você saberá quando chegar a hora certa. Não tente nem queira fazer sexo só porque acha que está ficando velha, ou porque o namorado fica pressionando. Como eu disse, o momento é seu, e você deve fazer com que ele flua naturalmente como qualquer outra coisa em sua vida. Então, nada de se deixar levar pela opinião alheia sobre o tempo. Afinal de contas todas as pessoas possuem seu momento particular. Sua hora irá chegar, mais cedo ou mais tarde, e é ideal que seja com alguém que você goste, que tenha intimidade, que seja um momento que você queira fazer isso.

Dor

Você só sentirá dor se estiver tensa. Se estiver relaxada e lubrificada, sentindo prazer com o toque, não há porque sentir medo nenhum. Quanto mais tempo durar sua preliminar, melhor será pra você.
Procure ter uma intimidade máxima com seu namorado,  assim ficará bem mais fácil se vocês tiverem conversado antes sobre o assunto, e você puder contar com a ajuda dele.

O Homem Certo?

Não existe muito a pessoa certa pra se fazer sexo. Sexo não é amor, e é consequência disso. Se o namoro está bom, a relação entre os dois está legal, não há problemas em transar com este homem. O problema é não se previnir. Sexo não arranca pedaços de você, nem faz você ter menos honra. É claro que se fazer respeitar é importante sempre, e ter amor pelo seu corpo. Uma mulher que sabe se fazer respeitar, tem muito mais moral do que uma simples hímen.

Lidando Com os Pais

Tome cuidado de não esquecer os métodos contraceptivos. Algumas vezes a garota tem medo de que os pais descubram, e não tomam anticoncepcional, nem o rapaz usa camisinha. Pior que os pais descobrirem que você faz sexo, é descobrirem que você está grávida fora de hora não é? Se você acha que chegou seu momento, não hesite em deixar claro para os pais ou já ir falando no assunto de alguma forma. Afinal de contas isso é normal, e é bem melhor que você possa se prevenir do que fazer tudo às escondidas da pior forma possível. Deixe isso bem claro pra eles. Assim como sua menstruação chegou, também chegará a hora em que você iniciará sua vida sexual.

Se você gostou, leia também: