Você está envelhecendo e não consegue ninguém?

O tempo está passando e você não consegue ninguém? Como as pessoas nessa situação sofrem caladas.

Nem tudo o que parece natural para a maioria das pessoas é natural para as outras. Algumas pessoas acabam encontrando empecilhos ou as próprias circunstâncias da vida são desfavoráveis na hora da conquista. Para quem acha engraçado, é bom entender que não tem nada legal nisso, pois aquela pessoa sabe muito bem o quanto sofre por não estar conseguindo se relacionar normalmente com alguém.


Vanessa tem 27 anos e é virgem. Ela também nunca deu um beijo na boca e se sente um tanto desesperada pela situação. Vanessa é tímida demais, e acabou dispensando sem querer, por falta de coragem seus pretendentes.

Pedro começou a trabalhar cedo. Com tanta responsabilidade, ele também não era fã de baladas e tímido. Além de não ter tempo para procurar alguém, ele se acomodou e é deprimido. Pedro nunca teve uma mulher e tem 25 anos.

Casos similares estão por toda parte, sendo que alguns são mais graves e outros mais leves. O que todos eles tem em comum é que o tempo passa e estas pessoas não conseguiram se relacionar, e acabam cada vez mais criando um muro em volta delas.

Uma justificativa

É mais comum você ver pessoas desse tipo deprimidas. O tempo vai passando e cada vez mais elas perdem a esperança de encontrar alguém ou de sair pra procurar. Elas também tem muito mais dificuldade de dar o primeiro passo na conquista, e muitas vezes a pessoa fica sozinha porque era tímida demais ou tinha vergonha de levar um fora. Fatores como doença, vergonha da aparência, também contribuem pra isso.

Como as pessoas irão perguntar "porque você está sempre sozinho(a)?", as pessoas solitárias, irão trabalhar uma justificativa para a sociedade que está pressionando.

Elas na realidade, não estarão contentes em estarem sozinhas, mas precisam inventar que estão porque querem, que vão esperar até encontrar alguém ideal ou qualquer coisa semelhante, para que as pessoas não as julguem como diferentes.

Diferença de idade

Um grande problema que acontece com pessoas que adiam os relacionamentos, é que mentalmente, elas irão sempre querer alguém mais novo, já que perdem um pouco a noção da idade que elas tem. O tempo passa normalmente, mas como elas sempre estarão na "idade da paquera" mentalmente, elas irão procurar alguém que também esteja assim.

Quando elas se derem conta, não terão nenhuma experiência com relacionamento, ou conseguirão mais tarde se relacionar com alguém que tomará conta de sua vida. É possível que pessoas assim sejam mais submissas à outras que são mais experientes nesse sentido.

Vale lembrar que pessoas assim não são bobas, muito pelo contrário, elas são mais observadoras, tendem a reconhecer mais a índole de uma pessoa e acabam sendo cautelosas em excesso.

Outra característica possível é a exigência. Ser exigente demais pode ser a causa de você estar sozinho até hoje, mas também pode ser algo que você desenvolveu com o tempo, por sempre achar que todo mundo tem defeito demais pra você. Talvez você nunca encontre ninguém que seja bom o suficiente como você quer.

Homens sofrem mais

Nisso tudo os homens irão sofrer muito mais que as mulheres, porque existe uma cobrança muito maior com o homem em termos de vida sexual iniciar o quanto antes.

Como a sociedade machista cobra que o homem tome as iniciativas, o homem que não consegue dar o primeiro passo nunca, pode ficar sozinho por muito mais tempo, já que ele pode nunca criar coragem ou ter incentivo para ir à luta, principalmente se ele for tímido.

Medo de levar o fora

Outra característica que esse tipo de pessoa desenvolve, é o medo de levar o fora (que também pode ser uma causa).

Você nunca toma inciativa porque tem vergonha de "pagar mico" porque levou um fora - algo que potencialmente é comum para qualquer pessoa no mundo da paquera -, e você leva aquilo como sério demais.

Você acha que é humilhante se submeter a isso, então deixa a coisa do jeito que está ano após ano, esperando por um milagre ou um príncipe resgatar você num cavalo branco, ou quem sabe uma mulher bater à sua porta e tirar a roupa dizendo que te ama.

Ok amigos, isso não vai aocontecer, e se relacionar é uma etapa preciosa e necessária da nossa vida. Precisamos desenvolver a coragem e não termos vergonha da nossa aparência ou arranjar um tempo pra se relacionar.

Tenha a coragem igual ao desejo.


793 comentários:

  1. Sou homem, heterossexual,tenho 31 anos. Nunca fiquei, nunca namorei, nunca beijei ninguém, nunca nada... Já teve época que sofri bastante com isso. Hoje nem ligo mais pra isso. Acho até possível ter coragem de chegar em alguma garota pra dizer pelo menos "olá". Mas duvido muito que alguma mulher se interessaria por uma aberração como eu. É algo que se sofre calado porque se abrir o bico vai levar pedrada de todo lado, e eu não vou dar esse gostinho de ser o palhaço ou motivo de risos e chacotas pra ninguém. É muito ruim e esquisito isso. Pra piorar até hoje não deixei a casa de meus pais, nem nunca trabalhei. Sou sustentado até hoje. Fiz um curso superior por obrigação de meus pais e vou ver se agora faço outro que eu queria desde o início. Não tenho amigos/amigas e minha vida social é nula. "Acho" até que tenho boa aparência, pratico natação, musculação, corrida de rua, tenho um corpo que (novamente "acho") daria inveja a muita gente. Faço psicoterapia há 7 anos e o resultado é quase nulo. Começo a pensar que é melhor mesmo ficar sozinho, do que ter ficar dando explicações da minha vida pra alguém. Como é que alguma garota nesse mundo iria se interessar por alguém nessas condições ? Acho até possível, mas bastante improvável.

    ResponderExcluir
  2. R. O. Na verdade vc deve ser muito exigente. Se acha bonito, atlético, mas n encontrou ninguem que vc considere boa sufuciente para vc. Aposto q vc está a espera de uma loirinha perfeitinha. Várias feinhas devem ter dado mole pra vc, mas como td homem, vc só quer as bonitas, ai se tranca no seu mundo esperando a mulher perfeita . . .

    ResponderExcluir
  3. Puxa,aqui comigo a coisa ta feia,tenho 16 anos e me identifiquei totalmente com o texto,acho que vo acabar sozinho =/

    ResponderExcluir
  4. Pior eu. Tenho 22 anos, nunca tive um namorado nem se quer sei o que é um beijo. Mas eu sei que é por causa da aparencia, sou muito feia e por isso nenhum homem nunca se interessou por mim. Na verdade tenho amigos na internet a mais de 5 anos e eles se quer sabem como é meu rosto. Tenho medo que me odeiem ou deixem de falar comigo se me conhecerem pessoalmente ou verem uma foto minha. Quanto a namorado eu nem me importo mais porque sei que ninguém nunca vai querer alguma coisa comigo, além do mais ninguém sente falta do que nunca teve. Se eu nem sei o que é um beijo e nunca namorei, como posso sentir falta disso? mas eu sinto falta de conviver com pessoas que gostem de mim, que sejam amigos!!! Queria trazer pra vida real as amizades da net mas não consigo!!! Como querer que eles gostem de alguém feia?? E além de tudo sou muito tímida, tenho vergonha de tudo!!!! E tenho umito medo de perder a amizade deles depois que me conhecerem pessoalmente e virem que eu sou feia!!!!Queria mudar isso mas não consigo. To sofrendo demais!!! Me ajudem!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu também tenho 16 anos perdi minha virgindade com uma garota feia pra caralho ( eu não sou nenhum principe), ate que eu gostei, to começando a dar encima das mina para não ficar FOREVER ALONE igual o R.O. uhsdahusuhausuaus.

    ResponderExcluir
  6. R.O. você tem que ter amigos!! eu era assim, conheci amigos, aprendi a beber e 50% dos meus problemas se resolveram!

    ResponderExcluir
  7. Vai treinar lá na zona boêmia, assim vc perde o medo, e fica apto pra encarar o mundo aqui fora, lá não importa se vc é feito, gordo, etc... pagou, usou, lavou, tchau. garanto que depois de algumas experiências dessas, vc se sentirá confiante, e perderá a vergonha... Vá a luta meu irmão !!!

    ResponderExcluir
  8. As pessoas tem se relacionado cada vez mais tarde.
    Os casamentos acontecem após os trinta anos.
    R.O., sinceramente, você é um homem em extinção.
    Prefiro ter alguém como você do lado do que alguns tipos de homens que envergonham a classe masculina.
    O perfil do solteiro mudou e a grande maioria são pessoas exigentes e que sabem muito bem o que querem para si.
    Ser solteira pra mim não é bicho de sete cabeças, mas uma opção e sou bem resolvida com isso.
    Excelente texto da autora do blog e com certeza muitas pessoas se identificaram e se identificarão com ele.
    Estou sempre lendo seus textos continue assim, porque adoro seu site.
    Te Cuida!Excelente fim de semana pra ti!

    ResponderExcluir
  9. Pior sou eu rsrs. tenho 28 anos, já beijei só que foi até os 17 anos. Depois perdi o interesse assim do nada... não sei o que realmente aconteceu. Não sou muito feia, mas na hora de relacionar-me me dá uma insegurança esteticamente falando que acabo "fugindo da raia " e perco vários relacionamentos que poderiam ser legais... tô fudida mesmo... literalmente ...rsrs

    ResponderExcluir
  10. Já fui muito tímido, 23 anos e nunca tinha nem beijado, liguei para uma garota de programa de luxo, expliquei a minha situação e ela disse que não era a primeira vez que tinha ouvido uma estória assim, vários outros já relataram a ela sofrer do mesmo problema, fiquei mais a vontade por saber que não era o único. Hoje com 26 aprendi a burlar minha timidez, converso com qualquer garota(inclusive com as que tenho interesse) sempre com o pensamento de que ela está apenas conversando sem nenhum tipo de interesse, então fico a vontade e o resto rola naturalmente.

    ResponderExcluir
  11. tenho 20 anos, e dei meu primeiro beijo há um algum tempo, nem estava afim do cara, fui só por curiosidade msm. O problema é que quando realmente gosto de alguém não tenho coragem de arriscar, tenho medo de levar um fora, e quando este outro garoto é tímido e sinto que ele está afim tbm não sei como dar seguimento ao papo. Detesto esta timidez!!!!

    ResponderExcluir
  12. tenho 22 anos, homem, heterossexual, virgem e nunca beijei ninguém. acho minha aparência aceitável, poderia ser melhor. timidez é meu sobrenome, quase nunca saio de casa, até pela internet tenho receio de me relacionar com as pessoas. talvez eu seja muito exigente com as pessoas tbm. será que tem solução pro meu caso?

    ResponderExcluir
  13. Nossa! Estou impressionada com os comentários!
    O que será que houve com essa nova geração?
    Será a internet culpada? Não pensei que fosse uma coisa tão comum assim. Eu tb sou sozinha tenho 33 anos e não tenho amigos. Não me fazem falta. Já tive. Abandonei a todos há 2 anos qdo me tornei vegetariana. Mas eu, por medo de sofrer, minha adolescencia não foi facil, por conta da minha opção sexual, quase nem terminei o 2º grau.Mas graças a Deus terminei a faculdade, com muito custo. Tb estou igual ao R.O. não trabalho, trabalhei pouco na minha vida. Sempre vivi uma mentira, conflitos de toda parte. Filha única, onde até hj a minha mãe de uma forma insuportável ainda faz minhas vontades. Sufocante. Mas ela tem 70 anos e como não casei e nao lhe dei netos, não sobrou muita coisa pra ela se preocupar depois que ela se aposentou. Eu de alguma forma estou sempre fugido de tudo e de todos. Hj estou na Alemanha(estudando com 33 anos)???rs Eu sei que sou simpática e tenho uma personalidade muito forte. Não sou virgem e sou sozinha por opção.No fundo não gosto das pessoas, mas as pessoas se enganam comigo achando que eu sou tábua de salvação.Qdo descobrem que eu nao trabalho não gostam.O meu maior dilema é esse: ter que ser independente.Gostaria de ter um marido e filhos, mas poder continuar a ter minhas namoradas.Sem ninguém ficar sabendo lógico.Detesto que me controlem.Talvez eu seja sociopata.Não me importo com o sofrimento de ninguém. Sou muito prática. Esse negócio de gostar de alguém, eu deixei lá pra tras. Não quero mais!

    ResponderExcluir
  14. Muito bom o texo, me vi completamente nele.
    Tenho 26 anos,homen, hetero, trabalho, curso o ultimo ano de adm, ainda moro com minha mãe, sou feio, deprimido e pra piorar sou muito tímido, só bebo socialmente, e esse socialmente é em festas que a turma da faculdade faz, ok eu vou as vezes, mas fico sentado com o copo na mão, e quase não abro a boca, sou quase mudo por opção. Minha vida social se resume aos raríssimos colegas da facul, tirando isso, não conheço ninguém.
    Disperdiçei oportunidaes de relacionamento por 2 x, por simplesmente não ter coragem de seguir em frente. A terçeira vez eu estava desesperado, precisave de qualquer jeito uma relação, foi quando dei meu primeiro beijo, aos 24 anos, depois disso nada.
    Posso até ser exigente, mas meu problema maior é a auto estima, eu não gosto do que vejo no espelho quem dirá os outros de saírem por aí comigo.A causa disso vem do tempo da escola, eu era riducularizado todos os dias, era o alvo das piadas, sempre ofencivas, e também foi lá que spofri a primeira desilusão. A menina que eu gostava começou a me mandar bilhetes e eu, claro respondia, mas era tudo farça, ela e a grande maioria da turma usaram o que eu escrevia como fonte de inspiração para mais piadas mais humilhações. Aliando estes fatos com minha personalidade retraida resultou nisso que sou hoje. Tenho muito medo é de ficar velho razinsa e sozinho. Antigamente costumava dizer que a solidão era minha melhor amiga, mas hoje ela dói, dói muito.. e não sei o que fazer pra mudar, não sei se tenho disposição pra isso.

    ResponderExcluir
  15. Sou quase o Pedro da história, sou só um pouco mais novo e já namorei e talz (mas faz 2 anos). Mas o trabalho e a Usp tem consumido minha vida como a dele. Tenho gostado e me identificado mto com as coisas q vc escreve. Continue com o ótimo trabalho, vc ganhou um fã

    ResponderExcluir
  16. Oi pessoal. Perdido aqui na net encontrei este texto e estou na mesma situação que vocês. No meu caso acho que tenho mesmo problemas de me relacionar com mulheres. Não importa a minha que eu veja, seja bonita ou feia, nova ou velha, penso que ela já está comprometida... Mas como saber se não perguntar? Ai que está o problema... tenho medo de parecer indelicado, principalmente com alguém que estou vendo pela primeira vez.
    M.: amigo de verdade não olha a aparência. Acho até bom você mandar uma foto sua para seus amigos. Quem continuar a teclar contigo é seu amigo de verdade.
    Pessoal, boa sorte a todos nós. Fui.
    HSlife.

    ResponderExcluir
  17. Tb to mais ou menos no mesmo barco... tenho 28 anos e até hj só tive 4 namoradas... fez 1 ano agora q eu to solteiro e não me relaciono com ninguém... tenho poucos amigos e hj vivo basicamente para trabalhar... antes eu ainda pensava q tava me "sacrificando" pelos estudos... achava q qdo terminasse a pós-graduação as coisas iriam mudar.. mas só pioraram.. agora eu mal tenho vontade de sair... no máximo eu saio para dar umas voltas de moto nos fds.

    ResponderExcluir
  18. Acho que me encaixo nesse perfil.Tive uma ou duas namoradas que surgiram do nada pra mim,por que estavam me observando e nunca notei.Apesar de ser um kara de "presença"Os relacionamnetos não foram nada bons,o último foi um desastre total,a garota não gostva do meu jeito caladão e me forçava a mudar de atitude a todo o custo,a gostar do que seus amigos gostavam,baladas,bebedeiras e tals...Quando viu que não conseguiu,ela me deixou.
    Hoje em dia eu penso dessa forma,em ser mais celetivo e por isso mesmo sofro como um condenado com a solidão e com a lembrança de meus relacionamentos falhos.Até me afastei dos amigos no trabalho para não escutar piadinhas ou cobranças machistas.
    Ultimamente uma garota que afirma que malhava na mesma academia que eu,me ofereceu seu telefone mas eu tenho receio de cair em mais uma aramdilha e acabar gostando novamente de mais uma mulher fútil,leviana e burra.

    ResponderExcluir
  19. tenho 21, sou hetero e nunca namorei. mas já beijei na boca. no momento só estou fazendo facul. fiz apenas um estágio em toda a vida. acho que sou exigente comigo mesmo, mesmo não tendo uma boa aparêcnia ou porte físico sou uma boa pessoa, simpática e que trata as outras como igual. acho que isso já vale um pouco.porém, não consigo me relacionar, não porque eu tento e não consigo mas porque eu acho que não estou preparado pra isso(finançeira, física e mentalmente falando). pra falar a verdade nunca dei muita bola pra namoros,baladas,sexo e tal. apesar disso, algumas garotas pediram pra ficar comigo na época da escola, mas eu recusei. eu era bem tímido mas agora não sou mais tão tímido, só não encontro interesse em relacionamentos. não tenho problemas em ficar sozinho. me identifiquei com o texto mais na parte da cobrança sobre o homem, é verdade. tenho que lidar com isso quase sempre, seja amigos ou parentes perguntando se já arranjei alguém. mas, repito, não estou preocupado com isso. e não adianta ficar sofrendo com isso pois cada um tem o seu tempo, alguns acontecem bem cedo outros bem tarde mas uma hora ela vai chegar para a pessoa. até lá, continue sendo você mesmo, é o que eu acho.

    ResponderExcluir
  20. TENHO 28, HOMEM HETEROSSEXUAL ESTOU NA MESMA SITUAÇÃO MAS COM UMA OPINIÃO. AS COISAS ESTÃO MUDANDO COM TANTA INTENSIDADE QUE NÃO TEMOS MAIS COMPANHERISMO NEM AMIZADES SINCERAS VOCÊ CONHECE ALGUEM HOJE SE IDENTIFICA COM ELA E AMANHA JA FAZ PARTE DO SEU PASSADO ASSIM FICA DIFICIL SE RELACIONAR SEM CONTAR NA HIPOTESE DE SE PASSAR POR IDIOTA AGINDO COMO PESSOA COMUM NO MUNDO QUE ESTAMOS VIVENDO SER HUMILDE E AGIR COMO NOSSOS AVÔS É SIMPLESMENTE CARETICE!

    ResponderExcluir
  21. tenho 16 anos so heterosexual e depois de ler esse texto fiquei preocupado ..... vo num putero

    ResponderExcluir
  22. [musica dos Raimundos]foi num putero em João Pessoa, descobri que a vida é boa foi minha primeira vez[/musica dos Raimundos]

    pessoal, nem vão nesses lugares pq estão com risco de pegar chato. hehe

    hoje em dia o que eu faço é auto-hipnoze e meditação ta dando resultado, tenho 20 anos e perdi a virgindade a pouco tempo, minha namorada tem 24 anos e nem suspeitou que eu era virgem, deixo ela com as pernas bambas, e isso me da força pra ser sempre melhor.

    a coisa mais importante que aprendi é que precisamos se motivar para conseguir vender algum produto e nos vender tambem (no bom sentido) xD

    ResponderExcluir
  23. As pessoas tem que parar de se achar feias,magras ou gordas D+.Como diz minha mãe "Sempre tem um chinelo velho pra um pé descalço".

    ResponderExcluir
  24. Pra vcs verem: acho que homens e mulheres nunca vão se entender. Já fiquei com alguns homens quando saía pras baladas, já tive vários pretendentes, um que até queria casar comigo, mas nunca me relacionei sério com ninguém. No geral não sou tímida, tenho vários amigos do sexo masculino pois acho os homens divertidos e tal, mas quando vejo que algum está querendo algo mais alguma coisa inconsciente me manda desaparecer. Acho que no fundo não acreditava que homens pudessem amar de verdade e querer algo sério, assim nem começava para não ter que passar pelo risco da perda. Lendo os posts fiquei meio surpresa em ver que os homens no fundo querem o mesmo que nós mulheres e sofrem também. Hoje estou apaixonada pela primeira vez (me dei esse direito). Não sei como aconteceu, mas sei que algo nele mexeu comigo. Sei que ele também está apaixonado, mas ainda não estamos juntos porque ainda tenho um pouco de receio. Mas não vou aceitar isso mais, de jeito nenhum! Esta semana vou dar um jeito nisso e seja o que Deus quiser. Estou cansada de me arrepender do que não fiz.

    ResponderExcluir
  25. Pra vcs verem: acho que homens e mulheres nunca vão se entender. Já fiquei com alguns homens quando saía pras baladas, já tive vários pretendentes, um que até queria casar comigo, mas nunca me relacionei sério com ninguém. No geral não sou tímida, tenho vários amigos do sexo masculino pois acho os homens divertidos e tal, mas quando vejo que algum está querendo algo mais alguma coisa inconsciente me manda desaparecer. Acho que no fundo não acreditava que homens pudessem amar de verdade e querer algo sério, assim nem começava para não ter que passar pelo risco da perda. Lendo os posts fiquei meio surpresa em ver que os homens no fundo querem o mesmo que nós mulheres e sofrem também. Hoje estou apaixonada pela primeira vez (me dei esse direito). Não sei como aconteceu, mas sei que algo nele mexeu comigo. Sei que ele também está apaixonado, mas ainda não estamos juntos porque ainda tenho um pouco de receio. Mas não vou aceitar isso mais, de jeito nenhum! Esta semana vou dar um jeito nisso e seja o que Deus quiser. Estou cansada de me arrepender do que não fiz.

    ResponderExcluir
  26. me identifiquei muito com o texto. tenho 25 anos e até hoje só consigo me relacionar com garotas de programa.
    tento entender se meu caso é tmidez ou medo de regeição pois não sou timido no trabalho (pelo menos me assuntos de trabalho), durante a maior parte da faculdade fui um aluno participativo, mesmo quando não sacava muito da materia mas não consigo chegar em nenhuma mulher com segundas intenções, só nas que pago.
    tambem não saio pra nenhum lugar pra me divertir, novamente a unica excessão são as casas de massagem e os prostibulos de uma forma geral.
    tenho poucos amigos e nos meus momnetos de folga sempre fico em casa quas que isolado do mundo. tambem tenho dificuldade em estabelecer contatos pela internet (co fins de paquera ou simplesmente de diversão).
    me sinto muito triste mas não consigo mudar muito esta situação. quando estou com as garotras de programa (com a maioria) me sinto muito bem, feliz, confiante. quase sempre as procuro para mais que o sexo. procuro carinho, atenção e um pouco de conversa tambem. e assim vou vivendo

    ResponderExcluir
  27. li os textos nao me idêntifiquei com nenhum,tenho 22 anos me considero bonita,não tenho medo de ir a luta,demostrar ir atráz, mas as vezes tenho exessos, então talves por isso os homens ( que me apaixono) fogem de mim,e outra ,pareço que só gosto de pessoas erradas.Mas atribuo mto ao fato de eu ser caseira não saio mto portanto,meus contatos são limitados bjos abraços

    ResponderExcluir
  28. sou mulher tenho 27 anos ,hetero ,as pessoas me acham bonita,esse nao é o problema ,mas se fosse o mundo nao é só dos bonitos,certo!!! uma pessoa pode ser feio como meu (ex) e ser totalmente lindo ao mesmo tempo ,eu sentia uma louca atraçao por ele ,era inteligente boa pessoa,muitas qualidade,fiquei com ele por 6 anos,perdi a virgidade com ele,mas ele nem sonha que foi o primeiro,depois dele transei com uns 2 já. só meia timida,quando adolecente no colegio mentia que tinha namorado para os meninos, pq nao sabia beijar ..rs
    o problema é que depois que acabou meu relacionamento ,nao consigo me envolver com ninguem ,me entregar ,gostar sabe!! há 1ano e 7 meses que nao namoro outra pessoa ,na minha famila sou o assunto das tias ..como uma menina tao bonita nao tem namorado,pois é !! nao tenho.. nao consigo,e nao acho a pessoa certa... tinha até um rapaz no meu trabalho que era louco por mim ,cansou de esperar,e arranjou outra,pq eu nao demonstrava nenhum interesse ,mas no fundo queria,mas tive medo..fique arrasada... quendo descobri que ele tava namorando chorei até!! nao consegui me relacionar com ele ,uma pena.. ai me vejo sozinha de novo,tenhos poucos amigos e nao sou baladeira,sou muito seletiva é isso que atrapalha tb,nos momentos de carencia beijo o primeiro cara que estiver do meu lado me paquerando,depois me sinto sozinha novamente, esperando quem sabe um dia o homem perfeito chegar.. o que na verdade nao existe...

    ResponderExcluir
  29. nem sei muito o que escrever
    tenho 40 anos, namorei bastante, transei com alguns caras, vivi um amor que acabou...
    não fui escolhida, não houve um desejo de "para sempre..."
    sou boa pessoa, boa profissional, inteligente, bonita. tenho uma história de vida que me fez forte e frágil e muita coisa pra contar... mas me fechei no meu mundo e não consigo sair, só a trabalho...
    alguns amigos, homens inclusive, dizem que tenho tudo para ser feliz no amor, mas o fato é que não faço os homens terem vontade de mais, não tenho liga, como costumo dizer.
    me sinto muito triste e sei que não serei feliz sozinha, mas não sei o que fazer para mudar isso, mesmo depois de anos de terapia.
    é como se eu tivesse morrido, mas ainda estivesse aqui sem saber o pq...

    ResponderExcluir
  30. Acabei lendo este post sem querer e fiquei impressionado com os comentários que aqui estão.
    Quanto se é a modernidade que faz isso aaa pelo contrario isso sempre existiu e a sociedade massacra que é diferente sem do, muitos ficam deprimidos e outros são levados ao desejo de sua morte.
    Ate quando isso vai acontecer e as pessoas que se encontram assim vão ficar nesta situação?
    Existem outras coisas acontecendo, todos temos lados nos quais não temos orgulho.
    Acredito que se vcs se organizarem em um encontro não para arruma uma pessoa, nada have, se não arruma nada ate agora alguma coisa tem e não é fora e dentro.
    Façam um encontro, troquem emails e procuram compartilhar experiencias.
    A primeira coisa para achar uma solução é achar problemas iguais, analisar e enfrentar o problema junto com outras pessoas que tambem tem o mesmo problema, ver como iguais sairam do mesmo problema.
    Gente, ficar parado não da, eu fiquei revoltado com esta injustiça social, a sociedade tem preconceitos e é ignorante, acham que são os pos da rabiola mas são um bando de filhos da puta.
    falo isso nao so por este caso e sim outros, tambem so diferente, penso de forma diferente e vivo da forma que acredito ser boa para mim, não sou obrigado a aguentar descriminação e nem inventar desculpas.
    Perdi varias namoradas tambem por causa disso, não tenho o problema descrito aqui mas tenho um problema tambem em outra ordem, a de pensar de forma diferente das que estão aqui, so critico ao extremo e procuro lutar contra a idiotice humana.
    Vcs querem ver qu e ate o discriminados descriminam? pois bem, se falar que sou satanista? kkk vão jogar pedra logo logo, amigos respeitar a diferença e o minimo que uma pessoa deve fazer, se isso nao tivesse na humanidade vcs n estariam desta forma.
    Não falo para vcs acreditarem no que acredito, não falo para vcs mudarem seus comportamentos, acreditem vcs são bons da forma que são, são perfeitos, se aceitem da forma que são se reunam e procurem dividir os problemas, analisar como o outro venceu a barreira, trocar experiencia e ajudar a quem esta na mesma situação.
    Para mim e assim, e se alguem descrimina kkk não fico queto, me vingo mesmo, do uma so qu ea pessoa se fode legal, não fico em paz enquanto não acaba com a pessoa por completo.
    O meu maior desejo e ver quem me faz mal ou quem e filho da puta para fude os outros desgraçado e na mingua.
    Vc estão ai, levante a cabeça, siga sua religião e o que vc acredita e estenda a mao para o outro na mesma, todos aqui estão para viver felizes e não continuarem nesta merda, ja flo com todas palavras pois não tenho papa na lingua.
    dividas meu email e tony.piazza@hotmail.com me add no msn, agora não venha com ideias fracas, não discuto religião, descriminar e facil será mesmo errado ser diferente? vc é o dono da verdade? se o que acredita vc tem ctz que e verdade então vc é o dono da verdade, por favor não chegue perto de mim pois sou o que procura as perguntar certas e não as respostas certas pois elas não existem.

    ResponderExcluir
  31. nossa! que enxurrada de palavreado desesperado! qtos anos vc tem 18? pq tanta revolta? que coisa mais infantil. dizer que "se vinga mesmo"! ri muito! eu tb pensava assim qdo tinha 17 anos e nao tinha amigos e nem ninguém quem eu gostava, pra unica pessoa que eu vivia, era minha razao d vida tinha me traido. hj com o dobro da idade (34) vejo que isso tudo é besteira. o tempo passa, tudo muda. algumas coisas nao. mas dai depende de vc.
    achei graça no seu desespero. achei graça nao por zoar, mas pelo fato que todo mundo passa pelas mesmas coisas, diz as mesmas coisas.

    ResponderExcluir
  32. Eu, tenho 20 anos, faço facul, e sou meio tímida também.
    Não me sinto feia, me acho uma baixinha engraçadinha.
    A algum tempo atrás eu tinha dificuldade de me sentir a vontade com um cara, não gostava que me abraçasse ou me tocasse. Não gostava de beijar. Isso talvez existisse por eu ter sido abusada sexualmente aos 10 anos.
    Dái, no começo deste ano comecei a fazer terapia. E muita coisa mudou na minha cabeça desde então; Conheci um cara, começamos a namorar e comecei a me sentir a vontade com ele.Minhas dificuldades com isso, diminuiram muito. Foi meu primeiro namorado.
    Gostei muito dele, mas não ele de mim. E em dois meses ele terminou o namoro. Ele é lá da facul também, e odeio admitir pra mim que ainda gosto dele depois de tanto tempo. E nem deu tempo da gente transar... --' É frustante saber que você é a virgenzinha entre as amigas,
    daí estou aqui, sem conseguir de novo, me relacionar com outro alguem. Sempre o medo. Sempre essa timidez idiota. Mas temo em encontrar uma pessoa bacana por aí.

    Ótimo site; continuem sempre assim.
    :)

    ResponderExcluir
  33. Pensei que eu fosse aberração, mas sou normal...
    tenho a maior facilidade de fazer amizades, e olhe que a maioria homens, só que na hora da pquera sou muito timida, e acham até que já peguei metade ou todos os meus amigos.... fama eu tenho, mas eu nm sei chegar chegando, exceto quando o carinha em questão é p uma amiga, ou um amigo me pede p dar um jeitinho... será que vou ficar p cupido??? Já tenho 23 anos e nunca namorei de verdade.
    Bju

    ResponderExcluir
  34. LM, brasil... Pois bem, inicialmente quero parabenizar a todos aqueles que tiveram a coragem de se expor e relatar suas dores e medos aqui. Bem, meu caso é um pouco diferente, apesar da semelhança primordial que é estar sozinha. Tenho 23 anos, faço faculdade, sou simpática, divertida, brincalhona e observadora. Mas meu defeito, diferente de muitos aqui, é a aparência. Eu sou bonita (Não estou querendo parecer tosca nem me achar). Já tive a minha fase patinho feio, mas atualmente sou bem atraente. Sou loira, alta, magra e bronzeada, e já fui chamada pra papéis em malhação, novela da globo. Participei em alguns, mas logo vi q gostava mais da faculdade que faço (medicina). Acreditava que, quando me tornasse bonita o suficiente, encontraria alguém interessante para minha vida. Mas gente, nada foi como pareceu ser. Encontrei pessoas frias, egoístas, que não abriram seu coração em momento algum para o relacionamento. Não sou timida, não sou feia, não sou burra e nem futil, mas o que eu encontrei não foi tão bonito como muitos aqui acreditam que é. Gente, ser tímido, nunca ter beijado, namorado ou feito sexo não faz de vcs nada inferior do que se tem por ai. Muitos caras conseguem várias mulheres, mas não valorizam uma sequer. Podem ter beijado milhões, mas nunca tiveram algo especial com ninguém. Isso e uma vida vazia. E são esses caras que eu vejo todos os dias vindo falar comigo por ai.
    Eu estive dos dois lados. E acredite...è tão dificil encontrar uma pessoa alegre, sincera, carinhosa e tranquila pra se conviver. Alguém capaz de abrir seu coração e viver pra valer.
    Parece que o mundo se camuflou no medo de se relacionar. Eu queria mesmo achar um culpado pra isso, mas quer saber? Somos nós mesmos. Cada um de nós, com esse medo patético de ver no que dá. Eu que nunca tive medo, só encontrei pessoas se escondendo debaixo da cama. Acordem! Se vc se acha feio, ou feia? Mude a aparência. Se vc se acha tímido?Tente rir e sair mais. Se vc se acha burro, estude. Sempre existe solução quando se quer mudar. Agora, eu mudei, mas sozinha nesse mundo caduco que é, não posso fazer nada. Vamos tentar salvar o que ainda resta de amor no mundo. Menos frieza, e mais paixão!

    Bjos

    ResponderExcluir
  35. R.O,

    Medo..Medo...por alguma rasao vc se bloqueou,se retraiu , talvez sinta ate vergonha de algo que se passou, uma situaçao que acabou fazendo vc se sentir ridicularizado ,envergonhado...mas pense...olhe pra frente, tente sair da toca.Tantas pessoas bacanas estao ai a espera de alguem. Tente botar em pratica o quer vc sabe, tente arranjar um trabalho que vc se sinta capaz de realiza-lo, ganhe seu proprio dinheiro, nao use estar cursando mais um curso superior pra continuar camuflando seus medos,pois vc pensa que se disser que esta estudando mostrara pras pessoas que esta se movimentando, fazendo algo..tudo bem estudar , adquirir mais conhecimentos, isto é muito bacana,mas desde que nao seja somente pra passar o tempo e vc continuar passando despercebido e matando o tempo.Saiba que, se relacionar com as pessoas nao e um bicho de sete cabeças,basta vc deixar as pessoas se aproximarem.E sobre ter experiencia de beijo..etc e tal,cada um tem seu jeito, ninguem nasce sabendo certas tecnicas,mas todo mundo se vira e cada um acaba desenvolvendo um gosto particular e sua maneira fazer as coisas,ou seja, o que lhe proporciona mais prazer. Nao necessita dizer pra pessoa que vc é ..virgem em tudo..Agimos muito por instinto
    assim a coisa vai fluindo e a pessoa nem vai sacar que vc nunca fez...Muitas pessoas se acham muito experientes,mas isto nao significa que vao se dar bem com qualquer um .Sabe pq? Pq existe a quimica entre as pessoas,pode ocorrer uma pessoa ter muita experiencia e nao satisfazer totalmente a outra,ou seja,nao rolou a quimica,o que pode ser ruim pra um pode ser bom pra outro e vice versa. Agora vou frizar, tente ser mais vc,ninguem gosta da pessoa que esta sempre pra baixo,as pessoas que se dao bem na maioria das vezes,pode ver,elas sentem confiança naquilo que estao se propondo a fazer , seja em uma conquista ou em outra coisa que realmente queira..Deseje de verdade algo que acabara atraindo e mais, confie em vc ,vc pode , vc consegue..Dê o primeiro

    ResponderExcluir
  36. Mais um aqui que se identificou. 32 anos, nunca namorei e nem fiquei.

    Não sei... as pessoas não me acham feio... mas eu me acho. Nunca tive auto-estima. Na escola eu sempre preferia me isolar, nunca fui paquerado, minha primeira desilusão foi no colégio, mas a grande desilusão foi no trabalho, há 10 anos. De lá pra cá, não consigo mais me declarar, pois já vou derrotado, pensando na rejeição certa. Estou passando por esse momento novamente. O meu medo da rejeição é que não me recupero fácil. Fico na dúvida se me declaro ou não. A menina te 27 anos. Se me declaro e levo um toco, perco. Se não me declaro, o coração continuará em frangalhos. E ela trabalha comigo, o que é pior no caso de um toco. Às vezes eu queria ter um botão RESET ou então poder me "formatar". Hoje estou vendo o tempo que já perdi. Acho que sou romântico demais. Com romantismo não consigo nada. Talvez eu tenha que ser mais, sei lá... safado. Mas não consigo dar o primeiro passo. Timidez dos infernos!

    Acho que preciso visitar casas como a AACD ou o INCA para tomar uma lição de vida de pessoas que gostariam de estar no meu lugar, me mostrando que eu tenho que valorizar mais a vida.

    ResponderExcluir
  37. Cara já que ta todo mundo cotando seus casos...
    vou falar do meu, tenho 22 anos,sempre fui um excelente trabalhador(apesar q estou desempregado por opção"não vem ao caso o pq"),enfim ja passei em outro processo seletivo e logo estarei no mercado de trabalho novamente.
    faço musculação, faculdade e inglês, me considero de inteligencia acima da média(porém não nerd),bonito(já me falaram),e sei desenvolver uma boa conversa, tenho conhecimentos de psicologia e abordagem =D
    não sou tão exigente (até curto uma "gordinha" na medida é claro. XD)
    ´Já transei algumas vezes (somente com GP´s e 1 amiga qdo era bem mais novo)e fiquei com algumas outras 2 amigas..e outras desconhecidas...
    E eu NUNCA NAMOREI!!! cara toda mulher que eu conheco e compromissada (namorada,noiva ou até casada), puta q paril...cara cade as mulheres solteiras????
    eu não implaco em uma...o pior e q eu me cobro e minha familia tmbm....cara as vezes eu sinto um ódio tão grande de tudo..e até das pessoas(q logicamente não tem culpa),até de Deus eu tenho duvidado ultimamente...já pensei até em coisas inimaginaveis...
    Cara que situação dos infernos....Eu chamo a atenção das garotas,mais alguma coisa acontece em ..simplismente não da certo....
    cara realmente eu ando muito triste....isso é horrivel...
    eu queria muito mudar essa situação;;;
    mais eu não consigo u.u

    ResponderExcluir
  38. Acho q têm situações aqui bem melhores q a minha. Eu tenho 24 anos, sou heterossexual e também nunca namorei, nunca beijei ninguém. Eu me acho feia e tenho fobia social, já tentei fazer dois cursos superiores e nunca consegui terminar. Quando eu era mais nova, alguns caras chegaram em mim, mas a maldita timidez me atrapalhou a ficar com eles. Todos os homens pelos quais eu me interressei quiseram só amizade. Agora faz muito tempo q nenhum homem se interessa por mim. Todos os amigos que eu tinha, agora estão casados e com filhos, por isso, acabei me afastando deles. Moro em uma cidade pequena e acho que todo mundo sabe que nunca tive ninguém, pois aqui as fofocas se espalham com uma velocidade incrível. Tenho vontade de me mandar daqui e começar minha vida do zero, mas sei que não adianta porque aonde for esses problemas vão me acompanhar. Queria ser diferente, mas não consigo. Acho que vou morrer assim.

    ResponderExcluir
  39. Tenho 35 anos e jamais tive qualquer experiência.Nem mesmo namorei "de brincadeira".Jamais tive uma pretendente e o pior de tudo é que só consigo me interessar por algumas garotas em especifico e só elas;as outras não consigo sentir nenhuma atração.E quase sempre quando eu iria me declarar,vejo que ela esta comprometida e tento afastar dela até em termos de amizade.Eu não tenho idéia do qued fazer porque eu não sei mais o que procurar numa mulher.Até parece que eu não mereço ter alguém...

    ResponderExcluir
  40. tenho 29 anos nunca namorei nenhuma mulher nem beijei porque sou muito timido eu gosto muito de mulher mais não tenho coragem nenhuma de chegar nelas,ja paguei uma garota de progama pra ver se perco um pouco a timidez e não adiantou nada nem beijo rolou quase não consegui ter ereção de tanto nervosismo,as vezes acho q nunca vou ter uma mulher só pra mim,me sinto derrotado ao ver todos os meus colegas do tempo de escola alguns casados outros namorando e eu do mesmo jeito, já nem tenho amigos pra sair,as pessoas devem achar q eu não gosto de mulher pois meus visinhos nunca me viram com uma,tenho ate raiva de dizer que moro com meus pais ainda o pior é que não sou tão feio tenho mais cinco irmãos e nenhum esta sozinho como eu,o pior é quando checa o natal e ano novo fico fudido com essas datas todos se divertindo e eu sempre sozinho trancado no quarto.de tanta carencia ja cheguei a me apaixonar por uma garota só de conversar com ela por telefone sem ao menos ter visto seu rosto somente por suas palavras.acho q vou num psiquiatratentar reverter essa situação, pois não aguento mais viver só por viver.

    ResponderExcluir
  41. Sou mulher, tenho 24 anos, também nunca namorei, sou virgem e isso me mata. Todas minhas amigas têm namorado, minha irmã mais nova também tem namorado e já tem uma filha de 3 anos que é o amor da minha vida. Às vezes acho que vou acabar ficando louca, não sei o que fazer pra mudar essa situação. Não sou uma mulher feia, mas também não sou nenhuma beldade, as pessoas costumam me elogiar com frequência mas muitas vezes tenho a impressão de que o que elas enxergam em mim eu não consigo ver. Faço terapia há 1 ano. Quanto a auto estima sinceramente não vi melhoras, melhorei em outros aspectos, mas o assunto que mais me interessa (amor) continua o mesmo. Continuo sozinha. Me identifiquei com a maioria dos depoimentos que li aqui, e dá um certo alívio saber que não é só a gente que passa por isso. Não consigo ficar feliz com a felicidade amorosa alheia, muito pelo contrário, me incomoda, chego a sentir raiva, mas também me culpo por sentir isso. Isso muito é ruim, pois só quem sabe o que é sentir o que sinto é quem também já sentiu ou sente, as pessoas bem resolvidas amorosamente, sempre acham que é inveja, tenho certeza que chegam a achar que sou recalcada.E se for?? NINGUÉM pode me julgar, só EU sei como me sinto por dentro em cada data comemorativa que eu vejo todo mundo com seus companheiros e eu sozinha em um canto tentando não chorar.Chorar de raiva, frustração e desespero. O pior de tudo é que um dos meus maiores sonhos é ser mãe. Parece até piada!!Estou no 2º ano da faculdade de direito, pelo menos profissionalmente eu quero me realizar, não quero morar a vida toda com meus pais. Isso seria a morte pra uma pessoa perfeccionista como eu.Sempre me pego pensando o que eu faço de errado, ou, o que eu NÃO faço. Nunca consegui ter uma resposta. As pessoas dizem que pra ter um relacionamento a gente tem que se amar primeiro, mas eu fico pensando: então TODAS as pessoas do mundo que namoram, tem vida sexual ativa são extremamente seguras de si? Claro que não!! Com essa resposta óbvia eu chego à estaca zero!Queria entender se ainda não chegou a hora eu sou eu que não sou capaz de fazer esse momento acontecer. Não quero morrer virgem, não quero ser a solteirona mal amada da família, mas não sei o que faço pra isso ser diferente!Espero as coisas acontecerem, ou meto os pés pelas mãos?E se elas nunca acontecerem? Obrigada pela atenção!

    PS: Seria bem legal se as pessoas que postaram aqui, quando começarem a namorar, dividir suas alegrias com a gente. Isso nos daria a esperança de que pode acontecer o mesmo conosco!

    ResponderExcluir
  42. Tenho 22 anos, sou virgem, passei 6 anos da minha apaixonada por um menino da minha rua, minhas amigas disseram a ele, a gente foi conversar, mas não ficamos :( pq eu fiquei com vergonha, sou muito tímida e era o meu primeiro beijo e tive medo, perdi a chance. Hoje ejo que foi até bom o que não aconteceu, pq não guardei as lembranças se é que me entendem... ele está namorando e a maltrata muito :S vejo que me livrei de entrar em uma barca furada. rs mas, meu coração acelera ainda quando o vejo, e baixo a cabeça com vergonha dele. Fiquei com um menino em um show e então rolou o meu primeiro beijo \o/ Uma semana depois, conheci um menino pela internet, que se tornou meu melhor amigo, ele disse que estava gostando de mim, depois de muita luta, ficamos... ele me pediu em namoro e sumiu, quase uma semana depois ele entrou no msn, e disse que era melhor a gente terminar pq ele não gostava de mim, essas coisas, eu chorei muito, quis morrer... ele já teve umas 4 namoradas depois disso eu continuei ''amiguinha'' dele, sou super apaixonada ainda, esse ano, ele me pediu em namoro novamente, eu estava esplendida, uma semana depois, pelo msn, ele terminou =/ eu quis me matar, matá-lo, tudoooo! sofri muito e ainda tô sofrendo, passei quase um mês chorando todos os dias, pq eu sentia muita falta de conversar com ele, adicionei novamente no msn, falei que ele era muito importante pra mim... e voltamos com a nossa amizade, ele agora tá ficando com uma menina, não me disse, mas eu estou sabendo já, e ele diz a todo mundo que sou a melhor amiga dele e eu o considero meu melhor amigo tbm (pq só tenho ele praticamente kkk) pronto, essa é minha vida! E eu sei que se outro menino se interessar por mim, eu quero e pronto, pra ver se esqueço esse e eu consiga realmente sentir apenas amizade por ele, pq eu me apego muito fácil, sou super carente (não tenho pai, nem mãe) moro com minha irmã que tem 18 anos e namora a 1 ano, eu fico triste, pq sou encalhada e não sou uma pessoa suficiente que encante ninguém. =/

    ResponderExcluir
  43. tenho 21 anos de idade e nunca namorei só fikei e perdi a minha virgindade em um puteiro, apesar de ser ótimo em fazer amizades ainda não encontrei uma mina que eu gosto mesmo. acho que vou fikar solteiro se não conseguir mudar a minha vida em outros aspectos como financeiros e familiares, que são o que realmente me impedem hoje de ter uma namorada.

    ResponderExcluir
  44. Mais um pra lista....
    28 anos, e nunca namorei, nem fiquei. So GP mesmo. O pior eh q minha familia, no trabalho, tenho uma fama boa.
    Tenho um emprego bom, cargo importante, salario alto, viajo muito a trabalho, e tenho q me relacionar com muitas pessoas, e sem problemas. Confesso q sou retraido, e tenho poucos amigos, mas os q tenho saio bastante com eles. Alias gosto mto de balaa, vou m lugares descolados, ja fiz viajens para europa com muitas festas. Enfim, nao sinto que perdi a vida, tive experiencias incriveis. Tinha tudo para dar certo, jovem, rico, ( sem ser playboy metido). Sou bem informado, acho q tenho um bom papo. Mas, com mulheres sou horrivel, parece uma barreira. Nao sei mais o q fazer....vergonhoso, 28 anos, com tudo q ja vivi, nao conseguir nem um beijo...

    ResponderExcluir
  45. (sou o "anonimo" de cima, de novo)
    Bom, meu post a cima, foi mais um desabafo. Pensei bastante a respeito, e queria falar o outro lado, meu lado que deu certo, talvez para ajudar outros solitarios e desiludidods.
    Antes, a frase que mudou minha vida: "PARA CONSEGUIR O QUE VC NUNCA CONSEGUIU, TEM QUE FAZER COISAS QUE NUNCA FEZ"
    Bom, considero que minha adolescencia foi perdida, não saia, não ia a festas, etc. Mas, não ligava, pq eu não queria aquilo. Na faculdade a coisa mudou, começei a querer viver a vida, sair, namorar, etc. Até saia de vez em qundo com a turma da facul, mas não evoluia, sempre muito travado e muito sozinho, e fui empurrando com a barriga por todo esse periodo. Até que quando me formei, quase 3 anos atras, ja com 25 anos (num estado de solidão preocupante), resolvi que aquilo não era vida. Ja ganhando um salario que eu pudesse ser mais independente, resolvi que era hora de enfiar o pé na jaca. Lembro que a grande mudança, foi quando fui num puteiro, sozinho, enchi a cara, e peguei a mais top da casa. Não me orgulho disso, mas foi quando "virei a chave". A partir dali, resolvi aceitar qualquer convite pra sair. Fui sozinho a baladas, festas e shows, ficava bebado, e me esforçava ao maximo para me enturma com qualquer um que tivesse do meu lado. Fui viajar sozinho, ou seja, fiz tudo o que eu gostaria de fazer, sem depender de ninguém. O segredo para isso não ser tão deprimente, é fazer o que gosta. O seu foco não deve ser "tenho que arranjar uma garota, ou tenho que fazer amigos". Eu ia a shows, de bandas que gostava, ia a baladas, que tocava musicas que gostava, fiz viagens a lugares que sempre quis conheçer, ficava em albergues coletivos (no exterior, onde se conheçe muita gente). Em primeiro lugar, só isso ja eh muito melhor do que ficar em casa vendo TV. E com isso, sem querer, acaba te forçando a conheçer muita gente (a maioria nem tenho mais contato, mas serviu para me libertar). No trabalho, mesmo com muitas propostas boas na minha cidade, procurei trabalhar em outra cidade, apenas para sair da casa da familia. Consegui, e morei 2 anos em outra cidade. Isso é muito bom também, mudar o ambiente, a convivencia, começar do zero. Mas tem que ser forte, não se deixar abater pela solidão, pela distancia, pela comodidade. E com isso, me abriu muitas oportunidades sociais (e profissionais também). Olhando para tras, socialmente acho que tive uma revolução. olhem só...Nesse tempo, fui a festas super badaladas, com galeras "descoladas", em Barcelona, Budapeste, Buenos Aires, Buzios, Florianopolis, etc...a 5 anos atras, achava que nunca pudesse viver algo assim. Bom, mesmo assim continuo um desastre em relacionamentos com mulheres, e as veses bate uma depressão por isso. Mas, penso: cheguei ao topo? não! Estou no caminho, e a cada dia mais perto, pois vejo que ja tive muitas oportunidades (acreditem, ja estive muito perto de beijar aquela mina "top" da balada, que vc acha que nunca vai pegar, mas na hora travei). E enquanto não conseguir, não vou desistir. E enquanto isso vou vivendo, experiencias incriveis (muitos amigos meus, casados, que sempre se deram bem com mulheres, dizem invejar minha vida, vejam só). Que isso sirva de conselho para todos os solitarios por ai. E acima de tudo, sempre de bom humor, riam de si mesmos, eh melhor do que chorar... antes tarde do que mais tarde, rsrsr.

    ResponderExcluir
  46. Sou virgem, tenho 25 anos. Nunca namorei, beijei quatro vezes na minha vida. Sempre fui tímida. Fiquei interessada por um cara com 17 anos, levei um fora... Jurei que nunca mais iria tentar . Pela segunda vez com 23 anos tentei aproximar de outro cara , levei outro fora. Estou sem beijar desde os 22 anos . Os outros quatro caras que eu beijei (antes dos 22 nos) , foi uma situação horrível não sentir ..... É um situação ruim...

    ResponderExcluir
  47. Tenho 25 anos, tenho o rosto bonito e o corpo mis o menos bonito.Nesta minha vida já beijei 2 rapazes, mas sou virgem e nunca namorei. Trabalho, faço faculdade e os raros amigos que tenho são do serviço e faculdade, mas esses amigos são todas pessoas que já namoram e são casadas não podem sair comigo, por isso sou muito casseira minha rotina é trabalhar , estudar ...Me sinto uma pessoa diferente, toda a vizinhança acha estranho eu não ter nunca namorado , odeio ir em festa de familia porque sempre eles falam de namoro e falam que estou ficando velha...Até meus pais as vezes me precionam porque na gerado deste mundo para eles isso não é normal, já fiz terapia com piscologo mas dissem que sou normal. Normal pode até ser mas tem alguma coisa estranha. Sinto muita falta de alguem ao meu lado...mas quando surgem oportunidades acabo saindo fora não sei porque. Sou uma pessoa mais o menos feliz pois falta alguem para completar minha felicidade. Tenho vergonha destá situação mas não sei como sair dela. ADOREI ESTE TEXTO QUE ACHEI, LER ME FEZ SENTIR UM POUCO TRANQUILA POIS VEJO QUE TEM VARIAS PESSOAS NA MESMA SITUAÇÃO. As vezes o povo fala que tudo tem sua hora, mas acho as vezes que é a vida que Deus escreveu para mim é ficar sozinha, pois nem tudo que a gente quer e planeja é o que Deus palnejou para nós.

    ResponderExcluir
  48. Eu nunca vou namorar.Outras pessoas tiveram sorte, eu não.

    Já tentei várias vezes,inclusive puxei papo com uma garota na faculdade,já saí de casa para conhecer algumas mulheres, participei de alguns sites de relacionamentos,e nada! Parece que tudo está conspirando contra mim.

    Querem saber de uma coisa ? Eu de-sis-to.

    Uma hora eu sabia que ia estourar.Vou mandar esta porra de "namoro", "amor", ao inferno !!!

    Depois de tanto sofrimento por causa disto creio que as minhas esperanças morrem aqui.

    Nenhuma mulher é digna do meu amor, são todas ingratas.É melhor ficar solteiro do que namorar certas mulheres, verdadeiras vagabas, aliás a maioria é.

    Perdoem-me,pois é impossível conter a revolta com tudo isso.As pessoas que estão na mesma condição que eu me entendem.

    ResponderExcluir
  49. Olá, tenho 25 anos, heterossexual, virgem, nunca beijei na boca, muito tímido, não tenho amigos (talvez colegas - e quando estes estavam mal ou sempre que precisam de ajuda eu estava lá, e eles simplesmente me viram as costas, mas nunca contei nada sobre o anterior para eles não, até porque iam acabar comigo), não são muito atraente (inclusive em alguns concursos da escola, aquele negócio de escolher a pessoa mais feia), e para piorar ainda tenho digamos meu orgão sexual pequeno. Todos os dias penso em me suicidar afinal não consigo ser feliz, e acho que nunca serei pelo encaminhar das coisas, minha família me cobra namoradas, mas não consigo arrumar nada, tenho pavor só de pensar em tentar, converso normalmente com mulheres, porém, não consigo chegar ou tentar algo com elas devido ao medo e timidez, sou bem romântico só que minhas poucas tentativas fracassadas até hoje acabei vendo que talvez as mulheres não gostam muito disso (ou não gostam da minha aparência). Penso todos dias de largar isso e ir para outra cidade, para ver quem sabe algo dê certo, porém nem tenho dinheiro para isso. Festas nunca gostei muito, mas as poucas que tentei ir, foram grandes tragédias, porque sempre ficava ali no meu canto e não tenho coragem para chegar em ninguém, tampouco nenhuma garota esboça algum interesse, e sempre no dia seguinte a estas festas eu fico muito deprimido (triste demais), vejo todas aquelas pessoas sendo felizes e eu não consigo. Minha vida social é nula. Enfim, eu estou nos meus limites, já desisti de muita coisa, e minha vida é só um detalhe porque na verdade vivo pelos outros, eu já pesquisei várias formas para tentar suicídio, mas só pensar na minha família desisto da idéia, enfim quando a família acabar eu vou também, porque já não tenho forças para mais nada, não tenho ânimo para fazer nada, estou totalmente frustrado com tudo e todos, exageradamente cansado, só de pensar em todas essas coisas dá vontade de chorar. O detalhe é eu já desisti da minha vida. Eu não sei mais o que faço, apesar de estar postando isso aqui, aliás nunca falei isso para ninguém (não tenho coragem) até para os psicológos. Eu sei que não vai adiantar nada postar isso aqui, mas não aguento mais guardar isso só para eu.

    ResponderExcluir
  50. ola, tenho 29 anos e nunca namorei.Bem tenho facilidade pra fazer amigos, e gosto muito de conversar.Sou (segundo me dizem) uma pessoa alegre e quando digo para as pessoas que sou tímida elas não acreditam.E de fato não sou timida, sou insegura, não consigo demonstrar meus sentimentos(e ultimamente nem consigo ter sentimentos por ninguem). Tenho amigos mas nunca toco nesse assunto. Eu sei que nao sou feia(embora beleza seja questão de opinião) eu acho que não é essa questao pq tem muita gente feia que segue a vida normalmente. Por outro lado se me interesso por alguem tenho vontade de correr pq já sei q não vai dar certo e se alguem se interessa por mim e fico sabendo, eu travo.E por incrivel que pareça até hoje achava que eu era a unica, não a unica virgem, sim a unica que nunca namorou.
    Eu tenho dificuldade pra tomar iniciativa em quase tudo na vida, porém, estou procurando um tratamento adequado para isso, visto que não acho natural.

    ResponderExcluir
  51. ola, isso aqui é meio viciante, isso de por pra fora algo que fica te cutucando por dentro. Eu li todos os textos incluindo o meu e gostaria de complementar um pequeno detalhe, as pessoas que nunca namoraram ou nunca beijaram a medida que o tempo passa se torna mais dificil que isso aconteça.Nós por algum motivo não começamos a viver essas experiências no tempo que as demais pessoas fazem, e agora (digo por mim)e por algum motivo arrastamos isso ate hoje.Acho que a falta de experiência tira nossa coragem rsrs. Eu penso: sera que é tao diferente beijar quem ja beijou do que beijar quem nunca beijou (obvio q eu não sei a resposta).Depois pensei, todo esse povo que nunca beijou devia se reunir e treinar, nada mais justo, assim ja teriamos o minimo de conhecimento (brincadeira).Timidos ou não, com sucesso profissional ou não, bonitos ou nao, isso pode acontecer com qualquer um.E é impossivel se abrir com alguem a esse respeito, é como assumir uma incapacidade.Então cada um a sua maneira nos protegemos disto, de que as pessoas saibam disso, cada um a sua maneira.E pode ser q a nossa volta tenha alguem passando pela mesma situação e a gente nem saiba.

    ResponderExcluir
  52. tenho 24 anos sou uma mulher com cara,jeito e atitudes de menina,as pessoas pensam que eu tenho 17 anos,sou filha unica mimada e depende dos meus pais,não financeiramente pois trabalho,não passo credibilidade alguma,nunca beijei,fujo dos parentes,mas nessa véspera de natal não teve como, tive que tolerar as perguntas do tipo"como uma garota tão bonita não namora?"não me acho bonita,eu ouvir a mesma pergunta quatro vezes na noite,e as observações,"queria ter uma filha igual você",caramba eu sou triste,deprimida,solitária,virgem e ainda por cima boca VIRGEM,eles acham que sou feliz,porque sou filha unica,tenho um bom emprego,mais oque eu preciso é de um HOMEM,apesar que só me interesso por garotos de 17 até 22, ou de velhos de 40 a 60 não gosto de caras da minha idade minha idade,sou neurótica,me ajudem please!

    ResponderExcluir
  53. Tenho 21 anos, sou virgem e nunca tive nenhum namorado e este site já está virando uma espécie de terapia pra mim pois nunca poderia imaginar que tantas pessoas estivessem na mesma situação que eu. A minha história não é muito diferente da maioria aqui, pois sempre fui muito insegura e não me enquadrava nos padrões de beleza. Mas eu não quero deixar isso me impedir de ser feliz eu sei q um dia vou encontrar a pessoa certa para mim, pois acredito que cabe a nós fazermos a diferença nas nossas vidas e escrevermos o nosso destino, foi isso q eu fiz e continuo fazendo, pois até os 18 anos eu ainda era BV, mas como sempre fui muito extrovertida e tinha muitos amigos ninguém nunca soube disso, mas isto me deixava muito triste e eu me achava mt feia, resolvi mudar esta situação, comecei a malhar e a fzr dieta e perdi quase 30kg e, modéstia parte, fiquei sarada pois malhava muito (de domingo a domingo), resolvi então estrear meu novo visual na balada e acabei perdendo o meu BV e fazendo mt sucesso na festa, a partir daí eu comecei a achar que meus problemas estavam resolvidos pois tinha conseguido superar o trauma do patinho feio, mas não estavam. Depois de começar a sair mais, curtir mais e beijar muito percebi que eu ainda estava sozinha, sempre sozinha, pois de que adiantava ter vários caras em uma festa e não ter ninguém pra ir para um cinema, conversar, e além disso os caras c quem eu ficava por mais tempo, no fundo só queriam sexo e mais nada, por causa disso acabei ficando mais retraída de novo e mais seletiva nas minhas amizades e nos ambientes que frequentava, acabei tendo um relacionamento ruim, que não chegou a ser um namoro e eu sofri mt qd acabou e já tem 01 ano que estou sozinha, trabalhando e estudando só, isso tá me deprimindo já, parece que eu não mereço ter alguém que goste de mim de verdade, mas eu sei que é só uma fase e que tudo vai melhorar, pois só depende de mim.

    ResponderExcluir
  54. Tenho 33 anos e acho que vou virar padre pois o que ocorre com migo é ao inverso de tudo isso, praticamente todas as meninas que eu sempre gostei enckusive uma que eu a conhecia desde quando ela nasceu me rejeitaram de uma forma que estou apavorado de se aproximar de uma garota, deus que eu fiz de errado, até a mais intima de mim me rejeitou isso foi como um punhal no coração. Eu acho que até sei o motivo outras anizades a influenciaram a isso. Não vou mais dizer nada pois não tem mais volta..................

    ResponderExcluir
  55. Ola! Tenho 23 anos, sou homem, hetero, BV e virgem. Um ano atrás me apaixonei pela minha prima de 14 anos(não me considem pedofilo por isso, por favor!), tomei coragem de falar o que sentia, mas já era tarde de mais, ela não se interessava mais por mim, até tinha perdido a virgindade e dando pra um cara bem mais velho que eu. Isso me assustou um pouco e me entristeceu . Quantos anos mais vai levar pra eu conseguir pelo menos meu primeiro beijo. Sinto-me um fracassado, um idiota e tímido demais pra tomar atitudes de homem. Juro vou arrumar um jeito, nem se tenho que ir num puteiro, mas terei coragem pra isso?

    ResponderExcluir
  56. Ler esses comentarios meio que me deixou aliviada, pois eu achava que era só comigo isso

    Tenho 22 anos, nunca namorei, sou virgem, moro com meus pais, faço o curso de Direito pq sou obrigada, morro de vergonha de apresentar trabalho prefiro ser reprovada do que ter que passar por isso, nunca trabalhei por causa da tímidez...
    As vezes quando minha mãe vai pra algum canto dançar ela me leva, sempre aparece homens que me chamam pra dançar ou até ficar e eu por vergonha digo que não quero, mas é mais pq minha mãe esta ali, a vergonha aumenta, pq acho que se eu tivesse sozinha talvés eu teria coragem de ficar com alguem.
    É muito raro eu sair de casa sozinha e quando acontece meus pais ficam rindo e debochando e isso me mata mais ainda de vergonha por isso acabo presa dentro de casa...

    Conclusão a culpa de eu nunca namorar, sair é mais dos meus país do que da minha tímidez, meu problema é eles, por causa deles sou assim e o pior que não sei o que fazer, sair de casa não rola pq como eu iria viver se eu sou tímida e não tenho coragem nem de ir no super mercado fazer uma compra?

    Sinceramente não sei o que fazer, já fui em psicologa não adiantou nada, já até pensei em me matar mas isso não resolveria nada, que merda de vida é essa? pq isso comigo? Acho que eu deveria virar uma freira ¬¬

    o pior de tudo que meu irmão tbm é assim, ele tem vergonha de namorar por causa dos nossos pais pelo menos foi o que percebi

    ResponderExcluir
  57. Tenho 27 anos,tenho muita facilidade em fazer amizades mas uma dificuldade enorme em ter um relacionamento.já me decepcionei muito com relacionamentos anteriores,não sei explicar ao certo mas é como se amar fosse sinônimo de sofrimento e por isso me fechei.
    trabalho em um local em que a maioria são homens e quando um se aproxima eu não dou brecha pra algo mais,pois se não é casado tem namorada ou simplismente não vale nada,é como se eu só atraisse homens assim.Tem 3 anos que estou sozinha,vivem me questionando pq eu não arrumo um namorado,não procuro um principe ou perfeição,só não permito mais que me usem ou me desrespeitem e com isso criei um escudo,e fico só.
    A timidez é minha maior inimiga,sou muito tranqüila e caseira o que dificulta conhecer gente nova.Me tornei celetiva ao extremo,não em relação a aparência mas em relação a caráter e comportamento,as vezes sinto raiva de atitudes de pessoas próximas,como traição,falta de respeito e vulgaridade,e penso que hoje em dia é assim e a tendência é piorar e fico com menos esperanças de encontrar alguêm legal e que entenda o que sinto.Mas como tudo tem dois lados,o lado bom disso tudo é que nesse tempo em que estou só,também pude me conhecer mais,me respeitar mais amadurecer como mulher e como pessoa.Quero acreditar que a pessoa certa vai aparecer na hora certa.Bjs a tds! liliane.silva070@gmail.com

    ResponderExcluir
  58. tenho 20 anos nunca namorei beijei ou transei
    meu problema é que nao saio de casa eu trabalho estudo mas so isso
    nao aguento mais essa situaçao minha esperança esta em deus pq sozinho eu nao vou conseguir nunca nada,
    eu acho que deveria existir um lugar para pessoas igual agente onde fose todo mundo igual e pudesemos resover este problema juntos pois este mundo parece que nao é pra gente isso me revolta muito ,este tipo de cobrança é inutil.
    eu odeio ter que ficar com essas coisas em meus pensamentos me atormentando mais por outro lado acho que todos tem a pessoa certa nessa vida e isso me da um pouco de esperança , mas acho que nao vou aguentar por muito tempo ,
    as vezes da vontade de pegar uma prostituta pra ver se esta situaçao muda ai eu penso mais um pouco e desisto,
    confiem em deus é a unica solução
    moro em bh se alguem quiser manter contato manda o msn ai vou estar anonimo aqui mas adicionarei a pessoa

    ResponderExcluir
  59. Este post é um alento pra muita gente, inclusive
    pra mim. Estou prestes a completar 24 anos.
    Minha adolescência foi horrível, cheguei a passar
    3 meses sem sair de casa, parei de estudar, só conclui o ensino médio aos 22 anos e até hoje sou
    virgem, nunca beijei e perdi várias oportunidades
    por causa da minha aparência.
    Minha auto-estima sempre foi muito baixa, aos 12 anos no colégio a minha melhor amiga me disse
    que haviam 2 meninas interessadas em mim, e eu
    muito tímido, desconversei e ela não tocou mais no assunto. Aos quinze, outra garota se interessou por mim, mas, eu

    já era inseguro, pois todos os meus amigos já haviam beijado e eu ainda não. Duas partes do texto me tocaram forte,

    a que fala da perda da noção da idade e a que fala da cobrança social. Eu hoje me sinto perdido no tempo, como

    alguém que passou 30 anos na cadeia, e quando saiu, viu que tudo mudou, e essa pessoa ficou pra trás. As minhas

    amigas de infância, já são casadas, mães e maduras. Eu me sinto intimidado diante de uma garota de 15 anos,

    quando vejo que ela já tem namorado e tem mais experiência que eu em relacionamentos.
    Já me apaixonei por duas garotas, mas, pela falta de coragem de tomar a iniciativa, perdi as duas pra outros caras, a

    mais recente foi ano passado, ela é tem 18 anos, era uma das minhas poucas amigas.
    A cobrança é tão forte sobre mim, que no desespero acabei criando uma desculpa pra fugir dessa cobrança e me

    tornei prisioneiro dela.
    Assumi ser homossexual, para justificar o fato de nunca ter ficado com nenhuma mulher. Entrei em desespero

    quando vi que meus amigos percebiam que a minha homossexualidade era uma farsa e pra ser mais convincente,

    resolve ficar com um amigo meu pra provar pra ele que sou gay e assim ele espalhou pros outros que havíamos

    ficado e que é verdade que eu sou gay. Mas minha família é homofóbica e pode descobrir isso e as coisas podem

    se complicar mais ainda, vivo com meus pais e estou desempregado. Pensei em mudar
    de estado e recomeçar do zero, pois não consigo
    mais desfazer todo o rolo que criei pra fugir da
    vergonha de admitir ser virgem e Bv aos 24 anos de idade. Não vejo nenhuma perspectiva de mudança e já me vejo

    na situação do R.O. , autor do primeiro comentário.

    ResponderExcluir
  60. O problema de todos nos é o mesmo, insegurança e timidez, e o que provoca isso e sempre a aparência, ou seja, somos um tanto observadores mesmo (críticos), e a respeito de nos mesmo sempre vemos pior do que é.Somos exigentes, pelo menos eu sou, por exemplo: quero uma mulher linda de rosto, corpo, bunda principalmente,e quando encontro alguém assim me pergunto: o que faço agora, então passo um tempão pensando o que falar para que sinta interesse por mim, ate que a mulher vai embora, e eu continuo na mesma .Eu não sou feio, inclusive ja fui chamado de lindo por uma mulher muito bonita,que todo mundo dava em cima mas ela não dava bola para eles, que me chamou para ir em sua casa, mas desistiu por medo do namorado ( ela não gostava do namorado).Detalhe não dei em cima dela, apenas disse que para ficar feio teria que melhorar muito, dai ela começou a falar que eu era bonito e que as meninas deviam ficar dando em cima de mim o tempo todo. Então o que eu percebi: as mulheres não olham pra mim porque acham que sou metido( já me falaram isso), não consigo encara-las se forem muito bonitas, as vezes percebo uma me olhando, mas quando olho para ela, para de olhar, dai penso que me achou feio, e então fico mais inseguro.
    Em redes sociais mostram interesse, mas quando as convido para sair não me respondem mais nada, acho uma grande falta de educação, podia falar não, é melhor do que ficar esperando por um sim que nunca vem

    Desejo que todos encontrem o que procuram, pois ninguém merece sofrer, sem contar que por conta desses problemas às vezes entramos em situações bem mais constrangedoras para encobri a real situação

    ResponderExcluir
  61. MMMMMMM
    Olá,tenho 19 anos e nunca namorei.Nunca toquei nestes assuntos com meus pais>será que eles pensam algo a este respeito.Sou um pouco feio e moro em uma cidade pequena,aonde não tem muitas mulheres!o que vcs me dizem?

    ResponderExcluir
  62. ao Anonimo acima q disse q o problema d todos nós é com a aparencia:

    q afirmação mais infantil, tola, superficial..se seus problemas se resumem a isso, e só se importa com blz fisica tomara q continue sozinho por mto tempo...pois pessoas futeis, superficias são despreziveis nesse mundo

    ResponderExcluir
  63. Mais 1 para a lista dos sozinhos. Tenho 29 anos. Já me relacionei com duas garotas. Com uma delas durou 2 semanas, meu primeiro beijo já com 20 anos. Iniciativa dela. A outra namorei por 3 meses. Também iniciativa dela. 9 anos depois nunca mais beijei ou tive qualquer outro tipo de relacionamento. Ainda sou virgem e não tenho perspectiva de conseguir alguém. Nunca. Seguirei carreira solo nessa.

    ResponderExcluir
  64. Nossa! Nunca imaginei que acontecia de verdade, pensava que era coisa de filme etc. Ficar tanto tempo sem alguém. Mas quer saber? Melhor assim do que ficar com gente que só te usa! Nossa, eles aprontam demais. Eu sou uma mulher bonita, independente, bom trabalho, terminando mestrado...Hoje estou me sentindo sozinha, sem coragem de dizer para os meus amigos o quanto é ruim ficar assim (porque já enchi o saco deles demais com esse papo). Sexo é muito fácil de conseguir...seja em puteiro ou nas baladas. Agora relacionamento, carinho...é ruim hein?
    Ao anônimo, o mesmo que a Kelly questionou: os homens tem a mesma postura...nunca dizem não, eles somem.

    ResponderExcluir
  65. Até os 20 anos eu era o terror da mulhereda na vila mas com o passar do tempo peguei trauma de mulheres, motivo uma vizinha que me confundiu com seu amante que pegava no pé dela ela me prossesou sem motivo nenhum , a partir dai vi com as mulheres são falsas , egocentricas, metidas, intereseiras , esquivas, ruim como uma naja, nariz empinado, se acham , entre muitas outras coisas que teria o prazer de falar o dia inteiro aqui mas o livro ia ser imenso.

    ResponderExcluir
  66. Estou na mesma situação de mtos aqui, tenho 41 anos (aparento ter bem menos), sou uma mulher mto bonita, simpática, me considero uma pessoa legal. Saio algums vezes, conheço homens mas realmente a coisa não vai para frente. Consigo ficar facilmente com homens, mas não vai além de alguns encontros. Não estou nem sendo mto exigente na escolha, apenas vejo se o cara é uma pessoa legal. Realmente não sei mais o que fazer, estou quase desistindo de encontrar alguém, porque assim tbm não sofrei mais decepções.

    ResponderExcluir
  67. nossa como existem pessoas na mesma situação que a minha carambaaaaaaaaaaaaaa, pensei que eu fosse a única hoje tenho 35 anos com corpo de 15 e rosto de 25 rsrsr mais não sei o que tem de erradooooooooooooooo gente não consigo arrumar namorado isso me doi de maissssssssssssss. Pior são as desculpas que agente tem que inventar para as pessoas, eu sempre falo que homem não presta que meu namoro é os estudo mais eu e Deus sabemos como quero arrumar alguém e como é horrível ficar sozinha, ninguém merece isso.
    Eu tenho medo e vergonha das pessoas acharem que não gosto de homem que não sou normal, em fim horrivel tem dois anos que nem beijo mais de 8 que não transo,perdi minha virgindade com 26 anos, com um safado que só queria o meu corpo, eu acho que fiquei com trauma porque todos os homens que se aproximaram de mim até hjsó foi em busca de sexo, e eu não sou burra tenho uma ótima profissão, faculdade em fim não sei o que tem de errado e os anos se passam e eu me desespero cada vez mais.

    ResponderExcluir
  68. olá vc do ultimo comentario, tmbm estou na mesma situação q vc, qacha de marcarmos encontro.

    ResponderExcluir
  69. tenho 21,sou tímido,nao tenho namorada,sou virgem,tenho amigos,mas tenho muita vergonha de chegar em alguém,cheguei em duas meninas na minha vida e só tomei"nao",nao sei oque fazer,estou 3 anos sem ficar com ninguém,vejo amigos meus saindo,namorando e eu aqui sobrando,to sofrendo muito com isso...

    ResponderExcluir
  70. Bem, eu realmente lamento e fico com raiva também por todos os que postaram por aqui, é uma pena que haja tantas pessoas em situação parecida.
    Eu tenho 25, sou bv e virgem. É duro escrever isso. Mas tenho que dizer que de uns 3 anos pra cá depois que entrei na faculdade melhorei bastante, não tenho tanto receio de falar com mulher mais.
    Já tentei ficar com umas 4 pessoas, até agora não consegui nada, já cheguei perto talvez, mas não o suficiente. Não há o que fazer, é continuar "atirando" nem que demore uns 20 anos, mas uma hora pelo menos uns bjinhos talvez eu ganhe (obs* ñao sou feio, mas apenas ser bonito não garante nada).
    Mas o lado bom é como eu sempre digo, quanto mais você se expor e for picado e mordido melhor, você vai ficando resistente igual um domador de cobras vai ficando imune ao veneno.
    Minha recomendação (inclusive estudo psicologia), exponham-se, nem que seja aos poucos, com poucas coisas, ADQUIRAM IMUNIDADE AO VENENO!!! Esse é o caminho.

    ResponderExcluir
  71. Olá, tenho 23 anos, homem, hétero. Nunca namorei, já beijei um razoável número de garotas e transei apenas uma vez, há dois anos e meio. As mulheres me acham bonito, sou um pouco magro (1,80 com 74kg), sou considerado inteligente, e não sei mais o que há comigo!! O meu problema é que eu sou muito inseguro pq tenho oscilações de humor. Em geral duram alguns dias, tipo uma semana. Numa semana sou um cara bacana, engraçado, divertido, puxa assunto com qualquer pessoa e o papo rende... Mas inexplicavelmente, na outra semana, fico meio bocó, não consigo conversar. Tento disfarçar, claro, e quando as pessoas falam comigo e eu forço uma risada. Mas não dou sequência no assunto, a conversa fica desinteressante e logo acaba. Fico inseguro de me relacionar com as garotas por isso, por essas oscilações. Mesmo no período que to legal, puxo assunto com elas, dou umas cantadas firmeza, mas depois fico bocozão e aí nem dá mais tempo de criar aquele vínculo. Eu moro sozinho, numa cidade onde sou forasteiro, talvez seja esse o problema, porque aqui não tenho amigos, e não saio, não gosto mais de sair e de ir em baladas, não tenho mais assunto com as pessoas!!! Só queria namorar uma garota firmeza, com um rosto bonito e que tenha uma cabeça parecida com a minha. É, talvez eu seja exigente demais... Enfim, se alguém quiser conversar (homem, mulher, não importa) para desabafarmos juntos (não se esqueçam, sou um infeliz sem mto assunto, mas vc pode desabafar comigo), meu msn: hugo_kovalenko@hotmail.com

    ResponderExcluir
  72. Nooosa me identifiquei muito com os comentarios, tenho 26 anos, sou mulher,já fiquei com alguns caras, mas ainda sou virgem, alem de timida sou muito insegura, nunca consigo achar que alguem vai realmente se interessar por mim, não tenho amigos e saio muito pouco na maioria das vezes sozinha o que não ajuda em nada, tudo isso começou na adolescencia, sofria por causa da minha aparencia, era muito zuada e os garotos não ligavam pra mim, hoje mudei fisicamente(alta, magra, tenho o rosto bonito)mas continuo achando que não sou boa o suficiente, ouço bastantes elogios e quando chego a algum lugar chamo atenção, sou sincera, companheira e carinhosa com as pessoas por quem eu deixo aproximar de mim, quase ninguem, por causa da minha timidez as pessoas acham que sou indiferente, e ja me falaram q eu tenho cara de metida, mas depois que me conheçem essa impressão vai embora, as poucas oportunidade q tive deixei passar por medo, não dava sinais de interesse e a pessoa acabava desistindo, faço faculdade,quando não estou nervosa consigo ter uma boa desenvoltura verbal, por isso sou considerada inteligente, mas tem momentos q eu simplismente travo, e tbm ocilo bastante e acabo passando uma mensagem confusa para as pessoas q se afastam, quero mudar isso, tenho me obrigado a sair da minha zona de conforto mas não é facil,as pessoas acham q tem alguma coisa errada e não intendem pq não tenho namorado, é dificil explicar aquilo q nem eu entendo!

    ResponderExcluir
  73. Achei esse Blog agora nas minhas andanças pela web, li todos os comentários e fico feliz de ter achado um espaço na internet onde achei tantas pessoas na mesma barca que eu ou até pior(e esse negócio de situação "pior" ou "melhor" também é relativo,me perdoem qualquer coisa ;)).
    Isso me incentivou a postar esse comentário(que irei estender por vários comentários, pois eu escrevo e falo muito,hehe), então lá vai.
    Sou hetero, 22 anos, virgem e BV,e falo quando alguém quer saber sem problemas que sou virgem. Eu já fui muito mais tímido do que sou hoje, melhorei muito, minha auto-estima está mais alta como nunca esteve.
    Eu me acho bonito(embora fora de forma,sou mei gordo), entrei na academia, moro fora de casa. Na minha infância, meu grande problema era a agressividade, sempre tive um físico mais avantajado(não muito alto, tenho 1.73 mais ou menos) e tinha problemas na escola por isso(brigão, e não aceitava brincadeiras).
    Isso fez com que minha infância fosse meio problemática, e isso me acompanhou na adolescência, eu era um jovem muito solitário, caseiro, raramente ia em festas, qualquer brincadeira boba e zoação idiota me fazia ficar bravo e brigar, por causa disso sofri muito do que chamam de bulling. Assim foi até o segundo ano do ensino médio. Neste ano uma mudança profunda começou na minha vida.
    Comecei a encarar e compreende-la de outra maneira, e ela(minha vida) começou a mudar para melhor. Comecei a levar na zoeira e brincar com meus próprios medos, e descobri que meu potencial vai mais além, descobri que gosto das pessoas e de socializar, descobri que posso ser cativante e engraçado naturalmente(não me esqueço da festa surpresa que me fizeram este ano, foi muito importante pra mim e mostrou que as pessoas tb gostam de mim).O terceiro ano do ensino médio foi a confirmação disso, foi um ano diferente.

    ResponderExcluir
  74. Achei esse Blog agora nas minhas andanças pela web, li todos os comentários e fico feliz de ter achado um espaço na internet onde achei tantas pessoas na mesma barca que eu ou até pior(e esse negócio de situação "pior" ou "melhor" também é relativo,me perdoem qualquer coisa ;)).
    Isso me incentivou a postar esse comentário(que irei estender por vários comentários, pois eu escrevo e falo muito,hehe), então lá vai.
    Sou hetero, 22 anos, virgem e BV,e falo quando alguém quer saber sem problemas que sou virgem. Eu já fui muito mais tímido do que sou hoje, melhorei muito, minha auto-estima está mais alta como nunca esteve.
    Eu me acho bonito(embora fora de forma,sou mei gordo), entrei na academia, moro fora de casa. Na minha infância, meu grande problema era a agressividade, sempre tive um físico mais avantajado(não muito alto, tenho 1.73 mais ou menos) e tinha problemas na escola por isso(brigão, e não aceitava brincadeiras).
    Isso fez com que minha infância fosse meio problemática, e isso me acompanhou na adolescência, eu era um jovem muito solitário, caseiro, raramente ia em festas, qualquer brincadeira boba e zoação idiota me fazia ficar bravo e brigar, por causa disso sofri muito do que chamam de bulling. Assim foi até o segundo ano do ensino médio. Neste ano uma mudança profunda começou na minha vida.
    Comecei a encarar e compreende-la de outra maneira, e ela(minha vida) começou a mudar para melhor. Comecei a levar na zoeira e brincar com meus próprios medos, e descobri que meu potencial vai mais além, descobri que gosto das pessoas e de socializar, descobri que posso ser cativante e engraçado naturalmente(não me esqueço da festa surpresa que me fizeram este ano, foi muito importante pra mim e mostrou que as pessoas tb gostam de mim).O terceiro ano do ensino médio foi a confirmação disso, foi um ano diferente.

    ResponderExcluir
  75. Continuando, formei com 18 anos, fui para cursinho, e passei para a facul numa cidade colada com a minha. Foram importante todas essas experiências, em todos sentidos, mas nada de perder BV e virgindade ainda. Então, ano passado, passei numa federal em outra cidade, e fui morar lá. Digo que comecei realmente a vida agora! Um marco na minha vida, outra fase, agora eu saio mais, aprendi a frequentar mais a noite na balada, e cidade universitária tem mulher bonita pra caramba! Mas mesmo com tudo isso, não superei ainda alguns bloqueios meus. Mas mudei muitos hábitos, emagreci muito, agora passei a aceitar e amar meu corpo, e to aprendendo muito sobre as relações humanas.
    Na infância tive experiências com uma prima(era muito novo,mais brincadeira do que qualquer outra coisa), já brinquei de namoro de mãozinhas dadas e beijinho no rosto(bem na infância), tive alguns amores platonicos(até hoje), depois passei por fases difíceis de aceitação, tinha até dúvidas de minha sexualidade(que hoje já superei), passei pela fase de mudança para melhor que já disse antes, conheci uma garota no ônibus que ia pra facul(quando não morava fora), descobri por meio de uma amiga dela que ela gostava de mim,e eu gostava dela tb, mas ela era meio tímida tb, saímos, mas não rolou nada mais que amizade por conta dessa nossa timidez.
    Mas nós estávamos nos aproximando, ela seria minha primeira menina, mas acabou que eu fui embora e tomamos rumos diferentes. Primos já quiseram me levar para prostibulos(e ainda querem), mas não fui por insegurança.
    Como disse, minha vida só começou, e estou confiante que minha hora vai chegar!
    O importante é q meu círculo social aumentou muito, fiz amigos e tudo agora é novo na minha vida. E quero vive-la e alcançar todo meu potencial(mental e físico)! :)
    Grande abraço e espero q tudo q disse ajude vcs!

    ResponderExcluir
  76. li esse texto e me identifiquei pra caramba.
    Tenho 19 anos,homem, hetero, nunca namorei, ja beijei algumas poucas meninas, mas nada disso deu em nada serio.

    tenho dificuldade pra me relacionar, principalmente com mulheres, e de fazer amigos tbm.
    Não sou um cara feio, pelo contrario, na escola muita menina era doida por mim, mas sou um cara muito inseguro, não tenho confiança quanto a me relacionar, principalmente conversar, sinto que a conversa não flui.. me sinto um grosseiro, ou um idiota ao falar com elas.

    Tenho alguns poucos amigos, na maioria homens, não tenho amigas, to sentindo que estou ficando velho e sem ninguém. Eu bebo, estudo, saio de casa, mas há dias que não consigo falar com ninguem, seja homem ou mulher. Ja pensei que fosse falta de libido, ou eu devo ser asexuado, (mas sinto atração por mulheres Oo') Mas cabeça pra cima, isso não pode ficar assim,

    ResponderExcluir
  77. ola tenho 22 anos e ja namorei 8 vezes. o segredo e nao ter medo de nada nem do que vem do outro lado se "estas" indecizo isso nao e problema... pois se nao tentares nunca saberas o que te espera do outro lado, sejas homo, lesbi ou hetr. ha sempre esperanças e tempo para tudo. a vida vivesse um dia de cada vez... tenta . mais alguma coisa meu mail. vitormanuel258@hotmail.com obg

    ResponderExcluir
  78. ola tenho 22 anos e ja namorei 8 vezes. o segredo e nao ter medo de nada nem do que vem do outro lado se "estas" indecizo isso nao e problema... pois se nao tentares nunca saberas o que te espera do outro lado, sejas homo, lesbi ou hetr. ha sempre esperanças e tempo para tudo. a vida vivesse um dia de cada vez... tenta . mais alguma coisa meu mail. vitormanuel258@hotmail.com obg

    ResponderExcluir
  79. Eu tbm...sou uma moça de 31 anos e nunca beijei, tive um namorado. Sou bastante insegura...acho q o meu jeito de ser não é muito atraente. Considero uma pessoa chata e sem qualidades que fazem as pessoas se apaixonarem. Atualmente sofro de depressão profunda. Nunca trabalhei durante mto tempo, pois o desânimo toma conta de mim de tal forma que não tenho vontade de fazer nada. A solidão doi mto dentro de mim. Além de ser filha única tbm acho que a falta de esperança está fazendo parte dos meus dias e cada vez mais sinto-me isolada do mundo.

    ResponderExcluir
  80. Eu tbm...sou uma moça de 31 anos e nunca beijei ou tive um namorado. Sou bastante insegura...acho q o meu jeito de ser não é muito atraente. Considero uma pessoa chata e sem qualidades que fazem as pessoas se apaixonarem. Atualmente sofro de depressão profunda. Nunca trabalhei durante mto tempo, pois o desânimo toma conta de mim de tal forma que não tenho vontade de fazer nada. A solidão doi mto dentro de mim. Além de ser filha única tbm acho que a falta de esperança está fazendo parte dos meus dias e cada vez mais sinto-me isolada do mundo.

    ResponderExcluir
  81. Me sentia deslocado do mundo achando q ñ era deste planeta.por ser romantico.mais depois de ler estes relatos percebi q muitos passam pelo mesmo sentimento.Eu tenho 36 anos e ñ namora relmente a 2 anos ñ sou muito timido e sou até bonito mas so encontro pessoal inserias.e cansei de me sentir sozinho na maioria das noite.ñ adianta uma garota sexta ou sabado se a semana inteira ñ tem ninguem para te fazer companhia.mas espero encontrar alguem especial q queira um relacionamento serio oq estar muuuito dificil q de encontra.

    ResponderExcluir
  82. WESLEY: EU TENHO 31 ANOS E NUNCA NAMOREI NINGUÉM MAIS NÃO FOI POR FALTA DE IR ATRAZ , EU SEMPRE CORRI ATRAZ DAQUILO QUE MERESSO MAIS NO CASO DE ENCONTRAR UMA NAMOREDA NUNCA TIVE SORTE, CHEGUEI ATÉ TIRAR A VIRGINDADE DE BEIJAR MAIS NUNCA FISSO SEXO TOTAL. UMA VEZ ATÉ PAGUEI UMA PROSTITUTA E TUDO ESTAVA INDO BÉM QUANDO DERREPENTE MEU PICICOLÓGICO ENTROU EM PANE, EU N CONCEGUI CONCLUIR O ATO SEXUAL, FIQUEI MAIS FRUSTRADO AINDA, MUITAS MULHERES ME FALARAM QUE EU TENHO UM JEITO DE SER QUE AS MULHERES DETESTAM EU SOU EDUCADO DEMAIS, N SOU AUDACIOSO, E SOU SERTINHO DEMAIS MULHERES GOSTÃO DE CAFAJESTES O QUE EU N SOU. SEM CONTAR COM O FATO DA MINHA TIMIDEZ, ELAS TAMBÉM ME FALAR4AM QUE SE EU FOSSE MUITO BONITO, FACILITARIA AS COISAS, OU ENTÃO SE EU FOSSE RICO FACÍLITARIA AINDA MAIS AS COISAS PRA MIM, PORQUE AI EU N PRECISARIA CORRER ATRAZ DE MULHER NENHUMA SERIA ELAS QUE CORRERIAM ATRAZ DE MIM. CONCLUSÃO DE TUDO EU JÁ ME CONFORMEI EM SER SOZINHO.

    ResponderExcluir
  83. Fico aliviado em saber que eu não sou o único que sofre desse mal tenho 19 anos e vou fazer 20 nunca namorei,e nunca fiquei,nem sequer dei meu primeiro beijo e sou virgem.Sou pessoa extremamente extrovertida difícil de controlar as vezes,mas perto de uma mulher a historia é outra eu travo tenho dificuldades com isso, talvez seje falta de atitude minha,já perdi grandes oportunidades por isso,uma delas foi a irmã da namorada do meu irmão interessou por mim duas vezes e eu pois tudo a perder.Apesar da idade sou do tipo infantil coleciono series,filmes e desenhos da Disney,o que atrapalha um pouco e as vezes tenho que ficar escondendo esse meu lado.Tem muita gente que não gosta desse meu lado infantil e extrovertido o que faz ter poucos amigos exceto meu Brother Magaiver.Fico muito assombrado quando vejo alguém mais novo do que eu já tem namorado e tem mais experiência relacionamentos eu ainda não me sinto jogado pra trás como diz o Anônimo.As vezes acho que eu nunca vou ter uma namorada,vou ficar sozinho para sempre.
    Recentemente estou apaixonado por outra garota mas não estou sendo correspondido e estou sofrendo.Sou fracasso nisso.

    ResponderExcluir
  84. Sou homem, tenho 28 anos, heterosexual e tenho problemas parecidos com os acima descritos. Não me considero feio, tenho um corpo legal pq malho cinco vezes por semana, mas só consigo fazer sexo com garotas de programa. Já beijei algumas garotas na balada, e em festinhas da facul mas nunca saiu disso.

    Quando eu tinha 18 anos cheguei a namorar uma garotas por seis meses, mas na época eu tinha fimose e me sentia extremamente inseguro para transar. Por vergonha não comentei desse problema com ela, que por achar meu comportamento estranho resolveu não prosseguir com o namoro. Desde então nunca mais eu tive um relacionamento.

    Percebo que as garotas costumam me olhar, algumas até demonstram interesse mas sinceramente sou exigente. Não procuro nenhuma capa de revista masculina, mas gosto de mulher gostosa.

    Atualmente estou desempregado, e faço pós-graduação portanto não tenho dinheiro para curtir uma balada com a frequência necessária para encontrar alguém. Também não tenho amigos, apenas colegas da academia, do inglês, da pós ou as Gps mas sei que não são pessoas que posso contar, me abrir, e talvez até conhecer alguém por intermédio deles.

    E a única vez, que eu tive coragem para dizer a uma garota do meu circulo de relacionamento que eu estava interessado nela, levei um fora.

    Acho que essa minha insegurança tem origem na minha adolescência, quando eu era alvo de piadas e brincadeiras de mal gosto na escola. Também sou filho único e temporão, o que agrava meus problemas.

    Gostaria de ter cara de pau para abordar mulheres desconhecidas no meio da rua, mas morro de medo da reação delas.

    ResponderExcluir
  85. Sou feio demais, tenho 23 anos e só fiquei com uma menina até hoje.Acho que com essa minha aparência, é melhor eu tentar mais nada.Sou alto, muito magro e feio.Fora, que ainda estou desempregado.Uma anomalia total.Forte abraço para vocês!

    ResponderExcluir
  86. Tenho 30 anos, só fiquei com 1 garota, e isso faz mais de dez anos. Nunca namorei nem transei. Tenho uma aparência média, ou seja tem cara bem mais bonitos e feios do que eu, por aí. Mas sou simpático e tenho um nivel cultural alto, muito acima de média, desculpa a arrogância, mas é a unica coisa da minha vida que me dá orgulho. Então qual o problema? Primeiro, sou timido demais (quando o assunto é paquera). Como não sou bonitão, nenhuma mulher vai correr atrás de mim, e como sou muito timido, não consigo chegar em quem me interessa. Segundo, eu gosto de me divertir, de brincar, de rir, de passear, de sair, mas não gosto de festas, baladas, de dançar, de participar de turminhas e coisas assim. Então fica difícil conhecer alguém. Terceiro, eu sou romantico demais. (E não estou mentindo, até porque ninguém está me vendo e não estou tentando cantar ninguém aqui). Mas eu nunca encontrei nenhuma mulher que fosse como eu. Que quisesse viver o amor da mesma forma que eu quero. Uma cumplicidade absoluta e uma entraga total. Sem joguinhos e sem outros interesses. Por fim, eu tenho minha preferencias fisicas, quem não tem? Eu tenho esse direito não tenho? Mas não é pedir demais, são só preferencias, eu me enxergo e muito bem, e pra dizer a verdade, meus gostos passam longe do padrão da mídia. Agora você soma tudo isso num cara que está desempregado e não tem nenhum amigo. Um monstro né? Pois é, esse sou eu. Cansado de me refazer, de me reinventar, de sonhar e de esperar. Num sábado a noite em casa, depois de ter tido coragem e acabar de cometer mais um erro na minha vida sentimental. É muito longo e chato, e não vou contar. Ai você soma isso com anos de solidão e desilusão, o fato de meu tempo "estar acabando" e tudo que já passei na vida. Dói demais, me sinto sem ar e com uma faca me rasgando de dentro pra fora. Eu estava pensando em suicidio e precisa ler algo sobre isso. De certa forma, ler esse texto e os comentários me ajudou. Agora depois de ler e escrever tudo isso, vou dormir, porque estou muito cansado. Obrigado e desculpa pelo desabafo.

    ResponderExcluir
  87. tenho 33 anos no momento me encontro solteiro ja tive algumas experiencias amorosas neste decorrer de tempo ja fui ate casado por quatro anos mas faltou abdicaçao de ambas as partes perdi a virgindade cedo como adolescente sempre fui muito descolado e ate ficava com algumas meninas pois era meio que popular onde estudava sou muito comunicativo e extrovertido em modesta parte acho que dou pro gasto mas nao consigo pegar nem gripe todos que convivem comigo acha que sou pegador mais a realidade e outra me senti meio que consolado por saber que existem muitas pessoas boas e com muito conteudo na mesma situaçao e tudo uma questao de se cruzarem e se conhecerem para serem felizes um abraço a todos fiquem com DEUS.

    ResponderExcluir
  88. Quase chorei quando li, visto que retrata a minha situação. Tenho 34 anos, sou virgem, trabalho muito, mas no campo de relacionamento, sou nota zero. Ultimamente, sinto q sou a pior das mulheres, visto que percebo q estou envelhecendo. No texto, fala que podemos perder o senso da idade. Na verdade, procuro homens mais velhos, porém eles procuram as "gatinhas". É muito estranho. Inclusive me identifiquei com a questão de que nos tornamos exigentes e tímidos. Uma ressalva, que a exigência parte dos dois lados. Às vezes, tudo que eu queria era um oi. Devido a solidão me tornei durona - entenda-se não machona - mas uma mulher que faz tudo para não depender dos outros. Fico pensando se não perdi a minha sensibilidade. Às vezes, choro, porque sinto que estou ficando feia e não tenho mais vontade de investir em mim. Na minha religião as minhas amigas já se casaram e eu fiquei só. Peço que quando lerem meu comentário, por favor não julguem, pq já é um fardo a solidão, não queira prá ti o que acontece com os outros.

    ResponderExcluir
  89. Tenho 18 anos e me identifico com tudo isso. Antes, por ser bem nova, não me preocupava em ficar sozinha, mas agora vejo que já estou na fase adulta e sinto um desejo incontrolável de ter alguém comigo.
    Não vou em festas e baladas, não bebo, não fumo, sou timída educada e em parte, inteligente. Sempre ouço das pessoas que sou um caso a parte, uma exceção. E busco uma pessoa assim, com esses mesmos adjetivos, o que hoje em dia parece ser pedir demais, até pq, é uma exceção!
    Mas a minha fé eu não vou perder, eu creio que vou encontrar essa pessoa, pois ela também está esperando o mesmo que eu. E torço para que vocês, que por esses fatos se encontram depressivos hoje, que encontrem seus caminhos também! Pois se entramos aqui foi pelo mesmo objetivo e ele deve ser cumprido, que sejamos fortes!

    ResponderExcluir
  90. Que show esse tópico, kkk, quanta gente na mesma situação.
    Bom, sou homem, tenho 23 anos e sou virgem. Além disso, nunca beijei também. Já sou formado, moro no interior, não tenho uma profissão com ganhos aceitáveis ainda, mas já estou passando em alguns concursos, tenho certeza que vai dar certo.
    Ná adolescência sempre fui feio, mas já apareceu algumas garotas interessadas, mas como todos, faltou coragem.
    Na facul, mesma coisa, algumas olhavam muito, outra se aproximou e me seduziu legal. Não tomei iniciativa e perdi.
    Sou filho de mãe solteira, filho único ainda, talvez isso tenha me atrapalhado. Ela era um pouco protetora demais quando eu era pequeno.
    Hoje em dia tenho complexo de inferioridade, me acho feio, apesar de ser alto e meio sarado, me visto bem. Muitas garotas olham quando estou de regata, ou com uma camisa apertada.
    No fundo não gosto desse estilo, só faço isso pra ser reparado mesmo, pra aumentar a estima e não me sentir um lixo.
    Acho que vou fazer umas plásticas pra corrigir dois defeitos que odeio, mas no fundo sei que não vai resolver meu problema. Acho que vou começar a frequentar prostíbulos, não aguento mais essa situação.

    ResponderExcluir
  91. Sou homem tenho 28 anos sou virgem já beijei na boca de 4 meninas a primeira menina eu tinha uns 13 anos ela tinha 10 anos na época a ultima foi aos 17 ela tinha 14 hoje eu tenho 28 anos e nunca mais beijei e nem abracei mais nem uma mulher, nunca namorei com ninguém mais o fato de já ter beijado me faz querer de novo quero ter um relacionamento de verdade quero experimentar o amor o carinho de uma mulher, Acho que o problema é o seguinte, Não sou financeiramente estável, trabalho de mais, não sou tímido converso até bastante, não tenho vícios e não uso drogas, meu carro é velho de mais ele tem 35 anos de idade e não estudo. Mais acho que até sou inteligente, minhas profissões que aprendi pelos anos da minha vida na raça sem estudar são, telecomunicações, informática que é o ramo que estou agora, Mais eu já trabalhei em eletrônica, mecânica fui eletricista, radialista e locutor de radio e trabalhei como Vdj em casa noturna, Uma amiga minha me falou o Problema é que as mulheres não gosta de homens inteligente que sabe mais do que elas, eu acho besteira mais para mim até que faz um pouco de sentido eu só consegui ficar um dia com cada uma dessas meninas na época que eu tinha 13 anos eu era eletricista e técnico em eletrônica aos 18 Vdj de casa noturna, locutor e radialista até aos 23, aos 23 eu fui mecânico e eletricista de automóvel aos 25 anos técnico em telecomunicação e Informática que exerço até hoje. Acho que deve ser o mau do gênio quanto mais inteligente mais as garotas afastam. Hoje acho que vou acabar sozinho a vida toda, Eu moro até hoje com meus pais meus irmãos já casarão e eles ficão no meu pé sou o mais novo deles e eles falão você tem que arranjar uma namorada se tem que sair mais... eles não sabe o tanto que eu sofro eu quero mais eu não consigo me relacionar como nem uma mulher penso que vou morrer sozinho sem filhos e esposa eu até queria ter um filho antes de morrer mais acho que não vou conseguir a tempo, O tempo não para e a vida não volta.

    ResponderExcluir
  92. Gente eu não acredito!!! Tem gente no mundo igual a mim!!! Não sei se fico feliz e aliviada ou triste por saber que outros vivem o que eu vivo. Vocês são de verdade? Porque sinceramente as vezes acho que eu não existo. Tenho 37 anos e nunca fiquei com ninguém, nem um beijo sequer. Durante muito tempo vivi neste processo de “transe” ou “sonho” de que alguém iria me ver e se apaixonar por mim, me resgatando das masmorras da solidão. Mas vamos lá, isso não existe! Com os anos tenho observado e entendido que namorar também dá trabalho, exige “um certo” esforço e exposição.


    Mas vamos a minha história. No meu caso, fui uma criança muito amada e querida, porém nunca tive amiguinhos, mas eu era até sociável. Quando me tornei adolescente acabei saindo dos padrões de beleza da época e fiquei baixinha, gordinha e meio feinha. Moral da história: Eu era alvo de inúmeras gracinhas. Vivi um monte de situações muito parecidas com as que li acima. Teve uma vez (aos 15 anos), em que eu vendia doces na escola para ajudar nas despesas da casa e um colega de escola super sacana fez uma aposta com os outros meninos de que iria me iludir e comer doces de graça o qto quisesse. Eu bobinha acreditei que ele gostava de mim e acabei caindo da lábia dele, sempre me pedia doces e eu dava, achando que ele era bom por me dar atenção. Acabei descobrindo que mentia da pior forma, ao ouvi-lo dizer aos outros que pra me pegar ele teria que ficar com todos os doces da semana e que ainda seria pouco. Ali comecei a acredita que não merecia ser admirada como mulher e de alguma forma me tornei minha pior inimiga. Mas por outro lado, algo dentro de mim nunca desistiu de procurar mudar e eu ainda acho que vou encontrar alguém que vai me aceitar com naturalidade e amor.


    Já bem mais velha, gostei de vários rapazes, mas nunca tinha coragem de me declarar. Aos 29 anos me apaixonei por um colega e depois de três anos de amor platônico, comecei a me corresponder com ele pela internet. Ficamos íntimos, então me enchi de coragem e me revelei para ele numa bela tarde de sábado. Disse quem era e que também estava ansiosa para encontra-lo. Adivinha o que aconteceu? Qdo. soube que eu era a menina da carta o cara tratou de sair fora e desapareceu aos poucos. De lá pra cá pouca coisa mudou, hoje quase 10 anos depois, ainda estou só. Tenho enorme dificuldade em ir a festas e eventos sociais, mas por questões profissionais as vezes eu participo de uma coisa ou outra. Profissionalmente sou “graças a Deus” muito bem sucedida. Mas isto não mudou muito minha insegurança com relação aos homens. Tenho medo, acho que todos me acharão feia e desinteressante. Como sou tímida e caseira, meu papo é muito diferente do que os homens de hoje gostam nas mulheres. E por não ter nenhuma experiência no mundo sexual não tenho como me insinuar muito. Alguns colegas já externaram que me acham muito fechada. Mas não sei como agir diferente, tenho medo de ser ridícula, de comprometer meu trabalho e acima de tudo de sofrer de novo a dor da rejeição sozinha.
    Feridas do coração são por si extremamente dolorosas, mas cura-las sozinha é algo ainda pior.
    Mas no fundo ainda guardo tanta esperança no coração e agora encontrando este blog de certa forma me sinto melhor. Sabe que nunca pensei que poderia contar sobre isso para alguém? Obrigada

    ResponderExcluir
  93. ( PARTE 1 DO TEXTO)
    Realmente tem muitas pessoas com características semelhantes da minha vida. Depois cada um de nós pensa que somos moicanos nesse mundo (indígenas extremamente raros na américa do note).
    Sou homem heterossexual eu sou muito bonito sou alto 1.90m 70ks inteligente 27 anos olhos castanhos , branco, magro modelado, signo de libra ( signo do amor) profissão (professor)comunicativo muito hahaha...mas eu sou muito sozinho e tímido para chegar em alguém, e olha que eu tenho público de até mais de 40 pessoas viu . Em minha vida eu tive poucas oportunidades de me relaciona-me. Eu beijei umas 7 vezes e 2 selinhos, beijei aos 20 anos (sou virgem). Aqui vou conta uma historia que muitos vão gostar acreditem! Apaixonei-me pela primeira vez aos 10 anos em uma escola por uma menina de óculos meio loira, mas nunca tive coragem de chegar nela, eu lendo mais nesta escola q eu tive muito bullying também. Se passaram uns anos (2 anos 1997) e conheci uma garota muito especial em uma instituição de idosos, onde ela trabalhava com a mãe (ajudante) faxineiras e eu era voluntário na casa de menores para uma Freira católica, onde pertencia as instituições.eu alguns trabalhos de carregar cestas de alimentos e outros objetos para a freira. Com o tempo de sobra eu ficava espionando na fresta das portas a aquela garota linda e ela também, mas o tempo passou e nada aconteceu até q ela saiu do trabalho de ajudante da mãe de faxineira por se de menor, na época (ela 10 e eu 12 anos) 1997, fiquei muito triste até com remorso de nunca encontrá-la, até que em no segundo semestre de 2004 encontrei ela (7 anos depois). No começo era uma garota muito bonita com um menininho do lado, eu fique olhando fixamente e de repente ela sai depressa e o garoto chama pelo nome dela subitamente em uma subida da rua.
    Espera keity!
    Eu escutei e congelei pesando se era ela mesma, a garota q eu nunca tido esquecido! Depois de 7 anos sem esquecer dela, aquilo ficou na minha consciência e querendo saber da verdade eu decidir e fui atrás dela. Mas adiante eu parei e chamei atenção dela e perguntei se o nome dela era keity ,ela .
    - Sim!
    E da mãe dela se era Elena? (nuca esqueceu o nome da mãe dela)
    - sim!
    [:o] Deixou eu bem supresso mas mantive-me calmo e tirei um papo um tanto rápido e ela também, pois tinha q levar o sobrinho dela pra outra casa de um parente (o garotinho) já estava anoitecendo, ali mesmo falei do tempo q ficávamos olhando uns ao outo.. Então não perdi tempo e perguntei se ela gostaria de ficar comigo ( foi um tanto rápido e inesperado mas falei assim mesmo vai saber uma outra oportunidade né )mas um tanto tímida ela disse q NÃO, eu insistir e a mesma resposta N. O bom é q ela tinha dado e endereço de onde ela estava ficando da casa da vó onde ela estava no momento. Depois q ela foi embora fui à igreja (católica q estava do lado) rezei e agradeci pelo destino ter colocado uma oportunidade desta (raro não!)nem fui pra a escola no período noturno q eu estudava. Eu acabei de achar a casa da avó dela e lá acabei fazendo amizade com a mãe dela q já conhecia quando eu era pequeno e ela me reconheceu, ainda bem! E a vó. Depois várias conversas até q apareceu com sua s irmãs e eu todo tímido, mas mostrei a postura e fiquei firme em um lugar desconhecido com pessoas desconhecidas e a garota dos meus sonhos ali. Sem brincadeira pessoal, dentre das conversas a mãe dela me perguntou se eu era virgem e falei q sim { até hoje: ( } e ela falou q a keity q estava do lado era também! Depois de um tempinho todo mundo foi embora e eu.

    ResponderExcluir
  94. ( PARTE 1 DO TEXTO)
    Realmente tem muitas pessoas com características semelhantes da minha vida. Depois cada um de nós pensa que somos moicanos nesse mundo (indígenas extremamente raros na américa do note).
    Sou homem heterossexual eu sou muito bonito sou alto 1.90m 70ks inteligente 27 anos olhos castanhos, branco, magro modelado, signo de libra ( signo do amor) profissão (professor)comunicativo muito hahaha... mas eu sou muito sozinho e tímido para chegar em alguém, e olha que eu tenho público de até mais de 40 pessoas viu . Em minha vida eu tive poucas oportunidades de me relaciona-me. Eu beijei umas 7 vezes e 2 selinhos, beijei aos 20 anos (sou virgem). Aqui vou conta uma historia que muitos vão gostar acreditem! Apaixonei-me pela primeira vez aos 10 anos em uma escola por uma menina de óculos meio loira, mas nunca tive coragem de chegar nela, eu lendo mais nesta escola q eu tive muito bullying também. Se passaram uns anos (2 anos 1997) e conheci uma garota muito especial em uma instituição de idosos, onde ela trabalhava com a mãe (ajudante) faxineiras e eu era voluntário na casa de menores para uma Freira católica, onde pertencia as instituições.eu alguns trabalhos de carregar cestas de alimentos e outros objetos para a freira. Com o tempo de sobra eu ficava espionando na fresta das portas a aquela garota linda e ela também, mas o tempo passou e nada aconteceu até q ela saiu do trabalho de ajudante da mãe de faxineira por se de menor, na época (ela 10 e eu 12 anos) 1997, fiquei muito triste até com remorso de nunca encontrá-la, até que em no segundo semestre de 2004 encontrei ela (7 anos depois). No começo era uma garota muito bonita com um menininho do lado, eu fique olhando fixamente e de repente ela sai depressa e o garoto chama pelo nome dela subitamente em uma subida da rua.
    Espera keity!
    Eu escutei e congelei pesando se era ela mesma, a garota q eu nunca tido esquecido! Depois de 7 anos sem esquecer-se dela, aquilo ficou na minha consciência e querendo saber da verdade eu decidir e fui atrás dela. Mas adiante eu parei e chamei atenção dela e perguntei se o nome dela era keity, ela.
    - Sim!
    E da mãe dela se era Elena? (nuca esqueceu o nome da mãe dela)
    - sim!
    [:o] Deixou eu bem supresso mas mantive-me calmo e tirei um papo um tanto rápido e ela também, pois tinha q levar o sobrinho dela pra outra casa de um parente (o garotinho) já estava anoitecendo, ali mesmo falei do tempo q ficávamos olhando uns ao outo.. Então não perdi tempo e perguntei se ela gostaria de ficar comigo ( foi um tanto rápido e inesperado, mas falei assim mesmo vai saber outra oportunidade né,)mas um tanto tímida ela disse q NÃO, eu insistir e a mesma resposta N . O bom é q ela tinha dado e endereço de onde ela estava ficando da casa da vó onde ela estava no momento. Depois q ela foi embora fui à igreja (católica q estava do lado) rezei e agradeci pelo destino ter colocado uma oportunidade desta (raro não!)nem fui pra a escola no período noturno q eu estudava. Eu acabei de achar a casa da avó dela e lá acabei fazendo amizade com a mãe dela q já conhecia quando eu era pequeno e ela me reconheceu, ainda bem! E a vó. Depois várias conversas até q apareceu com sua s irmãs e eu todo tímido, mas mostrei a postura e fiquei firme em um lugar desconhecido com pessoas desconhecidas e a garota dos meus sonhos ali. Sem brincadeira pessoal, dentre das conversas a mãe dela me perguntou se eu era virgem e falei q sim { até hoje: ( } e ela falou q a keity q estava do lado era também! Depois de um tempinho todo mundo foi embora e eu.

    ResponderExcluir
  95. ( PARTE 1 DO TEXTO)
    Realmente tem muitas pessoas com características semelhantes da minha vida. Depois cada um de nós pensa que somos moicanos nesse mundo (indígenas extremamente raros na américa do note).
    Sou homem heterossexual eu sou muito bonito sou alto 1.90m 70ks inteligente 27 anos olhos castanhos, branco, magro modelado, signo de libra ( signo do amor) profissão (professor)comunicativo muito hahaha... mas eu sou muito sozinho e tímido para chegar em alguém, e olha que eu tenho público de até mais de 40 pessoas viu . Em minha vida eu tive poucas oportunidades de me relaciona-me. Eu beijei umas 7 vezes e 2 selinhos, beijei aos 20 anos (sou virgem). Aqui vou conta uma historia que muitos vão gostar acreditem! Apaixonei-me pela primeira vez aos 10 anos em uma escola por uma menina de óculos meio loira, mas nunca tive coragem de chegar nela, eu lendo mais nesta escola q eu tive muito bullying também. Se passaram uns anos (2 anos 1997) e conheci uma garota muito especial em uma instituição de idosos, onde ela trabalhava com a mãe (ajudante) faxineiras e eu era voluntário na casa de menores para uma Freira católica, onde pertencia as instituições.eu alguns trabalhos de carregar cestas de alimentos e outros objetos para a freira. Com o tempo de sobra eu ficava espionando na fresta das portas a aquela garota linda e ela também, mas o tempo passou e nada aconteceu até q ela saiu do trabalho de ajudante da mãe de faxineira por se de menor, na época (ela 10 e eu 12 anos) 1997, fiquei muito triste até com remorso de nunca encontrá-la, até que em no segundo semestre de 2004 encontrei ela (7 anos depois). No começo era uma garota muito bonita com um menininho do lado, eu fique olhando fixamente e de repente ela sai depressa e o garoto chama pelo nome dela subitamente em uma subida da rua.
    Espera keity!
    Eu escutei e congelei pesando se era ela mesma, a garota q eu nunca tido esquecido! Depois de 7 anos sem esquecer-se dela, aquilo ficou na minha consciência e querendo saber da verdade eu decidir e fui atrás dela. Mas adiante eu parei e chamei atenção dela e perguntei se o nome dela era keity, ela.
    - Sim!
    E da mãe dela se era Elena? (nuca esqueceu o nome da mãe dela)
    - sim!
    [:o] Deixou eu bem supresso mas mantive-me calmo e tirei um papo um tanto rápido e ela também, pois tinha q levar o sobrinho dela pra outra casa de um parente (o garotinho) já estava anoitecendo, ali mesmo falei do tempo q ficávamos olhando uns ao outo.. Então não perdi tempo e perguntei se ela gostaria de ficar comigo ( foi um tanto rápido e inesperado, mas falei assim mesmo vai saber outra oportunidade né,)mas um tanto tímida ela disse q NÃO, eu insistir e a mesma resposta N . O bom é q ela tinha dado e endereço de onde ela estava ficando da casa da vó onde ela estava no momento. Depois q ela foi embora fui à igreja (católica q estava do lado) rezei e agradeci pelo destino ter colocado uma oportunidade desta (raro não!)nem fui pra a escola no período noturno q eu estudava. Eu acabei de achar a casa da avó dela e lá acabei fazendo amizade com a mãe dela q já conhecia quando eu era pequeno e ela me reconheceu, ainda bem! E a vó. Depois várias conversas até q apareceu com sua s irmãs e eu todo tímido, mas mostrei a postura e fiquei firme em um lugar desconhecido com pessoas desconhecidas e a garota dos meus sonhos ali. Sem brincadeira pessoal, dentre das conversas a mãe dela me perguntou se eu era virgem e falei q sim ( até hoje:( ) e ela falou q a keity q estava do lado era também! Depois de um tempinho todo mundo foi embora e eu.

    ResponderExcluir
  96. (parte 2 do texto)cot...
    Terminando a história:- --------------------

    Eu conseguir o telefone dela e durante 1 mês eu ligava 1 ou 3 vez por semana, pra não encher o saco e respeitar né. Mas as ligações não tinha sentido, era eu q ligava e falava, eram mais ou menos 1 á 3 minutos e olha q eu falava mais. Durante esse tempo ela nunca ligou pra mim. Até q um dia ela por telefone falou q estava namorando! (engana q eu gosto) eu fique acabado chorai como uma criança e fui caminhar por toda a minha região onde eu moro para refletir. Fui à casa da avó dela, onde eu estava fazendo visitas no portão dela para saber mais um pouco sobre a keity e ela disse q ela não estava namorando com niquem ......assim como eu suspeitava. Bom.....sei q a pesquisa q fiz com a vó dela que me contou um pouco dela ela é muito tímida ,os relacionamentos não duram muito tempo, não gosta de muitos abraços e carinhos, não gosta de sair com as amigas, só fica em casa dela q fica muito longe da minha região, etc...

    Eu cheguei há vela umas 3 vezes durante 2ºsem.. de 2004 e nunca mais. Com algum tempo eu trocava umas ideias com a vó dela. E sabe, ela é minha mina dos meus sonhos, mas só nos meus sonhos, na vida real não representa nada. Pois não vejo um objetivo nela de, trabalhar é isolado, solta de companheirismo, respeito, humildade, amor, etc. apesar de tudo da história eu agradeço o destino por ter dado uma oportunidade de ver como ela é... A última noticia q eu tenho é de 2º sem.. 2011 ela ganhou um menininho (ela é mãe) e está feliz. Bom pra ela e q seja feliz.
    Espero terem gostado da minha grande história, pois historias assim é como uma novela.......

    ResponderExcluir
  97. A imagem do "Virgem de 40 anos" me fez pensar... ainda faltam 11 anos.

    ResponderExcluir
  98. Aqui estou para deixar meu depoimento.. Bem, eu também ao contrário de muitos não tenho problemas com aparência. Quando era adolescente tive problemas com isso, até sofri bullying,que não é algo tão anormal de ser ver em nossa sociedade.. Tinha baixa auto-estima mas era por outras razões. Mudei para melhor a aparência.. sou loira, magra e um pouco baixa,(tenho 1,60m), 24 anos e ainda aparento ser 5/6 anos mais jovem. Nunca me relacionei.
    Meus problemas então na realidade foram outros.. Tive anorexia na adolescência, inciei o uso de anti-depressivos nessa época(adolescência) e usei-os por um bom tempo. Parei, com a ajuda de um tratamento específico. Foi uma vida complicada e de certa forma os fatores, situações sempre impediram que eu me relacionasse. Tinha um bloqueio assim como muitos aqui e minha timidez sempre presente. Ainda sempre estudei em locais onde haviam mais mulheres e poucos homens, principalmente na faculdade, sem chances de conhecer meninos. Sempre tive poucos amigos e dificuldade para fazer amizades, o que me prejudicou bastante de modo que não tenho vida social.
    De um tempo para cá tenho mudado muito nesse sentido mas ainda assim nada aconteceu. Consegui livrar-me de certos tabus e idéias pré-concebidas que me aprisionavam. No momento consigo dizer o que sinto quando estou interessada.. mesmo que demore um pouco,(não muito). Acabei ficando um pouco cara de pau ultimamente e se quero uma pessoa tento me esforçar e demonstrar interesse. Acho que é melhor tentar do que não fazer nada e se o cara me rejeitar, como já aconteceu, não levo tão a sério como se fosse a pior coisa do mundo. Não é tão complicado quanto se percebe:é preciso entender que a pessoa pode não querer, não porque você seja feio, desagradável ou chato e sim simplesmente porque não sente "aquele sentimento" que deseja ou que é esperado. Melhor assim do que alguém querendo tirar proveito da situação de alguma forma.
    O que quero dizer é que não há outra solução a não ser ir atrás e correr certos "riscos". Comecei a cair na real e a fazer isso (há pouco) pois o tempo está passando e não adianta ficar esperando as coisas acontecerem. Uma hora ou outra algum resultado obterei ou ao menos poderei afirmar que tentei. Não é difícil um homem se interessar por mim. O difícil é encontrar alguém bacana,que queira algo sério realmente e que respeite o seu modo de ser. Quando digo "ir atrás" é na verdade proporcionar oportunidades tipo: curso, academia ou até um site de relacionamentos. Do contrário um namorado(a) não vai bater na sua porta...
    Homens tem de entender que é algo pré-determinado biologicamente o fato de irem "à caça"(no sentido verdadeiro da expressão), é mais difícil mulheres tomarem essa atitude por isso sim o esforço tem ser maior e a "cara de pau" mais ainda.
    No meu caso nas vezes que começaram a aparecer mais "interessados" sempre havia algum problema que impedia. Nos últimos 3 anos minha vida desandou com essa estórias, mas ainda foram poucas pessoas. Acredito que eu acabava atraindo mesmo essas situações porque ainda não conseguia no fundo me relacionar, ainda precisava me libertar de muitas coisas. Antes de tudo é preciso procurar entender sua própria condição e tentar analisar formas de alterá-la. Como/Porque/Oque da situação em si.Depois disso é preciso agir muitas vezes independentemente das consequência, será um alívio ter controle sobre isso.
    Lembrem-se: a prática, práxis, vem antes de qualquer coisa(teoria). Então é preciso partir para tentativa (e erro, se for o caso) antes de chegar ao objetivo final. Não pode ter medo ou receio, tem que ir eliminando-o.. não há outra saída. Uma das coisas é tentar não pensar muito e agir, deixar-se levar pelo impulso quando achar necessário. É isso que estou tentando fazer, mesmo que aos poucos.
    Deixo meu email,disfarçado ;) para quem quiser add ma_winsley@hotmail.com

    ResponderExcluir
  99. tenho 25 e nunca beijei mas já tranzei num putero!

    não sou feio,pelo contrario

    não sou tímido mas sou extremamente orgulhoso
    eu não acho que o homen que tem chegar na mulher.

    acredito que tem que ser os 2 com troca de olhares

    por isso até hoje não beijei ninguem e pretendo continuar assim até que nossa sociedade mude

    caso não mude vou continuar indo no puteiro!

    ResponderExcluir
  100. @jacquescum

    Parte 1

    Estava eu procurando no Google: "fui ao puteiro 2x e não consegui ter ereção" quando achei esse blog aqui. Li todo o texto e me identifiquei muito, bastante com ele exceto na parte que fala do medo de levar um fora, isso nunca esteve presente em minha vida. Mas todo o resto acontece tudo exatamente igual. Vou me apresentar.
    Sou um homem de 27 anos, quase 28 (mês de junho está chegando), 1,71m, magro, heterossexual, virgem (nunca transei), conheço o corpo de uma mulher completamente (já toquei e experimentei fazer sexo oral em algumas mulheres) nunca tive namorada, apenas ficantes, já beijei e muito. Não aparento a idade que eu tenho, aparento na verdade ser bem mais novo e acho que isso é um problema pra mim. Há pessoas que já chegaram a dizer que tenho 18 anos. Achei um exagero, mas tudo bem. Gosto muito de mulher, da conversa, do jeito, da companhia, do corpo, enfim. Como nunca tive namorada, sigo virgem por aí sempre disfarçando para que as pessoas do meu convívio não percebam. Ainda na infância, descobri sozinho como eram feitos os bebês lendo, desbravando um atlas e depois um livro de anatomia que tinha lá em casa e que era da minha tia. Acho que tinha uns 10 anos. Mais tarde, fui descobrindo a pornografia para saber/ver como era a relação entre um homem e uma mulher. Primeiro via revistas e após muito tempo passei a ver filmes. Sempre gostei muito de estudar, de ler, de brincar. Sempre fui comunicativo e nunca tive problemas de estabelecer contato com as pessoas. Conheci ainda na adolescência o que é o beijo e como é se interessar por uma garota. Ao longo do tempo fui me interessando pelas meninas da escola (estava no 2º grau), mas percebia que as coisas não funcionavam tão bem comigo quanto com meus amigos. Apesar de eu demonstrar interesse, as garotas não davam à mínima pra mim. Continuei com minha vida de estudo, sempre fui muito estudioso queria fazer vestibular e precisei estudar bastante pra passar pois o meu ensino médio deixou um pouco a desejar. Fui fazer cursinho em outra cidade. Lá gostei da turma, me enturmei rápido. Conheci uma menina foi a única pessoa nessa vida que fez meu coração bater mais forte. Só que ao me declarar, ela disse que não queria ninguém pois seu coração já tinha sido dado a alguém. Não quis entrar em detalhes e fiquei muito decepcionado com a situação. O tempo foi passando, passei no vestibular. Tentei namorar uma menina que sempre viajava comigo todos os dias ao cursinho. Decepcionei-me de novo, pois ela só me via como amigo. Já estava com 19 anos. Até aí eu ainda não estava tão preocupado em iniciar-me sexualmente, pois pensava que na hora certa com a pessoa certa tudo iria acontecer de modo natural. Ao entrar na universidade, me deparei com um mundo novo de possibilidades: novas pessoas, novos lugares para frequentar. Morava sozinho e eu mesmo fazia as coisas em casa e controlava meus horários. Posso dizer que soube aproveitar bem os quatro anos de curso que cumpri junto de meus colegas de faculdade. Nunca me sentia completamente só, mas o sentimento que as coisas não iam tão bem batia forte às vezes. Por alguma razão que desconheço, nem eu nem meus colegas falávamos de paquera, namoro ou sexo. Cada um tinha suas vidas fora dali e é como se não interessasse ao outro ficar sabendo dos detalhes. Fui vivendo assim nesse período, sempre ouvindo pressões da família por não ter arrumado nunca uma namorada e ao mesmo tempo me cobrava por isso não ter acontecido. Meus primos, por exemplo, sempre me questionavam se eu levava mulheres para o apartamento em que morava eu sempre era convincente na explicação dizendo que rolava muito sexo. Eu me sentia então muito mal por isso, pois sabia que não era verdade, que o que dizia era apenas uma imagem que estava apresentando às pessoas...

    ResponderExcluir
  101. @jacquescum

    Parte 2

    Começaram então comentários maldosos por parte de colegas do trabalho da minha mãe tipo: “ele é diferente, né; ou ainda, “nunca vi ele com nenhuma menina”!”. Esses comentários não passavam de insinuações sobre minha sexualidade. Minha mãe sempre rebatia esse comentários dizendo que eu tinha me dedicado muito aos estudo por isso estava só esperando a pessoa certa. Eu ficava sabendo disso tudo por ela e quando alguém mais velho me questionava sobre tal assunto dizia sempre o mesmo. Fui morrendo um pouco por dentro pois não conseguia sair dessa situação de solidão e por ver meus colegas de ensino médio já alguns casados. Outros tinham engravidado a namorada e eu com aquele sentimento de ter ficado pra trás. Mas para todos que me conheciam, eu sempre me mostrei muito extrovertido, brincalhão, esperto e até mesmo experiente com as mulheres. Nunca demonstrava meu sofrimento para ninguém. Saí muito nesse período: muitos barzinhos, forrós, pizzarias com a turma. Foi um período bom não posso negar. Terminei a faculdade, entrei direto num mestrado pois não queria perder tempo e estudar até o último nível era o meu objetivo. Nesse período, a turma de mestrado já era outra, mais social, mais madura. Continuei com minha vida de farsa. Nesse período quando questionado sobre ter namorada, já tinha me “vacinado” e endurecido o coração contra o sofrimento e dizia: “que nada, estou curtindo a vida de solteiro”. Eu fazia as pessoas me verem como um cara bem experiente. Continuei levando uma vida social com essa turma. Já bebia mais nesse período. Daí vieram os experimentos do mestrado que me consumiam todo o tempo e já não mais tinha tempo de me dedicar à vida social. Terminado o mestrado e movido pelo desejo de emendar os estudos, fiz doutorado onde estou agora na metade. Logo que entrei surgiu uma possibilidade de viajar para fora do país e precisei entrar em um curso de língua francesa. Na minha cabeça tinha que acelerar o meu processo de amadurecimento sentimental/sexual o mais rápido possível, uma vez que não poderia viajar para outro país sem ter “me resolvido” de nenhuma maneira. Dessa vez fui movido por um sentimento de mudança muito grande. Queria mudar meu comportamento para menos “certinho”, me vestir melhor, mais descolado. Passei a me dedicar a comprar algumas roupas e a investir mais no externo, pensando que o “defeito” estava lá. Agora tinha duas turmas: a da universidade e a do curso de francês. Essa última, como era gente de todos os níveis e escolaridades me abriu a visão de mundo. Eu pude fazer mais amizades, mas nenhuma me possibilitou resolver meu problema. Começei então a fumar e a beber cada vez mais, pois achava que precisava de uma mudança radical de atitudes para que as pessoas me vissem como “normal” e se interessassem por mim. Fumava escondido dos meus pais. Resolvi comprar um carro. Fiz pesquisa de preço, financiamento tudo sozinho sem ajuda de meus pais. No início a compra foi justificada por questões de segurança e de melhoria na locomoção. Mas logo logo, surgiu a ideia de que o carro seria meu “facilitador” para ser melhor percebido e para “pegar mulher”. Começei a sair frequentemente. Todos os fins de semana eu arrumava um lugar pra sair. Só ou acompanhado de uma colega do curso de francês. Bebia muito, mas muito mesmo. Em casa só, dia de sábado já começava a beber à tarde para sair à noite já “calibrado” como dizia. Saía e só voltava de manhã. Gastei muito nesse período, em torno de R$ 11.000,00 foram por ralo a baixo em boates, shows, festas, restaurantes, bebidas, roupas, sapatos, bonés, combustível, equipamentos eletrônicos, etc. Comprava tudo que pudesse melhorar minha imagem e me fazer um cara melhor. Entrei em um empréstimo para pagar as dívidas e foi bem pior, pois não consegui arcar com as despesas...

    ResponderExcluir
  102. @jacquescum

    Parte 3

    Fui ficando desesperado ao me ver em uma bola de neve financeira causada pela minha imaturidade com meu nome no SPC/SERASA. A felicidade foi que uma tia minha, comovida com a situação, arcou com a dívida e a quitou toda de uma só vez. Hoje ainda pago à ela as prestações dessa dívida. Nesse período ao sair só teve dias que conheci gente legal, teve outros que não falei uma só palavra. Quando saía com minha colega, tentava me aproximar mais dela, a fazer dela não apenas minha amiga mas ela sempre se esquivava e nunca facilitou as coisas entre nós. Chegou um período que ia para balada mal, me sentindo só, querendo ver gente bonita, querendo fazer parte do mundo e do que acontecia nele e voltava pior me sentindo um lixo, escanteado, inferiorizado. Fui me sentindo cada vez menor principalmente diante daqueles caras que se mostravam bem resolvidos sentimental/sexualmente. Passei a comparar minha vida com a desses homens que me cercavam, que estavam no meu convívio. Olhava por exemplo pra vida de um primo meu que tinha 2 namoradas e me sentia menos que ele questionando porque também não podia ser igual comigo. Fui piorando cada dia mais, chegando ao ponto de me reclamar da vida que construí pra mim. Tinha cansado de ser o certinho, o que estuda muito, o que pensa no futuro. Queria viver o presente e muito bem vivido pois a sensação que o tempo tinha passado e estava passando era forte demais. Dizia que se soubesse que teria que passar por toda essa solidão, essa dificuldade de encontrar alguém que se interessasse por mim, preferiria não ter estudado, ter ido até o 2º grau e ter ido trabalhado no comércio por exemplo. Foi o período em que eu me comparava com todos que eu via. Resolvi comprar um simulador sexual chamado Fleshlight. Comprei uma vagina e também um anus e durante muito tempo foi esse meu vício. Já não me masturbava mais usando as mãos. Apenas a Fleshlight e lubrificante. No começo até que foi bom, diferente. Depois passei a me cobrar se iria permanecer “comendo buceta de plástico” a vida inteira. Passei fazer pesquisa no Google sobre perda da virgindade masculina tardia e fui encontrando muitos casos parecidos e até bem piores que o meu na internet. Isso me fazia bem e mal ao mesmo tempo. Bem porque via que não estava só na situação caótica que eu vivia no mundo. Mal porque eu lia vários relatos e ia me sentindo cada vez pior e sozinho pois não podia dividir com ninguém e nem o Google podia conversar comigo. Em um dos relatos que eu li, um me chamou a atenção. Era de um cara de 28 anos que após se sentir só durante muito tempo na vida resolveu ir num puteiro pra iniciar sua vida sexual com uma garota de programa. Ele não teve sucesso durante três tentativas e não sei se ele já resolveu sua situação. Ele simplesmente não conseguia ter uma ereção. Pensava que era porque era apenas ansiedade da parte dele e resolvi tomar o relato dele como exemplo e procurar uma GP para transar. No Google eu procurava os lugares onde tinham estéticas, casas de massagem, acompanhantes. Conheci o GPguia, site especializado no assunto. Lia todos os relatos dos membros do fórum sobre as GPs e como eram as transas, pois nesse site é para tudo ser tido fielmente como aconteceu. Isso se tornou mais um vício meu nesse período. Outro vício que se acentuou foi o uso da pornografia na internet aliada ao uso das minhas Fleshlights. Com uma internet rápida então permanecia horas me dedicando à pesquisa e ao download de vídeos pornô. Passei a fazer “pesquisa de campo” dos puteiros. Sempre ia a pé rondava o lugar, mas nunca entrava. Tinha medo de não conseguir dar conta do recado e de me deparar com uma situação embaraçosa. Em uma de minhas saídas eu resolvi ir a uma festa alternativa, nessas que o público é bem diversificado em gênero. Ao chegar ao local e me deparar com os casais homossexuais masculino e femininos fiquei chocado e me questionei o que estava fazendo ali...

    ResponderExcluir
  103. @jacquescum

    Parte 4

    No entanto permaneci na minha até quase o fim da festa quando um cara me abordou e me convidou pra ir até a casa dele. Como ele já era acostumado nessa vida de sair com homens, ele queria que eu fosse o ativo da situação mas não consegui por momento nenhum ter uma ereção. Acabei sendo o passivo da situação. Pensava que já que estava na chuva o melhor era se molhar. Depois disso passei duas semanas terríveis onde em todos os momentos me arrependi amargamente da situação que procurei. Me culpava o tempo inteiro por ter ido a um lugar permissivo demais como aquela festa. Fui ficando cada vez pior, ao ponto de pensar em acabar com tudo e tirar minha vida. Não tinha em momento nenhum da vida tendências homossexuais e agora com esse acontecimento eu não entendia o porque de tudo estar acontecendo. Após um período de quase depressão fui levado a um terapeuta que me indicou outro para fazer psicoterapia. Era um dos melhores terapeutas de minha cidade. Durante 3 meses estive indo toda semana ao terapeuta. Era daquelas sessões em que você fala fala fala e ele só escuta escuta escuta. Compreendi nesse tempo que essa minha relação homossexual só aconteceu, pois eu tinha complexo de inferioridade afetiva e sexual e que no período em que ocorreu eu estava querendo ser desejado, percebido não importava por quem. Encontrei também a resposta da questão da solidão e vazio que sentia por muito tempo bem como a necessidade de mudança. Foram condições de disfarce que eu criei para me adaptar às atividades que existem no mundo que propiciaram todo esse desconforto. Encerrei a terapia, pois já me sentia bem melhor, com mais vontade de encarar novos desafios e de recomeçar uma vida sem conflitos, pois já tinha esclarecido muita coisa na minha cabeça confusa. Voltei às atividades na universidade. Procurei uma GP para iniciar a vida sexual. Fui movido pela ideia de que para mudar uma situação se deve sair da zona de (des)conforto onde se está. Na primeira ida a uma casa de massagem, não fiquei nervoso. Entrei sossegado e depois da explicação sobre os serviços da casa a GP foi tirando a roupa dela e a minha e primeira mente me deu um banho. Após isso fui a uma massagem relaxante e na hora onde tudo deveria estar funcionando muito bem, o pau não subiu apesar das inúmeras tentativas por parte minha e dela. Paguei, disse que tinha sido a primeira vez da minha vida com uma mulher e saí me sentindo mal pela vergonha que passei, mas ao mesmo tempo aliviado de pelo menos ter conhecido de perto, de ter tocado de ter acariciado uma mulher. Dei um tempo em procura GP, mas sempre disposto a mudar de vida, pois já que não tinha uma vida afetiva pelo menos ia ter uma vida sexual. De um tempo desses pra cá, já não tenho mais vida social ativa, continuo sem amigos convivendo apenas com os colegas de estudo/trabalho e família. Procurei me dedicar a uma atividade em que pudesse me sentir útil e importante pra alguém. Participo hoje de uma atividade de educação infantil onde tenho conhecido muita gente legal que tem me feito ter vontade de permanecer fazendo o bem, de ser um cara certo, legal, honesto. Não posso negar que ainda sinto um vazio na alma imenso, uma carência afetiva, um desejo de ter uma companheira fiel e dedicada ao meu lado e mais: de ser um companheiro dedicado, zeloso com minha parceira. Além disso, o meu desejo sexual tem aumentado muito ultimamente, o que me fez procurar uma GP novamente e tentar praticar o que ainda não havia tido sucesso. E novamente não consegui a ereção. Fiz de tudo para conseguir. Não estava pensando em nenhum problema. Nem na minha vida sentimental nem em nada. Procurei me entregar ao momento e aproveitar ao máximo, pois o que estava buscando ali era apenas o prazer, o sexo. Ela também fez de tudo, mas não funcionou. Ela foi bastante compreensiva nesse sentido, estava empenhada em sanar meus grilos e me fazer subir o pau. Ultimamente consultei até um urologista antes dessa broxada para verificar como andava minha saúde sexual. Fiz exames e foi constatado que tudo está normal...

    ResponderExcluir
  104. @jacquescum

    Parte 5

    Procurei então novamente uma GP, pois fui movido por um sentimento de saúde, de que tudo está bem e de que tudo pode mudar, passar, que bastava eu querer que a situação se invertesse. Não foi bem assim. Agora eu estou aqui com minha cabeça dando reviravoltas, chorando quase a todo instante, deprimido, triste, pra baixo, me sentindo impotente no sentido físico e emocional da coisa e sentindo toda dor de não poder exercer minha função de homem que está tão perfeita organicamente falando. Penso que o que me prejudicou todo esse tempo foi assistir filmes pornográficos demais, o que me fez acomodar e a fazer a cabeça pensar que sexo se resume só naquele momento eu, o computador e a Fleshlight. Fico sem saber como devo agir agora. Se devo continuar como estou. Se devo procurar ajuda de um psicólogo. Ou ainda se devo me deixar mover pelo sentimento de PARA CONSEGUIR O QUE VOCÊ NUNCA CONSEGUIU, TEM QUE FAZER COISAS QUE NUNCA FEZ e depois tentar novamente com uma GP em um novo momento pois errando ou acertando uma hora vai ter que acontecer. Fiz aqui um desabafo. Contei tudo em detalhes o que aconteceu comigo. Meus pais são cientes de tudo que aconteceu e eu já pedi ajuda a eles várias vezes. Ou melhor, não sei o que faria sem todo o apoio que eles tem me dado. Eles já me ajudaram muito. Mas é chegada uma hora que você tem que aprender a caminhar sozinho com suas próprias pernas pois não há quem aguente ajudar uma pessoa que não consegue resolver um problema. É o que tem acontecido. Meu pai um dia desses me viu chorando e já interpretou errado minha atitude achando que eu queria voltar a vida desregrada como vi certo tempo atrás. Deixei então bem claro que se estava desconfortável com a situação atual não era visando voltar pra condição anterior mas sim ir em busca da solução de um problema sem fim na minha vida e que eu já não estava mais aguentando. Ele entendeu. Mas não vou mais pedir ajuda a ele nem a minha mãe pois parece que não tenho feito mais nada pra progredir como homem. O pior é que eu não tenho um amigo com quem possa conversar e desabafar essa barra que tenho vivido. Ainda bem que encontrei esse site com esse post cheio de depoimentos que me fez sentir que não estou sozinho nessa condição. Agradeço quem teve a paciência de ler tudo que escrevi. O texto ficou grande porque a carga psicológica que coloquei foi grande. Procurei não omitir nada da minha vida, uma vez que estou postando como anônimo.
    Apesar de minha dor emocional ser grande, ainda não perdi as esperanças. Sei que existe um Deus mais forte que eu, que você, que todo e qualquer problema que exista nesse mundo e um dia serei feliz, muito feliz com a mulher que vou encontrar e que vai gostar verdadeiramente de mim eu dela. Pode até demorar um pouco mas não deixo nunca de tentar. Acomodar nunca. Antes tarde do que mais tarde.

    ResponderExcluir
  105. @jacquescum

    Parte 1


    Estava eu procurando no Google: "fui ao puteiro 2x e não consegui ter ereção" quando achei esse blog aqui. Li todo o texto e me identifiquei muito, bastante com ele exceto na parte que fala do medo de levar um fora, isso nunca esteve presente em minha vida. Mas todo o resto acontece tudo exatamente igual. Vou me apresentar.
    Sou um homem de 27 anos, quase 28 (mês de junho está chegando), 1,71m, magro, heterossexual, virgem (nunca transei), conheço o corpo de uma mulher completamente (já toquei e experimentei fazer sexo oral em algumas mulheres) nunca tive namorada, apenas ficantes, já beijei e muito. Não aparento a idade que eu tenho, aparento na verdade ser bem mais novo e acho que isso é um problema pra mim. Há pessoas que já chegaram a dizer que tenho 18 anos. Achei um exagero, mas tudo bem. Gosto muito de mulher, da conversa, do jeito, da companhia, do corpo, enfim. Como nunca tive namorada, sigo virgem por aí sempre disfarçando para que as pessoas do meu convívio não percebam. Ainda na infância, descobri sozinho como eram feitos os bebês lendo, desbravando um atlas e depois um livro de anatomia que tinha lá em casa e que era da minha tia. Acho que tinha uns 10 anos. Mais tarde, fui descobrindo a pornografia para saber/ver como era a relação entre um homem e uma mulher. Primeiro via revistas e após muito tempo passei a ver filmes. Sempre gostei muito de estudar, de ler, de brincar. Sempre fui comunicativo e nunca tive problemas de estabelecer contato com as pessoas. Conheci ainda na adolescência o que é o beijo e como é se interessar por uma garota. Ao longo do tempo fui me interessando pelas meninas da escola (estava no 2º grau), mas percebia que as coisas não funcionavam tão bem comigo quanto com meus amigos. Apesar de eu demonstrar interesse, as garotas não davam à mínima pra mim. Continuei com minha vida de estudo, sempre fui muito estudioso queria fazer vestibular e precisei estudar bastante pra passar pois o meu ensino médio deixou um pouco a desejar. Fui fazer cursinho em outra cidade. Lá gostei da turma, me enturmei rápido. Conheci uma menina foi a única pessoa nessa vida que fez meu coração bater mais forte. Só que ao me declarar, ela disse que não queria ninguém pois seu coração já tinha sido dado a alguém. Não quis entrar em detalhes e fiquei muito decepcionado com a situação. O tempo foi passando, passei no vestibular. Tentei namorar uma menina que sempre viajava comigo todos os dias ao cursinho. Decepcionei-me de novo, pois ela só me via como amigo. Já estava com 19 anos. Até aí eu ainda não estava tão preocupado em iniciar-me sexualmente, pois pensava que na hora certa com a pessoa certa tudo iria acontecer de modo natural. Ao entrar na universidade, me deparei com um mundo novo de possibilidades: novas pessoas, novos lugares para frequentar. Morava sozinho e eu mesmo fazia as coisas em casa e controlava meus horários. Posso dizer que soube aproveitar bem os quatro anos de curso que cumpri junto de meus colegas de faculdade. Nunca me sentia completamente só, mas o sentimento que as coisas não iam tão bem batia forte às vezes. Por alguma razão que desconheço, nem eu nem meus colegas falávamos de paquera, namoro ou sexo. Cada um tinha suas vidas fora dali e é como se não interessasse ao outro ficar sabendo dos detalhes. Fui vivendo assim nesse período, sempre ouvindo pressões da família por não ter arrumado nunca uma namorada e ao mesmo tempo me cobrava por isso não ter acontecido. Meus primos, por exemplo, sempre me questionavam se eu levava mulheres para o apartamento em que morava eu sempre era convincente na explicação dizendo que rolava muito sexo. Eu me sentia então muito mal por isso, pois sabia que não era verdade, que o que dizia era apenas uma imagem que estava apresentando às pessoas.

    ResponderExcluir
  106. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  107. (anonimo do PR)sou homem tenho 22 anos e me identifikei com varios casos acima citados.Nunca fiz sexo com nimguem e nem beijei vivo na internet trancado em casa saio uma vez ao mes para ir ao mercado pagar contas cortar cabelo e fazer outras coisas essenciais para se viver no mais 29 dias trancados em casa.. ja ouvi meus vizinhos falando mal de mim mais eles nao sabem o quanto sofro o quanto isso me corrompe por dentro eles nao sabem a solidao que sinto procuro na internet saciar minha vontade que apenas é temporaria que me sacia apenas na hora em que gozo numa punheta mais depois de alguns minutos a tristeza me corroi me destoi me invade procuro desviar meus pensamentos mais nao consigo ,neste exato momento sao 3 da manha escrevo isso chorando numa tristeza terrivel porque sei que envelhecerei sozinho no mundo nesse um dia que saio no mes evito olhar pessoas se beijando fingo que nao vejo pq isso me destroi mais ainda por dentro.mulher gosta de homem que saia que se interaja que tenha vida social mais eu sou o que?um fracassado que passo dia a dia envelhecendo e sei que nunca terei mulher nenhuma na vida sinto uma tristeza profunda em pensar em chegar aos 50 anos sozinho no mundo... nao tanto pelo sexo queria uma pessoa que me amasse para compartilhar sentimentos,carinhos enfim viver.1 ou 2 vezes por ano invento em sair dar uma volta no lago que tem aqui na cidade mais isso estraga mais ainda minha vida vejo casais felizes com filhos com criancas se divertindo se amandado se beijando isso me deprime mais ainda.queria tanto que isso saisse de mim mais perdi minha auto estima a muito tempo sei que agora ja estou velho e que nenhuma mulher vai querer um kra que nem sabe fuder... no mais pelo menos se eu tivesse um amigo de verdade me sentiria melhor mais nem isso tenho é kmo se eu nao vivesse so digo uma coisa para as pessoas nao brincarem com isso nao zoarem com nimguem nessa questao de sexo pq q pessoa talvez nao demonstre na expressao mais vc pode estar matando ela por dentro pode estar destruindo a morol o interior o que foi o meu caso fica a dica pra quem gosta de brincar com isso para vc pode ser apenas uma brincadeira mais para quem esta com o problema é uma questao muito seria que dia apos dia piora

    ResponderExcluir
  108. tenho 17 anos, e tb nunca beijei, namorei nunca nada. E estranho pq tenho minhas amigas que tem namorados ou já namoraram ou que foi na balada e ficou com alguém (mais disso não posso reclamar muito pois não sou muito social prefiro ficar em casa jogando vídeo game do que sair pra balada)na maioria das vezes eu dava conselho pra eles sobre relacionamento kk como neh nunca tive um,antes eu não ligava mais agora estou querendo mt namorar, beijar etc...mais a questão e q eu sinto que não tenho auto confiança então acabo ficando solitária msm, eu sempre me achei feia muita gente discorda mais não adianta falarem e eu continuar me achando feia, mais que me incomoda msm e o peso isso me incomoda de um forma, que até quase morri por causa disso com dietas malucas e tals. Antigamente era comum pessoas de 15 ou 20 anos serem virgem, não terem namorados nem beijado, mais hoje em dia não e mt normal então as pessoas acabam te julgado se vc nunca fez isso, então eu acabo mentido se alguém me pergunta se já namorei ou beijei eu digo que sim pq eu tenho medo de ser julgada e acabar como muitas pessoas que li nos comentários(não querendo ofender). Já tentei conhecer alguém pela internet mais não e a melhor coisa pois vc não sabe se aqla pessoa que diz uma coisa na net e a mesma que diz na vida e complicado, espero que um dia possa namorar com alguém especial.

    ResponderExcluir
  109. é eu perdi minha virgindade aos 23 anos, só q eu n sou bonita, muitas pessoas aki onde eu moro me acham feia eu amo um garoto q tem a mesma idade q eu 26,, só q ele tem vergonha de mim, mas e vergonha dos amigos dele fikar zuando com a cara dele ,,,e pq onde eu moro os caras querem mulheres perfeitas, lindas demais...é eu n sou perfeitas o suficiente pra q eles me acham linda...todas as garotas da minha rua tem namorado é eu nunca namorei,, as vezes me sinto só,, fiko pensando direto nunca vou encontrar ninguem q gosta de mim do jeito q sou, vou terminar sozinha, eu choro muito com a solidão, o meu sonho e ter filhos,, mas acho q nunca vou ter.

    ResponderExcluir
  110. part 1

    Olá de novo, eu já escrevi aqui no post. Eu estou lendo e verificando alguns dias que muitos estão colocando seus sentimentos assim como o meu. Sou homem, tenho 27 anos, alto 1.90m magro 70 kg, olhos castanho bonito (claro) sou educador e moro em SP com os parentes por enquanto até compra a minha casa (se Deus quiser) moro na capital, estimável em mais de 11 milhões de pessoas apenas na capital. Apesar de ter facilidade em fala em público sou muito tímido em chegar a uma mina, apesar de que se eu ficar sabendo de uma pessoa afim de mim, desde que o amor seja correspondido eu não tenho medo e vergonha e corro atrás.
    Eu apenas beijei 6 meninas(fiquei 1 vez e um namoro que durou 48h, onde até hoje eu não sei porque a mina terminou sem mais ou menos, e um selinho.. há sou virgem. Assim como já falei nos post acimas. Tive o meu auge da minha vida em 1997 que considero época especial pois foi o ano que apaixonei (2º paixão mas a mais especial da vida) perdidamente por uma garota ela tinha 10 anos e eu 12 anos na época mas por parte da timidez de ambos nunca deu certo, e essa época era outra né pessoal, pois esse negocio de “FICAR” começou a ser conhecido por volta no ano 2000. Vi que tem casos que me deixou intrigado, onde temos pessoas ficam isoladas, pessoas em busca de relacionamentos e acabam caindo com sexos oposto e criando uma amargura profunda, depressão, tristeza quando vê um casou juntos, falta de estima pessoal e até casos estremos a falta de viver e acabar com a vida, por falta de um relacionamento ( eu sei o que é isso, já senti tudo isso menos atração por sexo oposto!:p o meu negocio é mulher viu).
    Muitos sonham de dá tudo por um dia que seja para sentir atenção e carinho. Os sentimentos faz com que as pessoas sejam diferentes de muitos animais, pois nós seres humanos temos com que ficamos felizes guando estamos acompanhada por um alguém o tempo todo.
    Esta vida que a gente leva é muito difícil, pois só que passa sabe como é. Assim quem tá em cadeira de rodas, que não tem casa, pessoas endividadas, pessoas que passa fome, etc.... Cada um tem seu problema independentemente grande ou pequeno, cada um vê o seu problema como precipício. Eu já chorei, eu já rezei, eu já fiz promessa, eu já fiz muitas coisas para que Deus me concedesse um namoro e nada! Assim como eu e vocês ficamos pesando que nós estamos passando por isso e talvez a vida toda pois fizemos algo de muito ruim em outra vida passada e que qual seria um punição tão boa adequada como essa em nossas vidas né?

    ResponderExcluir
  111. part 2

    Mas eu acredito sim em Deus e se ele faz o que está fazendo é porque sabe o faz, se um dia essa punição acabar e eu achar uma pessoa especial vou dá o maior valor e aproveitar o máximo que puder, lembrando que ninguém é dono de miguem nesta vida tá, nem os que são casados tem esse direito e que deve ter é o respeito e a lealdade um a outro. A vida que o faz somos nós e as decisões também, assim como os caminhos do bem e do mal.
    Quero deixar claro que a vida se faz com conquista, seja alegria e de decepções, e cada um de nós tem que sabe viver e deixar de ter dó de nós mesmo, pois ninguém vai ter se não nós mesmos e o tempo tá correndo, e a vida continua. E lembre-se que o sentimento de ser amado e ser desejado é a coisa mais lida e romântica que existe, um abraço um selinho, um carinho na cabeça, cochicho no ouvido não tem preço. Nada contra para quem vai ao puteiro e pagar pelo sexo, mas não é amor, carinho e compreensão que rola neste momento que é tão importante para uma ou ambas as pessoas e sim você estar com uma pessoa ao seu lado nos momentos difíceis, tristes e alegres. Um abraço um beijo um toque suave vale muito mais do que sexo, pois o VERDADEIRO SENTIMENTO é o AMOR! E o AMOR não tem preço.
    Queridos reflitam e nuca deixe de acreditarem em Deus, e agradecer tudo o que temos, pois tem pessoas passam por muitas dificuldades muito maiores do que as nossas, assim como eu disse só quem tem sabe o como é grande o seu problema.
    Viva e vivem e reflitam, pois nossas vidas são momentos e as coisas são feitas de momentos.
    Ass.......mychaell V.M

    ResponderExcluir
  112. Sou homem, tenho 23 anos e estou na mesma situação de muitos aqui.
    Não sei o que faço! Tem dias que acordo disposto a mudar minhas atitudes e pequenos resultados até aparecem; mas logo, eu já volto ao estágio inicial e fico depressivo. Gosto de estudar e tenho objetivos profissionais, por enquanto é isso que me da força pra seguir em frente.
    Acho que minhas principais dificuldades são lidar com a pressão que eu mesmo crio ao me aproximar de mulheres, baixa auto-estima e não manter um contato estável com as pessoas.

    ResponderExcluir
  113. @jacquescum

    Tomei uma decisão. Após muito sofrer com muinha situação (contei tudo aqui), resolvi que vou procurar ajuda pscoterapêutica e continuar a lutar pra sair dessa. Já não estou aguentando mais continuar do jeito que estou.

    ResponderExcluir
  114. B...

    Ao @jacquescum,

    ...gostaria de te dizer, que li toda a sua história e fiquei realmente impressionada, pois, em muitos momentos você descreveu exatamente coisas que eu também sinto, como a sensação de estar ficando pra trás, de que o tempo está passando, a inferioridade, as mentiras que a gente conta pra não ser depreciado pelas pessoas, e que por conta dessas mesmas mentiras nos sentimos muito mal, porque sabemos que não é verdade!
    A propósito, tenho 25 anos,sou mulher,estudante de Direito e passo pelos mesmos problemas que muitos aqui. Sou virgem e nunca namorei, só fiquei com 2 rapazes até hoje, o último foi em 2006 Oo.Já postei um comentário aqui ano passado, então com 24 anos, como anônimo, e desde então acompanho este site, leio todos os relatos e sei o quanto dói, costumo dizer que é uma dor na alma! Mas nenhum desses relatos me chamou tanto a atenção quanto o seu, pois como já disse você descreveu com exatidão muitas coisas que eu sinto, que eu penso e que ninguém entende. Eu acho muito bacana você procurar ajuda psicológica, é muito bom, fiz terapia por 1 ano e meio e descobri, que a mudança está dentro da gente mesmo, pois o psicólogo vai te ajudar a enxergar o problema, agora resolvê-lo depende de você. Faz alguns meses que não vou à psicóloga, e por incrível que pareça o resultado veio agora, estou me sentindo em paz,pois percebi que o amor não vai acontecer como eu sempre imaginei, que alguém iria me ver, se apaixonar por mim e me resgatar desse mar de solidão. Isso é ilusão, e por ter me desligado dessa ilusão, eu acordei e enxerguei que depende exclusivamente de mim, não é Deus que está me punindo, sou eu mesma, agora o por que disso, eu realmente não entendo. Só sei que estou tentando ser feliz à minha maneira, sem depender de ninguém sabe. Sonho em ter filhos, de preferência antes dos 30 anos, pois o tempo está passando pra mim, porém eu não sei explicar, mas eu tenho uma certeza muito grande dentro de mim de que isso vai acontecer.
    Mas, ainda que eu esteja vendo a vida de outra forma, não posso deixar o tempo se esvair mais, vou fazer alguma coisa ainda, não posso desistir de mim. Meu próximo passo é procurar ajuda espiritual, seja num centro espírita, regressão, tarot, não sei, mas vou tentar, preciso de algumas respostas, e conselhos sobre o que fazer pra sair dessa situação.
    Te desejo muita sorte na sua vida, sei que não é fácil, sei que existem momentos, principalmente agora com o dia dos namorados chegando, que a gente tem vontade de sair correndo, de tirar esse sentimento de dentro do peito e ser livre! Mas infelizmente não é simples assim, nos encolhemos, invisíveis ao mundo e a única coisa que alivia nossa alma é chorar!
    Que Deus te ilumine e sorte na sua terapia!!

    ResponderExcluir
  115. Pessoal, tem um ponto em comum em várias dessas histórias: a timidez e a ausência de vida social ativa. Se todas as pessoas trabalhadoras, honestas, inteligentes e exigentes ficam em Casa, nunca vão se conhecer. Pensem comigo: na balada só rola pegação e relacionamentos sem futuro (ou seja, para SEXO). Em outros lugares (supermercados, igrejas,clubes, universidade) não há oportunidade de conversar por tempo suficiente para conhecer alguém. Então a estragégia é a seguinte: quando ver alguém que te interessa tenta manter contato visual. Se a pessoa em questão retribuir o olhar, faça uma abordagem com um leve sorriso no rosto. Diz um oi, pergunta o nome, o que ela faz etc. No final diz que a achou interessante e quer manter contato. Pede o Tel ou MSN para conversar e marcar um encontro. O problema do timido é a autosabotagem. Se vc andar encolhido(a) por ai sem encarar as pessoas nos olhos, sem chance. Já tive problemas com isso (até os vinte e poucos anos) e hoje superei. É colocar em prática pessoal! É isso que os descolados fazem: abordam dezenas de pessoas para conseguir meia dúzia de telefones e colher os frutos disso. Relacionamentos se constróem por tentativas. Boa sorte a todos!

    ResponderExcluir
  116. Olá Olá. Tenho 18 anos e me identifiquei muito com o post, sou BV, nunca dei nem ao menos um selo e isso me envergonha muito, o fato é que eu sou feio, troll, nerd, horrivel com as mulheres, odeio balada, não gosto de dançar, pouco amigos, saio de fim de semana com meus amigos evengélicos, porém são todo homens e nos lugares que vamos não tem garotas. Aos 14 anos tive a oportunidade de beijar uma garota, mas achava ela muito feia, pensando bem agora eu noto como fui ignorante, sou feio pra caramba e queria perder o bv com uma garota bonita??? PQP em que moloque burro. Aos 16 anos, apareceram duas garotas que gostavam muito de mim, uma na vã e outra na escola, mas eu, mais uma vez fui retardado, me apaixonei por uma mega lindona com cara de modelo e popular, ela vivia me chamano pra estuda no MSN, realmente achava que ela também gostava de mim, achava ela super decente e legal, pensava eu que ficar com uma pessoa que se gosta era mais importante que tudo, mas que muleque BURRO, tão burro que não percebeu que estava sendo feito de muleta, quando fiz 18, depois das duas garotas que gostavam de mim teram sumido confessei meu sentimentos para garota que gostava, terrivel tristeza, ela ficou escandalizada, disse que não queria nada sério no momento e que eu era como um irmão pra ela, algumas semanas depois apareceu um cara novo no pedaço, vagabundão metido a engraçadinho e fodão, não deu nen uma semana pra ela beija ele, agora todos os dias vejo os 2 se pegando, e eu terminei sem NADA, não me importo mais com esse treco de gosta, beijaria qualquer uma, porém, não aparecem mais garota alguma, sou feio e magrela e acho que minha sorte acabou; sabe as vezes tenho vontade de mata aquela vagabunda ou me mata, mas não sei se vou faze-lo. Voltando ao assunto estou planejando contratar uma gp, foda-se as doenças, a dor interna de ser bv aos 18 ano é pior que a herpes, estou com medo mas foda-se.
    Sabe tudo que eu queria nesse mundo era voltar algum tempo no tempo, talvez uns 4 anos, fária tudo diferente, porém isso não ocorre, as vezes a sorte aparece apenas algumas vezes para algumas pessoas, para aqueles que não a agarraram, só resta o sentimento.

    ResponderExcluir
  117. Também sofro com a solidão por não me relacionar com ninguém a dois anos, por uma decepção amorosa e tambem outras coisas, escondidas do passado dolorido tenho 31 anos não me considero bonita sou tímida mas ja namorei não deu certo e dificil porque ao mesmo tempo precisa de alguém , fazer escolha certa sei que pessoas tem defeitos, a decepção faz isso te torna desconfiada e deprimi por isso. Gostaria muito de ser mãe e ter um marido, ao mesmo tempo tenho medo de sofrer mais do que ja sofri. Solução e cuidar de mim, tentar melhorar em tudo principalmente ser feliz no que vejo do outro lado do espelho. E nunca perder a vontade e esperança para isso o passado não volta mais quem sabe isso funciona.

    ResponderExcluir
  118. Tenho 22 anos e também sou virgem. Se fosse só isso talvez eu não reclamaria tanto, mas vivo só em casa sem nenhum contato social. Tem muita gente com mais de 20 que ainda são virgens, mas muitos deles tão vivendo a vida pelo menos, saindo, conhecendo pessoas e se divertindo. Eu ja não vivo direito desde os 18 anos, época em que comecei a ficar em casa só no computador. Desejo melhoras pra todos.

    ResponderExcluir
  119. Também estou nessa, vou fazer 20 anos, nunca namorei, nem fiquei, nem se quer dei meu primeiro beijo e sou virgem.Fico puto da vida quando vejo que meus irmões e primos namoram ou já namoraram, eu me sinto excluído disso eu me sinto pra trás, até minha prima Rosana que é mais nova do que eu, tem mais experiencia em relacionamentos.Me sinto um fracasso, um inútil nessa areá, me acho feio, fasso prancha no cabelo para melhorar minha auto estima.Perdi uma grande oportunidade que foi a Melissy que estava afim de mim, não sei se foi por falta de atitude minha.
    Eles ficam me dando conselho palavras de conforto mais eles não sabem como a gente se sentem.
    Igual a vocês dos comentários acima, esse texto também se enquadra comigo.Sou um de vocês também.

    ResponderExcluir
  120. Também estou nessa, vou fazer 20 anos, nunca namorei, nem fiquei, nem se quer dei meu primeiro beijo e sou virgem.Fico puto da vida quando vejo que meus irmões e primos namoram ou já namoraram, eu me sinto excluído disso eu me sinto pra trás, até minha prima Rosana que é mais nova do que eu, tem mais experiencia em relacionamentos.Me sinto um fracasso, um inútil nessa areá, me acho feio, fasso prancha no cabelo para melhorar minha auto estima.Perdi uma grande oportunidade que foi a Melissy que estava afim de mim, não sei se foi por falta de atitude minha.
    Eles ficam me dando conselho palavras de conforto mais eles não sabem como a gente se sentem.
    Igual a vocês dos comentários acima, esse texto também se enquadra comigo.Sou um de vocês também.

    ResponderExcluir
  121. Estou na msm de todos 24 anos virgem, beijei 2 vezes na vida, a ultima vez a muito tempo ja, vejo todos meus amigos "vivendo" e eu nao, todos tem namorada e se divertem, meu irmao mais novo tbm tem relacionamento e eu nao, e isso pesa muito, antes até eu tinha coragem de tentar ficar com alguma garota, depois de tanta humilhaçao e rebaixamento, hj vivo complexado e tralmatizado com tudo, nao me vejo mais me relacionando, me sinto alguem q ficou preso na cadeia por 20 anos e entao saiu, e ve q vc nao faz mais parte desse mundo, toda a vivencia e experiencia q eu precisava teria q te ocorrido a muito tempo atras, nao agora com 24 anos, e isso pesa muito, a aparencia nem vou comentar, eh a unica coisa q importa nesse mundo eh aparencia, vc ve varios caras ae q nao prestam, usam droga arrumam brigas e tudo mais pegando as melhores isso tudo pq eles tem a aparencia, até as meninas direitas, q estudam e trabalham querem esses caras, ou seja o errado vira o certo e o certo vira o errado isso tudo por causa da aparencia, se fosse para ser uma aberraçao q nao faz parte dessa sociedade eu nem queria ter nem nascido, tem gente q diz fé em deus ainda, belo deus esse q da felicidade e amor para qm nao presta, e qm presta fica sozinho, eu acreditava em deus antes, hj cada dia q passa acredito menos, e logo vou deixar de acreditar, ja q eu tenho um censo de justiça muito grande, eu nao aceito nao suporto e nunca vou aceitar esse tipo de injustiça, fica aqui minha indignaçao para esse mundo de merda, q eu torci muito pra acabar em 2012 segundo os maias e até agora nao acobou, tomara q o mundo exploda logo !

    ResponderExcluir
  122. Olá, pessoal.
    Achei incrível encontrar essa página. Compartilho de muitos sentimentos e situações com todos os casos acima.
    Me chamo Natália, tenho 21 anos e nunca beijei ninguém, assim como muitos acima.
    É meio estranho a gente nunca ter feito algo que para o resto do mundo é tão natural, né? Eu me sinto péssima por não conseguir ficar com os caras que aparecem.
    Eu já tive muitas oportunidades de "sair" com garotos bonitos, simpáticos e que, por algum motivo, gostavam mesmo de mim. Eu tenho um problema, eu sei disso. Não consigo imaginar que sou boa o suficiente pra eles e, mesmo eu tendo amado um cara por anos e ter sido correspondida, não consegui me soltar e acabei perdendo aquele que eu acredito ter sido o grande amor da minha vida.
    Eu sei que pros meus amigos que sabem dessa minha situação (poucos, na verdade) eu devo me esforçar pra ficar com um garoto. Minhas amigas me dizem que se eu demorar muito, vai chegar uma hora que eu vou ter que beijar e fazer algo mais, porque é assim que as coisas são hoje em dia. Eu, sinceramente, não aceito isso.
    Sempre acreditei no amor de verdade, um único amor. Infelizmente só percebi o meu tarde demais, mas, ainda acredito que eu vá encontrar um cara legal que me entenda e consiga me ajudar a superar esse bloqueio.
    A questão da aparência é realmente o fator principal porque pessoas bonitas não são tão inseguras. Eu me acho feia as vezes, outras me acho bonita, mas a verdade é que eu não me enxergo como as outras pessoas me veem, e, quando os rapazes que se interessam em mim dizem o que sentem e que eu sou muito melhor do que eu me vejo, eu simplesmente não acredito e acho que eles só querem me usar e depois me abandonar.
    Eu li aqui que muita gente procurou ajuda profissional, então, é isso que vou fazer. Está muito difícil conviver com todos os meus amigos namorando e eu ficando sozinha pra trás.
    Desejo que todos nós consigamos superar nossos medos e viver o que há pra viver, antes que seja tarde. Boa sorte, pessoal!

    ResponderExcluir
  123. @jacquescum

    À B...

    Fico aliviado em saber que existem muitos na mesma situação que eu. Mais aliviado ainda em saber que alguém se identificou bastante com meu relato carregado fortemente de elementos psicológicos.
    Confesso que ao descobrir esse post do blog e ver a quantidade imensa de relatos de pessoas, fiquei impressionado e começei a lê-los. Li muito mais os relatos de homens na minha situação do que os relatos de mulheres. Não que mulher não sofra com isso. Mas por questão de identificação e de comparação com a minha situação dei preferência à leitura de relatos masculinos. Alguns dos relatos aqui independente de quem os escreveu são breves, resumidos. Eu não. Foi como se eu tivesse fazendo uma sessão de terapia por escrito. E foi por isso que meu depoimento ficou tão longo (5 partes). Ele está carregado de sentimento. Foi difícil de escrevê-lo pois tudo que sentia vinha à tona de novo. Chorei muito. Mas foi também libertador pois consegui me expressar nas teclas como nunca antes havia me expressado. Talvez vc tenha se identificado pois procurei não esconder, não deixar passar nada das minhas angústias e tristezas.
    Gostaria de poder conversar mais com vc.
    Tenho um email (iliketocuminside@hotmail.com) e um perfil do twitter (@jacquescum) fakes (não se assuste por favor).
    Faz já um bom tempo que precisei virar fake pra tentar me sentir mais verdadeiro. Hoje não preciso mais disso. Mas os perfis fakes continuam lá. Decidi usá-los aqui para falar com quem desejar.
    Abraço e força à todos!

    ResponderExcluir
  124. Olá, gostaria de dizer que li a maioria das histórias/desabafos nos comentários e sei como é, como todos aqui vou deixar parte da minha vida em forma de "depoimento". Como vou contar tudo com alguns detalhes já vou avisando não vai ser um texto curto mas acho que vale a pena ler pois é o que tenho de melhor, minhas lembranças.

    Meu nome é Luana, tenho 20 anos e não sou feia mas também não sou linda, vamos dizer que estou na linha da 'invisibilidade' não chamo atenção por onde passo, nem tímida e nem descolada fico sempre no meio termo. Vou começar por onde eu lembro ser mais importante, quando estava na quarta série gostava de um garoto sardento de olhos azuis mas isso não fez muita diferença havia meninas mais bonitas e ele nem percebia que eu existia, na formatura da quarta série ainda fiz minha ultima tentativa corri em sua direção para dizer alguma coisa, não sei o que, era muito criança para entender essas coisas, mas quando segurei em seu braço ele se desvencilhou e acabei caindo de joelhos, com a meia calça branca (que usava por baixo da saia) suja eu passei minha formatura inteira, bem confesso que isso não foi nada mas ficou marcado na memória. Meu primeiro amor foi Josué, que me irritava demais e que depois da sexta série descobri que isso era o jeito dele de mostrar que gostava de mim, namoramos e terminamos diversas vezes até o segundo ano do ensino médio, muito galinha como ele só e eu ciumenta como sou nunca ficávamos juntos por muito tempo mas sempre havia uma recaída. Foi com ele que 'quase' tive minha primeira vez, com a insegurança por causa da suas galinhagens nunca fui até o fim e isso foi o motivo de nosso último rompimento, agora ele é casado e tem um filho, tomara que ele não faça pelas costas da mulher dele as coisas que fez comigo.

    O grande amor de minha vida foi e ainda é Tiago um garoto tímido, que me encantou desde o dia que o vi no terminal de ônibus enquanto estava conversando com minha amiga Andy (uma das únicas que tive), e ela foi responsável por ficarmos juntos, armou tudo disse pra ele que eu gostava dele e pediu a uma menina pra me falar que ele queria ficar comigo, ainda bem que deu 'certo' se não eu tinha matado ela. Foi o tempo mais feliz da minha vida, o tempo em que eu estava na fila do colégio pra cantar o hino nacional no começo do aula e ele passava, me dava um selinho e ia pra fila de sua sala, quando na hora do intervalo ele me dava um beijo na testa e me abraçava era como se o mundo parasse e eu podia morrer ali porque morreria feliz. Mas como tudo o que é bom dura pouco com o tempo fui percebendo que eu gostava muito mais dele do que ele de mim, eu estava apegada e fazia de tudo para ficar junto dele mas era como se só eu precisasse dele, tinha um ar de independencia e eu fui magoada varias vezes e perdoei, perdoei, perdoei até que a última vez, um dia depois de ele ter dito que 'gostava de mim de verdade', eu estava o esperando na esquina onde ele sempre passava quando estava voltando do seu novo colégio, queria fazer uma surpresa e quem foi supreendida fui eu que vi ele passando de mãos dadas com uma garota, me viu mas agiu como se nunca tivesse me visto antes, acho que esse foi um dos piores dias de minha vida, fui pra casa andando e chorando e passei a tarde assim, chorando, quando chegou a noite eu chorava mas não havia mais lagrimas para serem derramadas apenas soluços.

    ...continua

    ResponderExcluir
  125. continuação...


    Acho que foi nesse momento que minha vida 'amorosa' parou, bom eu fiquei com outras pessoas mas nunca mais namorei de verdade depois do ensino médio, fiquei sem amiga também, Andy se casou e se distanciou nunca mais a vi. Trabalhei em uma farmacia por seis meses, um ambiente horrível cheio de fofocas, falsidades e hipocresias as pessoas me davam ânsia, gostei de uma pessoa de lá mas como todos os outros que passaram na minha vida também me decepcionou, eu saí e nunca mais voltei lá, mantenho contato com algumas colegas de serviço mas nada de amizade. Fiz um ano de faculdade no curso de sistemas para internet, achei que fosse meu curso porque sempre tive facilidade com informatica mas não deu certo sou uma péssima programadora, na faculdade era como se eu fosse verdadeiramente invisível não só por causa de minha aparência mas também porque eu andava com Juliana minha colega de sala uma morena clara alta(ao contrario de mim que sou baixinha e gordinha) de cabelos compridos pretos e lisos, linda mesmo, apesar de ser bem inteligente com programação é uma bobona fútil, não a culpo por ela ser assim é o jeito dela, julgar as pessoas pelo que elas tem e aparentam ser é o lema dela, fica com o namorado por interesse e etc, andava com ela porque não queria me sentir isolada mas me sentia pior ainda vendo que todo mundo a paparicava só por ela ser bonita e pelas costas diziam que ela era sem noção, é triste a gente ver dia a dia a hipocresia discarada das pessoas.

    Agora estou um pouco mais gordinha, um pouco mais depressiva, um pouco mais isolada não entro mais nem no msn pra não precisar falar com os outros, responder perguntas que eu não quero responder. Estou procurando um emprego, um novo curso, uma nova vida, não quero me entregar de vez, não quero ficar nessa vida de internet e videogame pra sempre, não quero ser uma inútil como minha mãe diz que sou. Não estou esperando ninguém e nem procurando, mas confesso que faz falta uma pessoa pra conversar sem medo, pra abraçar , pra assistir um filme, faz falta uma companhia e não um namorado.

    Quem quiser conversar, mandar uma mensagem ou me chingar(huhuhu não façam isso -.-) pode ser nesse email luanamsgs@bol.com.br


    '...O mal do século é a solidão. Cada um de nós imerso em sua própria arrogância. Esperando por um pouco de afeição...' (Esperando por mim, Legião Urbana)

    ResponderExcluir
  126. ...continuação

    Acho que foi nesse momento que minha vida 'amorosa' parou, bom eu fiquei com outras pessoas mas nunca mais namorei de verdade depois do ensino médio, fiquei sem amiga também, Andy se casou e se distanciou nunca mais a vi. Trabalhei em uma farmacia por seis meses, um ambiente horrível cheio de fofocas, falsidades e hipocresias as pessoas me davam ânsia, gostei de uma pessoa de lá mas como todos os outros que passaram na minha vida também me decepcionou, eu saí e nunca mais voltei lá, mantenho contato com algumas colegas de serviço mas nada de amizade. Fiz um ano de faculdade no curso de sistemas para internet, achei que fosse meu curso porque sempre tive facilidade com informatica mas não deu certo sou uma péssima programadora, na faculdade era como se eu fosse verdadeiramente invisível não só por causa de minha aparência mas também porque eu andava com Juliana minha colega de sala uma morena clara alta(ao contrario de mim que sou baixinha e gordinha) de cabelos compridos pretos e lisos, linda mesmo, apesar de ser bem inteligente com programação é uma bobona fútil, não a culpo por ela ser assim é o jeito dela, julgar as pessoas pelo que elas tem e aparentam ser é o lema dela, fica com o namorado por interesse e etc, andava com ela porque não queria me sentir isolada mas me sentia pior ainda vendo que todo mundo a paparicava só por ela ser bonita e pelas costas diziam que ela era sem noção, é triste a gente ver dia a dia a hipocresia discarada das pessoas.
    Agora estou um pouco mais gordinha, um pouco mais depressiva, um pouco mais isolada não entro mais nem no msn pra não precisar falar com os outros, responder perguntas que eu não quero responder. Estou procurando um emprego, um novo curso, uma nova vida, não quero me entregar de vez, não quero ficar nessa vida de internet e videogame pra sempre, não quero ser uma inútil como minha mãe diz que sou. Não estou esperando ninguém e nem procurando, mas confesso que faz falta uma pessoa pra conversar sem medo, pra abraçar , pra assistir um filme, faz falta uma companhia e não um namorado.

    Quem quiser conversar, mandar uma mensagem ou me chingar(huhuhu não façam isso -.-) pode ser nesse email luanamsgs@bol.com.br


    '...O mal do século é a solidão. Cada um de nós imerso em sua própria arrogância. Esperando por um pouco de afeição...' (Esperando por mim, Legião Urbana)

    ResponderExcluir
  127. sou bonito(é o que dizem)
    Tenho um corpo muito bonito pq malho,ñ tem uma mulher que ñ me olhe na praia por conta das minhas pernas.
    Porém tenho 21 anos,sou virgem e sou tíííímido d+.
    Já beijei muuuito na boca kkkk,e mês passado quase que tirava minha virgindade em uma festa,porém na hora fiquei com medo de fazer algo errado e a menina era beeeeem experiente.
    ñ sei + oq fazer.

    ResponderExcluir
  128. O pior é a cobrança das pessoas não só da sociedade mas da nossa familia tambem. Tenho 20 anos e nunca namorei serio. Quando me perguntam se tenho namorado, me sinto mal de responder.
    E sempre arrumo desculpas como: não tenho tempo pra namorar, primeiro quero estudar e mais um tanto de justificativas estupidas. Mas no fundo tenho medo de ficar sozinha.

    ResponderExcluir
  129. Parte 1
    No meu caso é como o título já disse, a minha feiura é meu problema.
    Desde pequeno as pessoas deixaram bem claro a opinião sobre minha aparência
    Primeiro quando criança era evidente que eu era alvo de brincadeiras mas não ligava muito talvez por ser criança,alvo ao ponto de até os pofessores notarem tal abuso ( as crianças sabem ser cruéis quando querem )de qualquer forma não da para dar muito atenção para isso afinal de contas vocês sabem criança é criança.
    Eu achava que com o tempo as piadas iriam parar mas mal eu sabia que ,infelismente,era só o começo.
    A adolescencia chegou e com ela as piadas começaram a ficar bem mais fortes e diferente de antes eu passei a me importar com isso,não gostava de ser chamado de feio era humilhante ainda mais nessa fase em que tudo se resume a agradar as garotas.
    Na verdade eu demorei a entender que meu rosto causava tanto nojo nas garotas,mas com o tempo entedi que para as mulheres beleza é tudo,não direi todas porque seria injusto,nem todo mundo é ruim,eu sei que tem muita gente boa por aí.
    Eu me lembro até hoje quando eu era adolescente algumas lindas garotas da minha turma tinha organizado uma festa da garrafa,acho que vocês sabem o que é,não preciso esplicar certo?
    Um dos garotos que estavam no jogo mencionou meu nome para que então me chamassem para o tal jogo,foi quando então(elas achavam que eu não estava escutando)quase que um coral bem ensaiado todas começaram os insultos diziam coisas do tipo:
    ele não
    não convida aquele guri
    se ele jogar eu não jogo
    e as outras concordaram
    Então pensem bem um adolescente,que até então achava que era tão normal quanto os outros perceber que não importa o que fizer não vai consiguir agradar afinal a única coisa que desagrada infelismente é a única coisa que ele não pode mudar no caso o meu rosto.

    O que aconteceu em seguida acho que qualquer um faria,eu coloquei uma espressão confiante no rosto como quem dissesse não ligo para o que elas diceram,levantei e fui para fora da sala de aula,mas é claro que por dentro eu tava chorando feito bebê.
    Passei o resto do ano quieto na minha,eu pensei naquela epoca que se não provocasse não sofreria com piadas o que por final das contas funcionou.
    Ainda hoje pratico(de forma involuntária é claro)algumas manias que adiquiri quando jovem como por exemplo quando estou em uma calçada e um grupo ou apenas uma garota que a primeira vista eu ache bonita faço de tudo para esconder o meu rosto,coloco a mão como se coçasse o olho ou falsamente tossir ou algo do gênero.
    ,não suporto o fato de ser rejeitado ou avaliado como feio ,sinceramente hoje prefiro ficar sozinho a tentar chegar em uma garota e acaber sendo humilhando por uma garota,não vou a baladas porque sei o que vai acontecer olhares negativos,cochicho ou estas coisas,não suportaria tudo de novo eu tento evitar toda situação em que possa sair humilhado.
    Eu sonhava quando criança que eu iria crescer e ficar o homem mais lindo do mundo,mas cresci e percebi que infelismente a vida não é como nos filmes.

    Não fui forte o suficiente para não ligar ou revidar cada vez que uma mulher me insultava ou no colégio ou faculdade,ao invez disso abaixava a cabeça e não dizia nada,ridículo.

    Hoje sou emocionamelmente frustrado,22 anos ,feio,nunca namorei ou beijei uma garota na minha vida inteira,fico em casa o dia inteiro com medo de sair e ser julgado negativamente,como disse prefiro ficar sozinho a ser humilhado,é triste mas é verdade,poucas coisas me chateiam tanto quanto aqueles comentários horríveis.

    ResponderExcluir
  130. A.P
    Putz....parece até um campeonato de quem tá mais na pior, rsrs.
    Tenho 21, já tive a oportunidade de beijar (mas estavam bêbados, kkk), ou seja, nenhum cara sóbrio que me conhecia de fato me beijou. hehehe Isso já faz tempo. Nunca namorei. Nunca me apaixonei por ninguém, pra falar a verdade (o que aconteceu uma ou outra vez foi que eu cismava com um garoto por ser bonitinho e gostar do jeito dele, acho que eu tava querendo é preencher um vazio, tipo...tenho que gostar de alguém, pensar em alguém...então vai esse, rsrs)Nunca soube de ninguém interessado em mim. Só dois (em épocas diferentes da minha vida) que ficavam me olhando o tempo todo, mas acho que o interesse deles era em ser meu amigo, tanto que um deles tinha namorada. Me iludi, nutri um nervosismo e estraguei o que poderia ser uma bela amizade.
    Quase não saio, quase não tenho amigos, a falta de grana me impossibilita até de sair sozinha kkk Mas, o pior de tudo isso é ficar me preocupando com essa situação. Acredito que minha hora vai chegar, até lá vai ser chato, mas pensar nisso é que me destrói. Ahh sou feiaaa, mas pelo que vejo por ai...isso não é problema. rsrs
    è nóix no forever alone!

    ResponderExcluir
  131. Olá é o meu 3º comentário. Venho acompanhando os depoimento durante 1 mês (1º maio) . Homem residindo em São Paulo capital com a maior população do Brasil. 27 anos, vida estável e trabalhando. 1.90m, magro olhos castanhos bonitos. Beijei pela primeira vez aos 19 anos no desafio e verdade, fiquei uma vez e isso já faz 8 anos e 5 meses (mas só foi um dia só) e (7 meninas que beijei, foi o máximo da minha vida) a ultima foi na parada gay em 2008 (4 anos e 1 mês) não sou Homofóbico, aledo mais são pessoas muito solitárias assim como nós (sou heterossexual viu!) e hoje 10/06 teve a 16º parada gay e não conseguir beijar niquem , e que é a maior em números de macha do mundo, onde atingiu uma concentração de mais de 4 milhões de pessoas em um único dia, muitas palhaçadas e muita agitação. Porém lá não conseguir beijar ninguém, sei lá, chegar nas minas e até olhar é edifício pra mim e olha têm muitas meninas e moças muito bonitas nesta macha festival da LGBT, que já acompanho há 6 anos na qual fui 4 vezes. Tinha uma lá em certo momento uma alta (?1.80) um pouco gordinha no celular ,mas fiquei pesando muito e meio travado olhando aos lados, depois a mina sai rapidamente. Eu não consigo chegar em uma mina ,eu só muito pensativo, além do mais não tenho experiência pois nuca namorei e beijei foi muito pouco. Assim como muito aqui esperamos um certo milagre, onde possamos ter uma companhia ao nosso lado. Além do mais os dias dos namorados que está chegando e é o pior dia, pois é o dia que passamos chorando e ficamos pensando o que fizemos de errado nesta ou na outra vida para merecer um castigo deste. Não sou descrente, mas poderíamos sentir alguns amores e sentimentos para que nossa felicidade seja completa. Trocaria dinheiro ou objetos pessoais que possuo só pra ter o gostinho de ficar com uma pessoas ao meu lado, seja por 1 ou 7 dias.( digo sentimento verdadeiro e não comprando prazer, pois a felicidade e o amor não se compra).
    O que vocês acham? Melhores a todos!!! Ass..Mychaell

    ResponderExcluir
  132. Cada dia que passa vou perdendo a esperança também, já tenho 20 anos não vou nem conseguir me firmar mais com meninas de 14 e 15 anos virgem de tão velho que vou ficando, meninas da minha idade que são mais experiente do que eu no campo de relacionamento, não vão querer se relacionar comigo, vcs acham que elas vão querer namorar um cara que não sabe nem o que é beijar na boca e ainda gosta de Hannah Montana é como diz no texto na parte Diferença de idade que é o que mais combina comigo.Já estou até vendo o futuro meus irmões e primos se casando e eu com 40 anos virgem morando na casa da minha tia Marilda colecionando CDS e DVDS da filha da Hannah Montana, pois é até a Miley Cyrus tá casando nos dias de hoje.
    Posto esse comentário numa tristeza profunda que vcs não tem noção, vcs dos comentários acima ninguém faz ideia da dor e do sofrimento que a gente sente !!!
    Se quiserem falar que eu sou dramático podem ficar a vontade !!!

    ResponderExcluir
  133. Acho que todo o segredo está em nossas mentes.

    Li TODOS os comentários aqui e acabei me identificando com a maioria.

    Tenho ciência de que sou o maior culpado por essa vida fracassada que eu levo.

    Sou HORROROSO e tenho medo de ser rejeitado pelas mulheres... É triste.


    PS. AMIGO(A), não coloque palavrões ou termos pornográficos nos comentários. Isso pode acabar afastando as pessoas dessa página.

    ResponderExcluir
  134. Tenho 27 anos e virgemmmmmmm...
    Me sinto muito sozinha, sem graça, desamada e amargurada. Pior que sou bonita, sou simpática e as pessoas acham que devo ter algum defeito secreto para não estar namorando...pior que não posso falar abertamente que sou virgem para meus amigos, principalmente de trabalho, com medo de ser zuada (e com certeza serei)Confesso que estou muito cansada dessa situação, já conheci vários rapazes legais, mas parece que o destino conspira contra mim. Já tenho raiva quando algum moço fala: vc é muito bonita e tem o ótimo coração. Vão todos as favas, se isso fosse verdade, pq não me namora? Estou LOKA com tudo isso. Odeio o dia dos namorados...

    ResponderExcluir
  135. Com tanta gente solteira e desesperada neste site, bem que alguém podia ter a iniciativa de criar um grupo só para nós...
    Aff, forever alone

    ResponderExcluir
  136. Eu tambem adoraria conhecer pessoas na mesma situaçao que eu.Mulher, 29 anos nunca namorei, tbm sou virgem como a maioria.Formada, situaçao profissional, muito satisfatoria ...etc, enfim sinto imensa falta de um namorado,alguem pra estar junto comigo.Carinho então, nem vou mencionar. Ja postei anteriormente aki, e sempre fico de olho nos novos comentarios, eu sei que provavelmente o meu problema esta só na cabeça.Só espero que tenha ''remedio''.E novamente vou afirmar, que a ideia de conhecer pessoas tão inseguras quanto eu me pareceu otima, sabe, talves seja mais facil lidar com isso, ou ate se relacionar com pessoas iguais rsrsrs.

    ResponderExcluir
  137. Seria bom criar um grupo com essa galera toda ai,,quem sabe não encontramos uma amizade p sair,,ou um amor,,rs.

    ResponderExcluir
  138. Ah e nem preciso dizer que minha vida social é zero né. Saio de vez em qnd com familiares, tenho poucos colegas na faculdade mas fica só nisso mesmo. Eu to vendo minha vida passar e eu fico aqui lamentando.. não consigo mudar. Nesse lugar onde eu vivo não dá pra mudar na minha situação !! D=

    ResponderExcluir
  139. fernando.workaholic@gmail.com escreveu:

    Acho que todos nós aqui, carregamos um fardo imenso e, só nós mesmos, sabemos o quão pesados eles são.

    Como vivemos numa sociedade absurdamente hipócrita, então vou me chamar de Fernando (fernando.workaholic@gmail.com). Sou relativamente conhecido em meu trabalho e não é interessante pra mim, divulgar que sou uma pessoa "anormal" aos olhos desse mundinho nojento.

    Sou homem heterossexual, farei 27 anos em breve, paulista, sempre vivi e moro em São Paulo - SP, classe média, trabalho muito, sou comerciante e em meu trabalho tenho a obrigação de falar bem, aparentar normalidade e até de ser desinibido.

    Sou bastante discreto e ninguém que me conhece sabe o que passo, muito menos sequer imaginam que minha vida é do jeito que é. Só alguns amigos, sabem de algumas coisas, mas os mantenho "atrás do vidro" quando sinto que estão fazendo perguntas demais.

    Nunca beijei, nunca transei, mas já fui bastante apaixonado e sofri muito, diga-se de passagem.

    Mas meu problema não está aí. Aliás, meu problema não é apenas um, mas sim um conjunto bastante amplo de fatores e acontecimentos em minha vida. Mas tentarei contar só os principais.

    Acho que a última vez em que me senti verdadeiramente feliz e de alma pura, foi no meu aniversário de 10 anos. Coisa simples, pais, tios e tias, todos na cozinha de casa, lembro bem. Ganhei um par de patins de presente. Ao cortar o bolo, sabem o que desejei? Enquanto as outras crianças da minha idade pediam brinquedos, eu pedi que minha família simplesmente continuasse feliz pra sempre. Era só isso que eu queria...

    Parece que esse foi um chamariz para que minha vida começasse a desmoronar. Desde aí, nunca mais comemorei um aniversário sequer.

    Meu pai foi bom e "são" por no máximo uns 10% da minha vida. Talvez isso porque eu era bobinho e não via maldade nas pessoas. Hoje digo que não tenho pai, apesar de ele ser vivo, foi e continua sendo um grande canalha e pra mim ele morreu. Aprontou poucas e boas pra eu, meu irmão e, sobretudo pra minha mãe. Quando mais precisei, não tive um pai ao meu lado. Hoje vejo o quanto a falta de um pai normal, me fez mal. Com isso invejo meus poucos amigos.

    Minha mãe sim cumpriu muito bem o seu papél, aliás bem até demais. Se anulou por causa dos filhos e daquele imbecil. Ela como a maioria dos nossos pais, é da geração X, que apostava tudo no casamento, largava carreira pra cuidar da casa e dos filhos. Isso fez dela absurdamente dependente daquele canalha ordinário e hoje de nós dois.

    Mas aí vocês dirão: "divórcio existe pra isso!!!" Pois é, mas a coisa não é tão simples assim. Acreditem, se isso fosse possível, em nosso caso, já teríamos feito há tempos!!

    Bem, esse é um aspecto. Então passei o final de minha infância, toda a adolescência e juventude numa casa de péssimo clima, brigas, discussões, vendo minha mãe sendo humilhada, extremamente infeliz, sempre chorando com depressão e ainda pensando em cometer suicídio. Imaginem-se morando com o Bin Laden, só que 100x pior! É mais ou menos isso. Meu Deus, como eu me sentia impotente pra resolver essas coisas.

    ResponderExcluir
  140. fernando.workaholic@gmail.com escreveu:

    Continuando:

    Pra contribuir com minha vidinha sem sentido e pouco satisfatória, passei toda a minha adolescência sendo aloprado e zoado na escola. É o que hoje recebeu um nome tão bonitinho: bullying!

    Isso deixou marcas e traumas profundos que carregarei comigo até o último dia de minha vida. Eu era gordinho, sempre tive e continuo tendo ginecomastia (quem não sabe o que é, dêem uma googlada!), sempre fui o "altão" da turma e por isso meio desengonçado. Meu cabelo era horrível, meus dentes muito tortos (eu nunca sorria pra escondê-los), minha pele cheia de espinhas e eu era extremamente tímido e triste por dentro.

    Não havia um dia sequer em que eu não era motivo de piada e chacota. Usei a mesma calça apertada durante anos, pois não queria dar mais essa despesa pra minha mãe, que coitada, "contava moedinhas" na época. Até do carro velho que ela tinha na época, eles tiravam sarro. Bando de moleques malditos!

    Tudo isso contribuiu pra minha extrema tristeza e solidão por não confiar, nem acreditar nas pessoas. Acho que depois daquele aniversário, viver tornou-se sinônimo de sofrer pra mim.

    Depois no ensino médio, a coisa melhorou um pouco, comecei a trabalhar bem cedo, emagreci bastante, passei a usar lentes de contato, mudei o cabelo e passei a ser bem menos "aloprado" no colégio. Acho que ganhei um bom respeito com essas coisas.

    Nos 2 empregos que tive, também fui um pouco humilhado, ganhava uma miséria e trabalhava como um animal. Depois de trabalhar muito e juntar uma grana, finalmente comecei meu próprio negócio e hoje posso finalmente dizer que tenho uma empresa viável e consolidada, depois de tanto me matar de trabalhar.

    Tempos depois fiz faculdade e fiquei até meio "descolado", aprendi a lidar melhor com as pessoas e a entender como agir para "ser aceito". Aprendi a impor respeito e a não deixar que moleques-bobos "montassem" em mim. Minha feição séria e meu tamanho ajudaram a conquistar esse respeito.

    Mas minha vida desde o final da adolescência, resume-se unicamente a trabalhar. Não sei mais o que é tirar férias e viajar. A "prioridade-mor" sempre foi ganhar dinheiro para que de alguma forma, eu pudesse tirar nós todos dessa situação maldita que ainda persiste teimosamente.

    Dependendo da época, chego a trabalhar entre 12 e 18 horas por dia. Houve tempos em que me vangloriava por ser trabalhador, mas hoje vejo que isto é mais uma forma de eu fugir dos problemas e das pessoas. E por mais dinheiro que eu ganhe, sempre é insuficiente para comprar um imóvel decente, fugir daqui e resolver tudo!

    Nos últimos 10 anos só o que fiz foi trabalhar. Até hoje não tenho um carro, apesar de já ter podido comprar um, nunca priorizei isso. Quero comprar, mas confesso que ando bem desanimado e acho que ele ficará mais na garagem do que nas ruas andando....

    Já saí algumas vezes pra baladas, barzinhos onde a paquera rola solta e tal. Já fui bastante paquerado, não sei o porquê, já que não me acho atraente. Perdi grandes oportunidades de conhecer garotas e mulheres lindíssimas, modelos mesmo que ficaram quase "me comendo com os olhos" e me deixaram bastante constrangido e ainda mais tímido e calado. Mas simplesmente não fiz nada por diversas razões. Sinceramente sinto que tenho pouco, mas ao mesmo tempo muito, a oferecer a uma mulher.

    ResponderExcluir
  141. fernando.workaholic@gmail.com escreveu:

    Continuando:

    De verdade, sabem qual o meu maior sonho? É ter uma namorada que realmente goste de mim e eu dela, que me entenda na mesma língua, sem falsidades, nem mentiras. Adoraria fazê-la sorrir, proporcionar sempre muito carinho e ver nos olhos dela, que ela é feliz ao meu lado. Poder mimá-la, fazer coisas pra ela, vê-la bem e sorrindo, dormirmos abraçados, fazermos coisas juntos e etc., etc. Mas como?

    O tempo passou e daqui a um tempo farei 30 anos e ainda nada!

    Morro de vergonha de chegar numa mulher, já pensou se rolar beijo? Ela rirá da minha cara!!! Se alguém tiver por perto, olhando, tenho absoluta certeza de que vai perceber que nunca sequer beijei. Se for adolescente então, até acho que vai filmar com o celular e jogar no youtube pra fazer piada!

    Como levar uma mulher pra dar o primeiro beijo num lugar deserto? Ela vai achar que sou algum estuprador querendo evitar testemunhas! Não é verdade?

    Além da ginecomastia, que me impede até de tirar a camiseta na frente de familiares, também tenho fimose e mais algumas outras coisas. Que mulher vai me querer?

    As que me paqueraram, o fizeram por eu estar de roupa e aparentar certa "normalidade"! Queria ver pelado se iriam me paquerar! Sinceramente duvido... morro de vergonha do meu corpo e isso não é coisa da minha cabeça. O espelho não mente!

    Quero fazer cirurgias, mas pra variar isso nunca é uma prioridade e dinheiro sempre é o empecilho principal.

    Então fico pensando: como começar tendo tantos problemas e zero de experiência. Fico apavorado só de pensar em beijar em público, que dirá tirar a roupa na frente de uma mulher.

    Como explicar a uma desconhecida, que aos 26 anos, nunca beijei? As poucas vezes que contei isso (pela internet) fui imediatamente ignorado e deletado do MSN.

    Como trazer uma namorada aqui em casa com esse clima péssimo?

    Como sair com ela sem ter um carro? Fala sério! Não sejamos hipócritas! Em São Paulo não dá pra ir de busão né!?

    Será que alguém vai ao motel à pé? Ou de ônibus, bicicleta, patinete, patins, skate ou taxi?

    Então vou fazer o que? Mentir? Fingir que tenho experiência e encarnar um personagem? Mulher percebe essas coisas, então não dá.

    Pagar uma puta? Talvez, mas a idéia não me atrai muito. Sinto mais falta de carinho do que sexo, pra falar a verdade e, uma profissional não resolveria isso.

    Bem, acho que escrevi demais e a maioria nem vai ler isso, mas para quem leu e quiser manter contato, me mande um e-mail:

    fernando.workaholic@gmail.com

    Derrepente passo meu MSN e conversamos. Ok?

    ResponderExcluir
  142. Fiz 2 comentários aqui mas só apareceu 1. Então vou mandar novamente.

    Vou fazer 20 anos, sou homossexual (gay), nunca namorei, beijei, fiquei nem transei. Sou bem caseiro, quase não saio. Tenho pouquíssimos colegas na facul e enfim.. essa é minha vida. Não sou muito seguro com meu corpo, apesar d receber vários elogios dizendo que sou bonito isso e aquilo. Não sou exigente, só não me interesso por gordos =/ aqui onde eu moro é pequeno, e é mt dificil ser homossexual num lugar assim. Os gays que tem são muito afetados e eu nao gosto. Queria muito um namorado que me entendesse ou q estivesse na mesma situação q a minha. Ah pra ajudar meu p' é pequeno e isso me desestimula mais ainda. Pensei em procurar uma psicologa pra poder melhorar minha autoestima pq eu to ficando cada vez mais deprimido. Se alguém quiser conversar cezanne92@yahoo.com.br :(

    ResponderExcluir
  143. Chamo-me Sofia

    Identifico-me com mts dos comentários.

    Tenho 26 anos, sou virgem e nunca dei um beijo na boca.
    Sou tímida, não consigo meter conversa com um rapaz, principalmente se for bonito. Isto acontece porque acho que ninguém se interessará por mim, devido à minha aparência principalmente. Tenho medo que pensem "o que é que esta quer?" ou que gozem comigo. Confesso que não pensei que houvesse tantas pessoas na mesma situação. O que me leva a perguntar: porque é que não encontro ninguém assim?
    Sei que se um rapaz me convidasse para sair eu aceitaria, o problema é que isso não acontece e a minha timidez não me deixa ser eu a dar o 1º passo.
    Por vezes penso "que se lixe, fico sozinha e pronto", mas a solidão é horrível..!
    Parece que construí um muro à minha volta ao longo dos anos, e sei que cada vez vai ser mais difícil de destruir.
    Eu trabalho e relaciono-me bem com os meus colegas (que são na maioria mulheres) porque com os colegas homens o "à vontade" já não é tão grande.
    As pessoas que não passam por isto não sabem como é doloroso...

    Soube bem desabafar...obrigada :)

    ResponderExcluir
  144. Disse tudo agora Sofia, as pessoas que não passam por isto não sabem como é sofrido e doloroso só a gente mesmo, vejo meus irmãos e primos namorando beijando felizes da vida, e eu já fingi varias vezes que está tudo bem, mas não está.Eles vivem me aconselhando me dizendo achando que sabe como a gente se senti a verdade e que eles não sabem como a gente se senti, eles não sabem como é dolorido, muitos dizem que minha hora vai chegar, mas parece que não chega nunca, e não vai chegar mesmo com certeza. Ao longo dos meus 20 anos me apaixonei varias vezes Iohanna, Melissy e Juliane mas parece que minhas investidas amorosas nunca dão certo caramba só queria uma namorada, alguém que me entende me ame e me aceite do jeito que eu sou, pra noivar, casar ter uma família, poxa já vivo naturalmente sozinho e ainda isso e pela situação que estou eu não vou conseguir, estou ciente que posso envelhecer sozinho isso não é ser pessimista e sim realista.
    Outro coisa também é que eu amo esse site de coração nunca imaginei que existia muita gente na mesma situação que eu, aqui eu fico a vontade pra desabafar minha dor e sofrimento como vcs dos comentários acima, sempre dou uma passadinho aqui pra ler mais comentários postado aqui por vcs fiquem com Deus !!!

    ResponderExcluir
  145. Olá pessoal, passei aqui pra ler os coments como sempre faço e digo VAMOS NOS FALAR GENTE! Deixe seu email ou msn (não precisa ser um que você usa direto, pode ser um alternativo) não adianta a gente ficar reclamando e chorando num canto sozinho, vamos nos conhecer, fazer amizades poxa! Quem sabe o que o destino reserva pra nós hein?

    Bjs Luana

    email : luanamsgs@bol.com.br

    ResponderExcluir
  146. Quem quiser trocar uma ideia, twitter @Ruan_walker
    Vlw

    ResponderExcluir
  147. No Orkut ( que museu né ) ( mychaell villar moreira ) meu perfil e um pouco de mim ta la. não tenho costume no msn! Qualquer recado to lá!

    gostei da iniciativa da Luana!vamos galera....a vida é curta!

    para futuramente vou pra o twitter.

    ResponderExcluir
  148. KR.
    Bom, eu li a maior parte dos relatos aqui deixados e devo admitir que tive uma completa indentificação com o caso.
    Tenho 32 anos, sou filho único e vivo com meus pais e não trabalho.
    Este problema já surgiu desde a minha infância quando minha mãe tentou me colocar no Jd. de infância... eu me senti totalmente sufocado e gritei por ela lá dentro.
    No início da vida escolar foi a mesma coisa.
    Entrei na adolescência e também não tive absolutamente nenhum cartaz com as mulheres.
    Comecei a me tornar extremista naqueles tempos, me tornei metaleiro satanista, neo-nazista, e a maior parte desses movimentos de ódio para suprir a dor.
    Depois da idade adulta, abandonei essas criancisses e comecei a me focar mais na minha vida social... que por sinal é quase nula.
    Procuro por um emprego de meio período, e quando penso na hipótese de se ter alguém, eu já penso em ir á um prostíbulo.
    Sendo que até de prostitutas eu tomei foras humilhantes, me vejo praticamente numa situação de solidão total.
    Desejo poder viver em outro país para pelo menos me distrair pelos lindos cenários Europeus que existem para não ter que lembrar que mulheres existem.

    ResponderExcluir
  149. Confesso que fiquei surpreso de ver que a maioria aqui são heterossexuais. Eu sempre coloquei a culpa de eu ser tão isolado e antissocial na minha homossexualidade. Os caras que eu gosto são sempre héteros.. gosto de carinhas nerds e antissociais tbm rs. Aí nunca rola nada =/ ..

    ResponderExcluir
  150. Gente, queria dar uma sugestão a quem passou por esta situação de estar envelhecendo e não conseguir um relacionamento e conseguiu superar que deixe o seu depoimento aqui pois pode ajudar muita gente.
    Pelos comentários que eu li, um traço que se repete é uma falta de credibilidade em si mesmo às vezes ocasionado pela aparência física e um sentimento de não ter o que oferecer. Acho que o caminho da superação passa por aí. Pensem no que vocês tem de bom!

    ResponderExcluir
  151. Eu li praticamente todos os comentários e me identifiquei com muitos deles (além do próprio post, obviamente).
    Sou heterosexual,tenho 20 anos e, como a maioria aqui, nunca beijei ou fiz sexo. Faço uma faculdade que já me garante um futuro profissional próspero financeiramente.
    No entanto a vida pessoal está no fundo do poço.Parece que perdi todas as habilidades de conversar e de agir com outras pessoas e, por isso, passei a evitar todo o tipo de contato social. Fico só na faculdade ou em casa, estudando, na internet ou vendo TV ou Anime.
    É muito ruim ver a cobrança das pessoas. Minha família estranha eu não ter amigos (tenho dois só na verdade e agente só joga video-game muito raramente) nem namorada. Parece que por enquanto a desculpa do "ele não namora agora por causa da faculdade" está de pé. Não sei até quando ou talvez eles já desconfiem que algo está errado. Sei que muita gente deve pensar que sou gay =/.
    O pior de tudo é que já desisti.Desisti de um dia ser uma pessoa normal e vou tentar viver o que me resta dedicado aos estudos e aos animes, games e series que me proporcionam uns poucos momentos de diversão na minha vida.
    As informações que não dei: sou feio e baixo, não tenho nem um cabelo regular sequer.Sou o cúmulo da timidez.Não tenho praticamente nenhuma habilidade social.Ou seja,sou um fracasso.

    ResponderExcluir
  152. A dica para os homens é ARRUMAR UM EMPREGO OU PRESTAR UM CONCURSO OU DESENVOLVER ALGO, mesmo que não ganhe bem, as mulheres adoram os caras bem vestidos e confiantes(não metidos) e que aparentem ter um futuro próspero e com objetivos.
    Para as mulheres ARRUMAR UM EMPREGO, ESTUDAR PARA CONCURSOS OU DESENVOLVER ALGO ou outra forma de levantar a sua estima, pois você se sente mais confiante, e os homens adoram mulheres confiantes(experiência própria) e com objetivos, mas que não sejam tão dominadoras ou metidas.
    E o mais importante, não se prendam a arrumar alguém apenas, pois estão atrapalhando o sentido real de suas vidas que não é apenas esse, criem objetivos para a vida de vocês para melhorar o local onde vocês se encontram e não usem como parâmetros pessoas próximas a vocês sejam mais velhas ou mais novas, SER NORMAL É MUITO SEM GRAÇA, SER DIFERENTE É O QUE MAIS ATRAI a vida É SUA, e cada um tem seu ritmo e seu tempo. Então se ocupe com objetivos e metas e mesmo que fracasse não desista ou crie outros, no meio desse caminho você, provavelmente, encontrará alguém que convergirá com suas perspectivas e será bem mais agradável do que alguém que nada tem a ver com você e seus objetivos só porque a sociedade impõe que tem que ter alguém.
    A vida é isso gente, um verdadeiro jogo, uns invejam os outros, mesmos que pensemos que estamos na merda, alguém está nos invejando.

    ResponderExcluir
  153. Já postei ak anteriormente, me identifiquei com o q muitos escreveram, sei q é dificil se expor mas pelo menos pra mim a compreensão é um alivio, quem quiser pode me add no msn trm_sp@hotmail.com bjs Taicy

    ResponderExcluir
  154. Postado por um anônimo:
    "Tenho 22 anos e também sou virgem. Se fosse só isso talvez eu não reclamaria tanto, mas vivo só em casa sem nenhum contato social. Tem muita gente com mais de 20 que ainda são virgens, mas muitos deles tão vivendo a vida pelo menos, saindo, conhecendo pessoas e se divertindo. Eu ja não vivo direito desde os 18 anos, época em que comecei a ficar em casa só no computador. Desejo melhoras pra todos."

    Palavras perfeitas. Descrevem-me completamente, com exceção da idade. Tenho 20 anos.

    ResponderExcluir
  155. É incrivel como o tema se encaixa em diversas situações e o quanto afeta a vida das pessoas principalmente pessoas que devido a isso não conseguem iniciar ou desenvolver relacionamentos.
    No meu caso já tive diversos relacionamentos e algumas criaram alguns traumas, devo ter uma pré disposição a isso. O fato é que como resultado perdi o vinculo com as pessoas, me tornei alheio as relações de um modo geral e em raras exceções alguém desperta meu interesse. Já me sinto como uma máquina pois o que falta em mim são os sentimentos e emoções. Parece que deixei uma parte minha pelo caminho.

    ResponderExcluir
  156. Eu vou dar a solução pra vcs virgens pois isso tbm aconteceu cmg. Eu tenho 32 anos e ate os 31 so tinha me relacionado com garotas de programa pois alem de ser bastante timido nunca fui nenhum galã de novela pra ser agarrado por uma garota, mas há 1 ano mais ou menos eu fui numa balada que tinha um lugar chamado de 'dark room' onde as pessoas entram pra ficar mais a vontade , se abraçar, se beijar, etc.. e por ser um local bastante escuro eu vi uma garota sozinha la dentro tomei coragem e abracei a menina que retribuiu meu abraço e tbm deixou que eu a beijasse , ate rolou algo mais quente entre nos, foi estranho pq o lugar era meio tenebroso mas valeu muito a experiencia. Talvez não fosse o lugar mais indicado pra eu fazer aquilo mas com 31 anos eu ja não tinha muito o que escolher.rsrs Depois desse acontecimento voltei nessa balada varias vezes e sempre que eu entrava no tal do 'dark room' ja tinha coragem de ao menos conseguir chegar nas garotas, as vezes ate levava alguns foras mas outras vezes conseguia me dar bem, isso virou uma coisa normal pra mim pq de uma forma ou de outra hj eu ja consigo ir nas baladas e chegar nas mulheres sem me preoucupar se vou levar fora ou não mesmo pq nunca mais vou ver aquela pessoa na minha frente e aprendi que a vida é assim mesmo as opurtunidades muitas vezes depende de vc, pois se nunca chegar numa garota e pelo menos tentar dize Bom dia, nunca conseguira dizer: Bom dia! tudo bem com vc ? Qual o seu nome?.. e coisa e tal ,ou seja tentar desenrolar um dialogo com uma pessoa para alguns pode ser muito dificil por isso mesmo se achando velho pra dar o primeiro passo vc tem que entender que nunca fez aquilo antes e tem que ter paciencia com vc mesmo. Se for necessario treine antes na frente do espelho, faça uma especie de teatro simulando uma paquera com outra pessoa se posivel grave e analise os pontos fracos tentando consertar os erros de postura, o tom da voz e expressão corporal que conta bastante na hora de passsar uma cantada, mas tenha paciencia co vc mesmo pq é impossivel querer pular etapas na vida se vc tem 28 anos e nunca namorou não vai querer resolver o problema em 5 minutos, ok?

    ResponderExcluir
  157. @jacquescum
    iliketocuminside@gmail.com

    Ao Fernando (fernando.workaholic@gmail.com) e À Luana (luanamsgs@bol.com.br)

    Olá Fernando e Luana,

    Fernando, ao contrário do que você pensou, alguém leu seu depoimento e esse alguém fui eu. Não, vc não escreveu demais. Já postei um depoimento imenso aqui no blog (5 partes) e gostaria que você o lesse (depois vou te enviar um email). Fico tranquilo em saber que existem tantos na mesma situação nossa. Saber disso me conforta pois dá a idéia que não sou tão diferente assim. Existem outros em situação melhor ou pior que a minha. Vejo a quantidade imensa de depoimentos aqui no site e após ler o que a Luana escreveu (VAMOS NOS FALAR GENTE! não adianta a gente ficar reclamando e chorando num canto sozinho, vamos nos conhecer, fazer amizades poxa! Quem sabe o que o destino reserva pra nós hein?) me ocorreu a idéia: porque não fazer um grupo do Google e adicionar toda essa gente? Seria bem legal ter um lugar onde nós todos pudéssemos discutir, falar e porque não se encontrar pessoalmente quando possível? Achei a idéia ótima pois nos dará mais força para seguir adiante e agir diante da situação que nos encontramos. Então convido vocês para criarmos um grupo onde nós três seremos os administradores. Fico aguardando o contato de vcs por email. Abraços.

    ResponderExcluir
  158. Olá pra todos! Sou solteiro e tenho 27 anos. Namorei uma garota durante 5 anos. Mas terminamos faz tempo. E acho que que nunca mais vou conseguir outra pessoa. Até tentei voltar com minha ex (ainda gosto dela), mas ela fica no "chove e não molha", então me afastei dela faz tempo pois essa situação estava me fazendo muito mal. Não consigo sair mais com meus amigos, todos eles tem namorada, e quando saio com eles me sinto inferior! O que vocês acham disso!?

    ResponderExcluir
  159. minha situação também é parecida tenho 20 anos nunca namorei ja beijei na boca 1 vez na vida aos 15 nos pq minha prima insistiu muito.Ainda sou virgemVejo todo mundo namorando menos eu as vezes minhas amigas me chamam pra sair eu invento desculpas falo q to estudando pq sempre q encontro elas elas ficam perguntando o que eu tenhopra contar elas sempre contam as suas experiencias e eu nunca tenho nada pra falar as vezes ate invento mentiras falo q sou passaro q gosto de ser livre mas é MENTIRA ninguem pode viver sozinho o pior q durante todos esses anos minha vida tem sido uma mentira invento para todos q me perguntam q sempre fico com uns caras mas no momento quero ficar sozinha achar a pessoa certa.O pior é q por onde eu passo tem sempre um casalzinho na minha familia sou a unica solteirona todos meus irmaos namoram tenho vergonha de ser quem eu sou meu dilema é MIL NAMORARÃO A TUA ESQUERDA DEZ MIL CASARÃO A TUA DIREITA E TU NAO SERÁS ATINGIDO é engraçado mas é a realidade.Nao sei o q fazer

    ResponderExcluir
  160. tbm me identifiquei muito com o texto,tenho 23 anos,namorei quando tinha 16 e mesmo assim era complicado pois o pai da menina não aceitava o namoro,terminei o namoro por motivos de desconfiança, depois tive alguns casos com mulheres casadas que não é o que eu gosto mais fiquei pois foi o que apareceu, a alguns mêses atráz tentei um namoro com uma garota que é minha amiga não deu certo pois ela dizia ser virgem e eu não conseguia segurar a vontade de fazer sexo com ela só que ela não queria aí terminamos. não sou exigente e nem quero uma mulher só pra sexo, quero uma namorada que possa me satisfazer por inteiro e eu tbm é claro farei o mesmo para ela. ultimamente ando muito reservado não sei o que está acontecendo comigo Acreddito que eu esteja deprimido.

    ResponderExcluir
  161. Mais um pro time...Tenho 32 anos e NUNCA namorei ninguém. Sexo então, nem pensar. Tenho um bom emprego, ganho bem e me considero um cara bonito. Mas sei lá, quando o assunto é mulher, eu simplesmente TRAVO. Já me apaixonei algumas vezes, mas não tive coragem nem de chegar perto da garota. Tenho muita vontade de ter uma gatinha só pra mim. Mas acho que só na próxima vida...já perdi as esperanças.

    ResponderExcluir
  162. OLA pra todos, eu li praticamente todos os comentarios,me identifiquei muito com varias historias.Sou mulher, heterossexual, 30 anos, já beijei mas faz tempo que nao faço mais isso, rsrsrsrs.Tbm me interessei muito, porque é muita gente solteira disposta a dar e receber carinho, mas todos sozinhos.Eu acho q ninguem vai sair dessa se nao se esforçar de alguma forma.Gostei da ideia de fazer um '' grupo'' seria muito bom.Tbm vi depoimentos bem detalhados e na proxima oportunidade conto pra voces, todos os detalhes da minha vida que me fizeram chegar aos 30 anos sem nunca ter namorado.Espero que que de alguma forma, possamos um ajudar o outro, seja com um depoimento ou uma palavra de incentivo, ou com o grupo, mas espero de fato e com toda sinceridade que ainda possamos sair dessa.

    ResponderExcluir
  163. É uma fardo ser feio na sociedade de hoje,é horrivel,minha vida teria sido muito melhor se eu tivesse nascido bonito,tenho certeza disso.
    As mulheres olham para meu rosto feio e antecipadamente me julgam como algo ruim sem ao menos me conhecer ,como se eu tivesse culpa de ter nascido com um rosto feio.
    22 anos e nunca namorei ou beijei,sexo então óbvio que não.
    Quando vejo uma mulher bonita faço de tudo para esconder o rosto ,com o objetivo de não dar motivos para risadas.
    Culpo a minha feiura pela minha solidão.

    ResponderExcluir
  164. Eu tenho 20 anos, e o menos mal é que eu fiquei com duas garotas, mas nao foramm bem aproveitados porque durou 1 dia cada. Hoje eu sou bem socialmente, tenho amigos, faço faculdade, as pessoas veem em casa e saio sempre com um amigo de diferente. Mas o lado amoroso é totalmente 0. Vejo meus amigos namorarem pela 1ª vez e eu ficando para atras, eu consigo ter uma boa conversa com uma garota mas nao flui. Pode ser nova, da mesma idade ou mais velha que nao da certo, as vezes escondo minha depressao com trabalho e estudo, isso ainda me mantem de pé. Mas quando paro para pensar no amor é que vem é o desespero e angustia, nao sei mais o que eu faço. Os anos passam e eu fico aqui sem experiencia.

    ResponderExcluir
  165. Diferente da maioria aqui... Mulher, heterosexual,quase 30, já beijei muito, já transei da mesma forma, já namorei também, mas estou sozinha. Mais do que essa semelhança, vejo também os momentos de insegurança (não ser bom o suficiente, cada um com os seus motivos, aparência, situação financeira, acadêmica,etc) e os momentos de egocêntrismo (também cada um a sua maneira, o outro não é belo suficiente, ou não tem a idade q julgamos ser adequada, muito velho(a), muito novo(a), a religião adequada, ou a ausência de religião, ou não tem a situação financeira adequada às perspectivas, ou histórico acadêmico, ou mesmo pessoal,etc).Olhem em volta, os casais não são perfeitos, porque nós também não somos, o que importa é ser feliz.Focando nisso agora, pra ver se desencalho de vez. Quanto a galera aqui, acredito que deveriam marcar um encontro entre vocês...Muita coisa pode acontecer...

    ResponderExcluir
  166. Sou feio e quero fechar os olhos e não acordar mais,eu me odeio por ser feio,penso em me matar todos os dias.

    ResponderExcluir
  167. aff eu entrei aki pra ler uma coisa, e é outra, eu to triste pq não tenho emprego, moro com meus pais e já estou com 21 anos me formando na faculdade, passei em concursos (inclusive 1 levei processo da fdp q fico atrás d mim, sorte q eu ñ tinha diploma), o outro concurso q eu passei em 3º, mas era 1 vaga só aff aí ñ pude assumir, parece q acertei uma pedra na cruz, meu pai era de SP e veio embora pro fim du mundo numa cidade de 8 mil habitantes em MS. Agora eu me lasko, ñ consigo nd nessa merd4 d vida, eu kero morrer... (sou moça e já tenho 21 anos, e nun vem falar essa parada d namorar, casar q meus planos são outros, meu estudo e minha carreira em 1º LUGAR, mas nesse fim d mundo q n gera emprego eu to + é laskada msm...

    ResponderExcluir
  168. Me identifiquei com um montão de gente aqui... tenho 23 anos e nunca fiquei com ninguém. Não sou bonito, mas também nao sou muito feio e já me disseram que sou "bem pegavel" só que isso veio de uma menina que não quis ficar comigo porque na época ela estava com um carinha e eu nem sabia disso (isso me consola um pouco).

    Bom, não preciso entrar em detalhes mas sou parecido com a maioria aqui.. problemas de timidez e auto-estima, etc..
    Ah, segunda feira eu estava numa festa e desejei morrer.. mas logo no dia seguinte isso passou (ufa!). Não sei se vocês, mas quando estou em festas me sinto um alienigena quando olho pros lados e vejo todo mundo solto, se beijando, abraçando sabe.. eu queria poder sentir isso também. To me esforçando nessas situações pra ver se consigo me "acostumar" com o ambiente... talvez facilite as coisas.
    Eu fico lendo aquelas "dicas" de como proceder em determinadas situações como, por exemplo, avaliar se uma menina está interessada e tudo mais, mas simplesmente não sei se tem ou não clima, se ela quer ou não e essa dúvida não me deixa fazer nada, nem sequer chegar perto.

    Enfim.. Não sei se vocês concordam mas vcs não animam de nos organizarmos em um chat ou algo assim? Talvez ficaria mais fácil pra apoiar-mos uns aos outros.

    ResponderExcluir
  169. Eu invejo as pessoas bonitas,o fato de ver tanta gente bonita andando pelas ruas com seus parceiros e parceiras,um casal andando de mãos dadas pela cidade,só me lembra o quão feio eu sou,e me odeio mesmo por isso,pela falta de sorte que tive.
    minha adolescência passou e eu não pude aproveitar como o resto de meus "amigos" pelo simples fato de não estar dentro do padão de beleza,parece que por eu ser feio,eu não tenho direito a nada.
    Meus amigos ja tem tanta história para contar e eu não tenho nada,minha vida passou e eu nem vi.
    22 anos e nunca namorei,beijei ou transei com nnguem,vejo adolescentes com mais experiencia do que eu ,pra mim isso é vergonhoso.
    por isso eu invejo as pessoas bonitas elas sim são felizes.

    ResponderExcluir
  170. Tenho 21 anos e nunca transei com ninguém,dizem que sou bonito, ate fiquei ja com algumas garotas, mas nunca consegui "avançar" um pouco, nunca namorei sério, não porque não quis mas porque nunca encontrei alguém que quisesse e fico triste por isso, quando eu vejo as pessoas conversando sobre sexo ou mesmo os casais juntos, eu fico sem jeito e ate mesmo um pouco triste por não ter ninguém, isso me leva a pensar em me matar, acho que não tenho mais solução...

    ResponderExcluir
  171. Meus amigos dos últimos post! Não adianta culpar se é ou não feio e não ter encontrado alguém especial.
    O fato é de um cada um correr atrás dos seus objetivos que a vida proporciona, basta observar com atenção, pois nada cai do céu né, além de ficar em casa no computador lamentando o sofrimento como alguém escoltasse e perceber.
    ( - Nossa ele já sofreu muito tá na horo deste sofrimento acabar, já pagou seus pecados).
    (~_~) (~_~) (~_~) (~_~) (~_~) (~_~) Assim como eu que já estou com 27 anos não tive á sorte de ter relacionamentos, só tive sorte de beijar algumas vezes na minha vida e olha que já faz mais de 4 anos que não beijo e só isso!
    Mas eu nunca perco as esperanças, pois é ultima que morrer. Se vcs ou outras pessoas pesam em se matar ( Eu já pesei nisso, mas prefiro que todos da humanidade venham comigo no final de 2012 ha,ha,ha,) sério tem tantas pessoas que são feias que estão namorando, pois não fica selecionando, o que vier é lucro e as oportunidades sempre aparece, mas sempre esperamos que outras pessoas dão a iniciativa pois nós não temos a iniciativa , coragem e a vergonha. ( ou porque somos cegos mesmos há, há, há,)
    Se houver um Zé ninguém, fraco, incompetente, uma casca vazia, trouxa, etc.. É aquele que desista facilmente da vida, cometendo suicídio como forma de se livra dos problemas que a vida coloca. Pois quando morremos acaba tudo mesmo é o fim, enquanto vivemos sempre podemos contar com a esperança de um dia melhor. (^_^)
    Temos pessoas que tem experiência tanta faz se vc for ou não dá a iniciativa, a fila anda ( Eu sei o que é isso! dói muito né! ), pois tudo em nossas vidas não se passa de momentos e devemos aproveitar tudo que ela nos oferece. Na China é a contrario do Brasil em termos de repartição entre as mulheres e homens ( Se vcs acha difícil mulheres aqui no Brasil não sabe qual é a situação da China, é 4 homens para cada 1 mulher e aqui no Brasil é 3 mulheres para 1 homem ( lógico que temos as diferenças entre as idades, regiões e classes medias, mas não deixa de ser uma estatística e tem muito chinês mais solitário e triste do que nós pesando que no Brasil têm as mulheres mais lindas de todo o mundo e têm muitas delas solteiras.
    Bem, meu conselho é que viva da melhor maneira possível assim como eu faço ( apesar dos choros e as tristezas que eu sinto quase todos os dias ) se passamos por este sofrimento provável que fizermos algo de muito ruim em outra vida e que estamos pagando desta forma.
    Assim como outras pessoas paga de outras formas um pecado em outra vida seja em cadeira de rodas, deficientes visuais, auditivos, membros atrofiados, AIDS, fome, etc..
    Cada um carrega a sua cruz e cada um sabe o seu peso. E podem acreditar, por mais felizes outras pessoas aparentam ser, por trás á várias tristezas e marcas que nós não vermos assim outras pessoas pesam de nós.
    Eu criei um facebook e quero também criar uma comunidade dedicada á nós, assim quando eu começar a costumar a mexer nele, vou chamar o povão deste blog para ver se saímos do fundo poço. Eu acredito seja mais fácil se nós se relacionamos ( FICAR OU NAMORAR) estre si deste grande site, pois temos os mesmo problemas e a dor que compartilhamos. E olha que não são poucas pessoas viu. Vamos galeraaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!
    Ass... Mychaell V . M

    ResponderExcluir
  172. Vou fazer 40 agora em novembro, sou mulher e o meu problema e que depois que me separei não consegui me relacionar com mais ninguem.
    Sempre fui muito bonita e comecei a namorar bem cedo(14 anos), tive varios namorados ate que encontrei meu escolhido(aos 18), namoramos casamos, tivemos um filho e... fui traida(nunca tinha passado por isso antes), o casamento acabou(em parte tb por minha culpa, nunca superei a traição dele), e eu realmente quis me separar dele(apesar de ainda ama-lo).
    Hj em dia eu tenho paz, nada de brigas e tenho a vida mais estavel e chata do mundo(engordei 40kg depois que me separei), agora me sinto pronta pra tentar de novo, mas não sei como? pra piorar a uns 4 anos criei um perfil fake onde me relaciono com pessoas que nem imaginam quem eu sou(eu me identifiquei totalmente com a imaturidade emocional), eu vejo potencial em mim(mesmo enorme de gorda, ainda sou muito elogiada e todo mundo me da 30 anos), mas não consigo dar o primeiro passo. Sou boa mãe, profissional e as vezes ate tomo coragem e consigo sair de casa, sem que tenho bom papo e ate um certo charme, mas não sei paquerar.
    Hj eu estou muito infeliz!

    ResponderExcluir
  173. Sou homem, feio e esquisito, faço 24 anos em setembro, nunca beijei, muito menos transei com alguém. Já melhorei um pouco minha vida social, comprei um carro e planejo sair da casa dos meus pais antes dos 25 anos.

    To cansado de ficar sozinho, não consigo paquerar ninguém, tenho vergonha, e medo que as pessoas descubram que eu nunca fiquei. E ainda por cima to ficando pedofilosinho, não posso passar na rua pelas meninas novas entre 12, 15 anos que fico louco pra passar a mão, acho que isso acontece porque a minha prima(eu nunca amei tanto alguém, como amei ela! sofro só de pensar!) de 14anos, na minha adolescência me fez sofrer muito, queria ela, mas ela só me machucava, me envergonhava. maldita piriguete!

    ResponderExcluir
  174. Não é estranho desejar mulheres mais novas. Até ser adolescentes de 12 á 17 anos, por pessoas mais de 20 anos que nunca tiveram relacionamento antes.
    Apesar de ser estranho, imoral, nojento, criminoso, (pedofilia), discrepância, etc. Muitos de nós deste blog estamos tendo ou teve o desejo de se relacionar se com pessoas de menor de idade. Isso acontece porque psicologicamente não tivemos relacionamentos quanto erramos mais jovens (adolescência), é como nossos estímulos e o desejo de se relacionar estivesse nos dias de hoje. O auge dos relacionamentos e a descoberta dos corpos e o prazer sexual continuassem, apesar do tempo. É por isso que como nosso amigo acima que tem desejos pelas meninas mais novas ( não é safadice ou um desgraç..).
    É um sintoma normal entre pessoas que nunca teve relacionamentos, na verdade um pequeno distúrbio mentalmente mental que não teve o acompanhamento de relacionamentos necessários antigamente. Claro que não é PECADO desejar ou SONHAR, mais se acontecer ficara ao cargo da justiça e a pena prevista pela ECA que não é nada brincadeira.
    Aproposito muitos pedófilos são reconhecidos pela medicina por problemas psicológicos e que têm que se tratados, pois a sociedade não perdoa e nem os criminosos.
    Pense e reflitam.................até....

    ResponderExcluir
  175. eu detesto minha vida,sou feio ,muito feio.
    vejos alguns caras que terminam relacionamentos e no outro dia ja tem outra namorada e outros contando histórias que ja pegaram muitas mulheres em suas vidas,algumas vezes ao mesmo tempo.
    e eu sempre sozinho simplismente porque sou feio.
    essa vida é uma merda pra quem é feio.
    muitos falam que a beleza é relativa ou falam de beleza interior isso é só hipocresia.
    as mulheres gostam de homens bonitos.
    os bonitos vivem e aproveitam a vida enquanto os feios tem que se contentar em ficarem sozinhos.
    maldito azar eu tive de ter nascido.

    ResponderExcluir
  176. sou timido e quero uma mulher muito timida tambem

    ResponderExcluir
  177. oi queridos... percebi que nos ultimos comentarios as pessoas estão muito pessimistas,considerando a morte uma opção, ou soluçao não sei.NÃO É. Outra coisa, é verdade que a aparencia nao é o mais importante, claro que todas temos um homem ideal , lindo , com caracteristicas assim, assim , ou assado, mas a beleza é relativa, o que é bonito pra um pode nao ser para o outra e quando a gente gosta de alguem, isso já nao faz mais diferença; se ao inves de 1,90m ele tem 1,70(medidas meramente ilustrativas ok rsrsrs). O que importa é a atitude, eu sei o que procuro em um homem e acreditem beleza nao esta no topo da minha lista.Também, o fato de encontrarmos tanta gente em situação semelhante não é para nos desanimar e sim pra mostrar que nao somos os unicos, que de alguma forma isso é bem mais comum do que parece, eu me senti mais animada ao saber disso.Bem, eu espero que voces se sintam melhores futuramente , e que qualquer que passar por aqui pra ler os comentarios encontre um ponto positivo. Vamos sim sair dessa.

    ResponderExcluir
  178. é horrivel ter o rosto feio nos dia de hoje,eu sou ignorado e julgado assim que as mulheres colocam os olhos em cima de mim.
    elas como a "anônima" que postou 26 de julho de 2012 00:39 dizem que o que importa não é a beleza física só para parecenrem politicamente correta para as outras pessoas mas aposto que na prática é bem diferente.
    Quem é feio como eu sabe que isso é verdade.

    ResponderExcluir
  179. para o anonimo acima (26 de julho de 2012 14:51) .... se voce souber conversar e cativar, mostrar outras qualidades, voce terá muito chances do que voce pensa, a beleza é um ''chamariz'' ,normal, mas é preciso muito mais que isso, e digo nao pra parecer politicamente correta, digo por que é exatamente o que acredito, e como conduzo a minha vida. bj e sorte pra todos.

    ResponderExcluir
  180. pior de tudo eh ver os amigos, todos eles se dando bem e vc ser o unico da turma a nao pegar nda, ser bonito conta muito sim, tem caras feios q pegam tbm, mas eles tem alguma outra coisa q chama atençao neles, agora eu tenho a pior combinaçao feio/bonzinho ou seja so tomo nakele lugar, e eu na minha inocencia achava q um dia alguem iria reconhcer eu ser uma boa pessoa, isso eh um sonho bobo q muitos vivem, sonho empurrado pela midia e por tudo, a verdade q nao existe isso, e cada ano q passa fica pior, vontade de viver ja nao tenho a muito tempo, mas ia carregando com a barriga, agora ja nao da mais nem pra carregar com a barriga, espero nao chegar ao ponto de querer cometer suicidio, eu juro q tento buscar coisas boas, mas tudo da errado, parece q tem pessoas q nascem pras coisas darem erradas, exemplo disso foi uma operaçao q eu fiz, se ja nao bastasse tudo de ficar sozinho, eu fiz uma operaçao, uma circuncisao, ou como chamam por ae operaçao de fimose, tive aquela vergonha monstra de passar por isso, muito nervoso, dinheiro alto, e uma recuperaçao dolorosa, resultado ficaram cicatrizes horriveis, e ainda o medico fez cagada nos pontos e ficou muito zoado, mas vou deixar como ta, ja nao tenho mais saude mental pra isso, se eu for em outro medico ele vai ver o erro q eh visivel, entao terei q ser operado denovo, coisa q nao quero passar por isso denovo vergonha nervoso e tudo mais, meu irmao e meu pai fizeram essa operaçao e o deles ficou normal e o sortudo aqui teve q acontecer isso, ou seja tem gente q nasce pra acontecer coisas ruins, e nao tem jeito, vc ve varias pessoas por ae q fazem coisas erradas e nunca acontece nda com eles, agora qm nao faz coisas erradas só toma nakele lugar, tive um amigo de infancia, q muito novo os pais dele se separaram, e ele ficava só em casa, nunca saia por nao ter amigos, por um acaso conheci ele, e trouxe ele pra conhecer meus amigos, ele passou a andar com minha turma, ele saiu da solidao dele, mas o pai dele ficou doente e acabou morrendo, depois mais pra frente, a mae dele ficou doente, e ficou numa situaçao ruim, andava por ae se saber oq estava fazendo, usando fralda e tudo mais, uma situaçao bem lamentavel, depois foi a vez desse amigo ir ficando doente aos poucos, até q xegou ao ponto dele precisar ter outro estomago, mas tem aquela fila pra receber os orgaos, resultado morreu antes de xegar a vez dele, oq eu tiro disso, sofreu a vida inteira, com seraçao dos pais, doença dos 2, e depois a dele, fora sua solidao, e morreu antes dos 20 anos, alguem q nunca fez mal pra ninguem passou por tudo isso, nao teve uma alegria na vida, e vejo por varias pessoas fazendo coisas erradas com muita saude pra dar e vender, esse mundo eh muito injusto, e depois ainda vem pessoas dizer q deus existe, parabens pra esse deus

    ResponderExcluir
  181. De novo em relação a resposta da anônima do dia (26 de julho de 2012 00:39)e (26 de julho de 2012 17:45)são bonitas as palavras,mas baseado na experiência que adiquiri ao longo da vida ,duvido que acretite mesmo nisso,falar uma coisa aqui é bem fácil mas na pratica aposto que faz bem diferente.enfim acho que nunca saberemos.

    ResponderExcluir
  182. e só para terminar meu comentário sobre o o que a anônima respondeu eu não posso afirmar nada pois não te conheço mas tenho certeza que tu nunca vai admitir que prefere a beleza à outras qualidades,pois tu vive dizendo isso a ti mesmo todos os dias afinal de contas tu não quer acretitar que é uma pessoa superficial,como sei disso?por que as pessoas são assim,pelo jeito tu deve ser bonita porque se fosse feia saberia que digo a verdade.
    na teoria tudo é "bonito" mas é na pratica que a coisa se complica,tenho certeza que tu já tirou sarro daquele cara feio,narigudo ou sei lá o que ,pode parecer brincadeira para alguns é muito sério para outros.
    Mas se de fato for verdade tudo que você disse,então é uma em dez e isso você tem que concordar.

    ResponderExcluir
  183. Mas e verdade, pode-ser dizer que o aspecto não importa, mas so quem e feio e que sabe que isso não verdade, ate para amizadades uma pessoa feia e normalmente afastada. E claro tambem existe um outro facto que raramente e falado: o Carisma. Estou certo que ha ai pessoas feias que conseguem ter relacões ou casar-se com facilidade pois têm carisma que supera o seu aspecto.

    Mas infelizmente tambem ha muito gente que e feia e incarismatica, como e o meu caso, eu nem consigo amizades, seja com mulheres ou homens.

    Como alguem como eu pode esperar ter um relacionamento se ate e rejeitado no campo de amizades? Ha varios graus para tudo, e infelizmente ha quem esteja em alguns que entram na escala negativa. Pessoas assim, como e o meu caso, não podem suceder sozinhas, precisam de ajuda, e sem crer faltar ao respeito aos que escreveram coisas desse genero: aquelas "tretas" do pensamento positivo e ir a luta, e o aspecto nao interessa, apenas fazem pessoas com o meu grau de problemas apenas ficar pior, pois ficamos com a certeza que estamos sos e nada/ninguem nos pode ajudar.

    ResponderExcluir
  184. eu detesto minha vida,desejo me morrer todos os dias acabr logo com isso,quero isso porque nasci fora dos padrões de beleza da sociedade,22 anos nunca namorei,beijei ou fiz sexo tudo porque não sou tão bonito,ser feio arruinou toda minha vida.
    desejo morrer.

    ResponderExcluir
  185. Isso de '' para anonimo tal ...'' ta ficando meio confuso por isso vou deixar um nome ok?kkkkk. para o anonimo de 27 de julho 01:19 e 27 de julho 01:40, queria me desculpar, nao foi minha intenção faze-lo sentir-se pior, é que eu tenho essa forma de ver as coisas.Quanto a ser bonita kkkkkkkkkkkkk esse é meu sonho... mas eu me cuido e arrumo, na media que me faça sentir bem. Eu nao sou muito boa em detalhar a vida como muitos aki mas eu sei o que é ser desprezada, sei como é os outros tirarem sarro de voce, ja passei por isso, e por causa disso ainda hoje nao consigo me relacionar, pois me tornei insegura nesse aspecto.Mas o fato de eu nao ser 'linda'' nao me torna uma má pessoa e eu aprendi a me valorizar os outros e voce tem razao, talves a grande maioria nao pense como eu.De qualquer forma eu queria mesmo me desculpar, nao quis parecer superficial.

    ResponderExcluir
  186. então andreia como tu mesmo disse,tu sabe como é esse tipo de coisa,no meu caso ser julgado por uma coisa da qual nem tenho culpa,não tenho culpa de ter nascido assim.

    ResponderExcluir
  187. Sou homem 24 anos sou virgem, nunca beijei, tenho medo de me aproximar das meninas que me interessa, sofro por não ter uma namorada, um simples beijo mudaria minha vida. Fasso academia a 3 semanas ( artes marciais ) para me tornar mais confiante, e tentar me socializar mais com as pessoas. Apesar do esforço sofro pois AMO minha prima de 16 anos que acabou de se juntar com um cara mais velho.

    To tentando superar isso, mas penso nisso o dia todo, o rosto dela me assombra. Com o tempo me tornei Ateu e as vezes penso em me enforcar, bobagens que não me passavam pela cabeça antes. Claro que se não tenho coragem para paquerar alguém que amo, jamais vou ter coragem de me matar.
    A merda é, o que fazer?

    Assim como o cara do dia ' 24 de julho de 2012 11:46 ' - Também me sinto pedofilosinho, sinceramente, eu queria uma menina de 14 anos virgem(minha prima quando me apaixonei), é um sonho que nunca vou realizar, pois essa oportunidade já tive e joguei fora e outro tomou de mim.

    Eu sou mesmo um fracassado!!!

    ResponderExcluir
  188. Amigo anônimo ( nasci feio e a vida é ingrata) eu vejo vários depoimentos seu aqui no blog de como vc se despreza de ser feio neste mundo. Mas eu estou aqui pesando o que é feio para vc ?

    Como vc é?
    Descreve um pouco de vc aqui. Eu sinceramente não acredito que pessoas feias possa ser uma desgraça (desculpe pelo termo), mas eu já me apaixonei por algumas meninas que não é lá grande coisa de beleza, o que me fez me apaixonar é o jeito e a dinâmica, comunicativa, ser contraente, convicção, inteligência, demonstrações ao publico, aventura, dinâmica, etc..

    Meu caso (minha aparência) sou alto 1.90 peso 70 kg branco, trabalho, olhos e cabelos castanhos, gasto de sair (apesar de ser sozinho e solitário ),gosto de animes, tecnologia.
    Isso é um pouco de mim. Já na vida amorosa eu só dei 7 beijos e um selinho e isso porque eu já estou com 27 anos e vou fazer 28 em setembro, e faz mais de 4 anos que não sei o que beijo. Eu acho que todos tem sua cara-metade, só basta procurar bem e não ficar selecionando a (o) mais bonita (o).

    Eu já tomei um fora de uma mina que não é lá grande coisa (feia) para o meu padrão e fique muito chateado, mas contente ao mesmo tempo. Mas eu prefiro uma mina mais ou menos, mas que atenda as minhas expectativas de aspectos físicos e depois mentais. Já conheci e conversei com muitas meninas lindas maravilhosas de rosto, mas que não vale nem a sola do meu tênis ( são as verdadeiras serpentes) pois quanto mais bonitas serem, mais ignorantes, bravas, colocar regras, sem humildade, pesa que é a rainha da cocada preta, ultima bolacha do pacote, etc... ( além de serem as mais infiéis em relacionamentos )
    Pra mim eu vejo e avalio varias características para um relacionamento, desde que me agrada algo que seduz em especial em minha pessoa.

    Leia o comen...q eu fiz 23 de julho de 2012 03:17
    até + fuiiiiiii.......

    ResponderExcluir
  189. sou homem tenho 38 anos moro em belo horizonte,
    vivendo no meio de tanta mulherada mas vivendo na solidao. é tanta tristeza que só fico meio feliz é quando lembro que posso finalizar a minha própria vida pra nao sofrer mais.
    eu nao me acho feio nao me sinto rejeitado
    mas nao tenho coragem de me aproximar das mulheres
    e se aproximem de mim eu invento uma desculpa e saio fora sou inteligente sou esperto pra tudo nessa vida no trabalho ou em qualquer lugar.
    sou cem por cento normal , mas pra relacionar com uma mina é aí que tá o problema
    um dos motivos é o seguinte quando eu tinha uns 14 ou 15 anos adolescente eu estava começando querer arrumar namorada e então meu irmao mais velho percebendo isso ficava me fazendo medo
    me falava assim cuidado na hora que vc for chegar numa menina nao diz bobeira tem que ser muito esperto nao pode vacilar nao pode dar
    mancada nao pode falar nada errado tem que mostrar que vc é muito esperiente muito mesmo
    porque do jeito que vc é ,bobinho devagar
    vc vai falar asneira ou besteiras e aí nao
    vai conseguir ninguem nunca .
    elas vão ficar rindo da sua cara ,vai contar pras outras meninas vai ser uma piada todo mundo vai saber do seu vascilo então meu irmao sempre me fazendo medo acabei desistindo e fiquei com
    medo das mulheres para sempre .
    medo de nao ser um garoto normal na hora de paquerar. ja namorei ja beijei ja transei mas nao sou feliz com ninguem ainda vivo sozinho a mais de 13 anos mas quem sabe eu ainda encontro a pessoa certa pra mim uma mulher simples humilde sincera se for muito tímida melhor ainda eu e ela ela e eu felicidade garantida para sempre até a próxima obrigado.

    ResponderExcluir
  190. sinceramente esses caras que estão falando que querem menores estão com problemas alem de solidão,um problema muito sério que é crime e que muitas pessoas sofrem por isso,os comentários estavam muito bons antes destes dois comentários.
    se esse é o nível de gente que vai passar a visitar o site assim fica complicado,tenho 25 anos sou virgem nunca beijei ninguem e nem por isso penso da mesma forma.

    ResponderExcluir
  191. Nos dias de hoje não importa se você é um bom homem,se é descente ou estudioso,isso tudo não importa se você não é bonito,parece que se você não tiver dentro dos padrões todas as outras qualidades não tem valor nenhum,as mulheres dizem que não ligam para beleza mas isso é tudo da boca pra fora,porque na hora H fazem totalmente o oposto.
    embora digam o contrario beleza é fundamental sim,não só fundamental como quase uma regra básica se quiser ter um relacionamento.
    sofri desde pequeno com as piadas e isso não sai da minha cabeça ,quando vejo uma mulher que me interessa logo penso em todas as piadas que sofri,então prefiro ficar quieto,é uma droga ser feio eu detesto e muitos sentem a mesma coisa.
    estou envelhecendo e não consigo ninguem sim,mas não por culpa minha mas por culpa das pessoas que antes mesmo de eu nascer já declararam que meu tipo de rosto não é legal.
    por experiência propria percebi que não importa se você é um cara legal,porque as mulheres querem um cara legal e bonito.

    ResponderExcluir
  192. Essa insistencia e perspectiva em achar que a beleza é obrigatoria me faz pensar 2 coisas: 1- é obrigatoria pra vc, vc quer mulheres bonitas etc, 2- o tipo de mulheres que vc já se interessou. Por favor, parem de generalizar, pq tambem existem homens que só querem as bonitas, resumo... se alguem só procura beleza ao inves de conteudo, é por que ele proprio nao tem conteudo.Se vc se acha feio e quer alguem , imagine que ha tbm uma'' feia'' nessa mesma situaçao e que portanto existem mulheres buscando homens com o seu perfil. Mas quanto mais a pessoa sofre, mais dificil é se aproximar.Vi muitos aqui dizerem que nem chegam mais nas mulheres, entao, como saber se seria diferente ou nao???? Nao generalize, eu acho que sempre vale a pena SE DAR MAIS UMA CHANCE, tentar. E nao me levem a mal.

    ResponderExcluir
  193. Tenho 22 anos daqui a alguns meses 23. Também nunca namorei com ninguém já beijei alguns caras na vida mas foi algo sem importância todos em shows tipo "micareta".Sou muito tímida não tenho quase nenhum amigo, minha vida social é NULA, não saio quase nunca e me acho feia, gorda e estranha...
    Desde que entrei na faculdade minha vida ficou mais difícil porque conviver com pessoas que são "Normais" tem amigos, vida social, namorados, etc; é muito torturante ver o quanto eles são felizes enquanto nada acontece na minha vida.
    Já cheguei a inventar namorados imaginários só pra ter assunto com o pessoal na faculdade e eles não me acharem tão estranha... Mas o fato é que não consigo me relacionar com ninguém acho muito difícil alguém um dia se interessar por mim. já pensei em tentar conseguir alguém na internet mas não tenho muita paciencia pra isso e também acho que não vai adiantar muita coisa.
    As veses tenho a esperança de que vou encontrar alguém casar vestida de noiva ser feliz para sempre...
    mas na maioria das vezes me imagino sozinha para sempre vendo todas as minhas amigas e primas casando, tendo filhos, etc; enquanto eu nem um namorado consigo.

    ResponderExcluir
  194. o que a andreia parece não entender é que algumas pessoas por não serem bonitas assim como eu encaram na vida quase todo os dias a reação das mulheres(eu falo mulheres porque estou me baseando na minha vida) em relação a quem é feio,olhares de nojo,comentários e cochichos maldoso,e as veses é difícil de ignorar esse tipo de coisa porque as vezes você só olhou para a pessoa sem nenhuma intenção e ainda assim tem que passar por isso sem merecer ser tratado desse jeito.
    sinto muito se minha indiguinação te faz pensar que sou um idiota superficial,mas ouvi muita coisa desde que era pequeno ,brincadeira apelidos pra me negar o direito de dar minha opinião,imagina para uma criança e depois adolescente crescer ouvindo que tem alguma coisa de errado com ele e fingir que não liga com um sorriso amarelo no rosto pra não dar o braço a torcer e pior que tudo isso acreditar neles.
    eu não sou um idiota,sou ciente das coisas,sou ciente das minhas condiçoes fisicas,não sou bonito e não é a depressão falando é um fato,é um fato tambem que não é bobagem pois deixei de fazer muita coisa e ir a muitos lugares aos quais tinha vontade só porque achei que teria muita gente e olhariam para mim,pode parecer ridículo mas eu não sou o único.
    é um fato tambem que tem muita gente boa por aí e até mesmo que tenha comentado neste site que não merece ser julgado porque é feio,gordo ou tímido.
    Não tenho sangue de barata.

    ResponderExcluir
  195. Hoje faço 30 anos, e honestamente nunca gostei dos meus dias de anos, porque para mim nunca foi motivo de celebração, porque celebrar uma vida inutil? E nunca me senti tão deprimido no meu dia de anos.... Eu nunca bejei, namorei nada, mas as mulheres(bonitas ou feias) sempre tiveram repelencia de mim mesmo sendo sempre simpatico. Eu sou feio e gordo afinal de contas, não interessa que seja melhor pessoa que a escoria de machistas que elas preferem.

    So em toda a minha vida tive um amigo, ele esta na mesma situação que eu, portanto também não tenho meios de conhecer mais pessoas,portanto gostaria de saber onde e que estão essas mulheres especiais faladas pelo Anônimo 28 de julho de 2012 19:44? Resposta: não existem pelo menos não para quem não tem meios de conhecer gente nova.

    Hoje "celebro" 30 anos de uma vida falhada onde tenho sido quase literalmente so espectador da mesma, o meu sonho seria ter alguem especial na minha vida e todos os problemas seria irrelevantes... mas isso e mesmo o que me esta mais negado....

    ResponderExcluir
  196. Mais um pro time...

    Tenho 23 anos, sou introvertido, formado, tenho um bom emprego e ganho razoavelmente bem para minha idade. Apesar de ganhar bem, herdei uma pampa pobre, portanto dinheiro é problema para mim. Não tenho abundância financeira, mas não passo necessidades. Na adolescência eu era muito feio (tanto é que as meninas sempre me colocavam no top 3 dos mais feios da sala). Após 6 anos melhorei um pouco, mas estou longe de ser considerado bonito. Nunca namorei, sou "virgem" (só transei com prostitutas, ou seja, nunca consegui levar uma mulher para a cama sem que ela tivesse interesse financeiro), mas já beijei na boca de umas 4 meninas (naquelas ficadas que não rolam nem conversa, só pegação).

    Tenho sérios problemas para lidar com o sexo feminino quando não existe uma relação de superioridade de minha parte. Por exemplo, se sou o gerente de uma mulher, consigo lidar com ela tranquilamente. Com garotas de programa também, visto que sou superior a elas na relação de cliente e fornecedor. No entanto, quando tenho que lidar com mulheres no dia-a-dia, em situação de "igualdade" (isso tudo na minha cabeça, entendam), como por exemplo para conseguir paquerar e ver se rola algo mais, simplesmente não consigo. Travo, não tenho papo. Minha feição fica dura, sinistra. Se estou sorrindo e de repente entra uma mulher bonita na sala automaticamente meu sorriso some, fico sério e mudo. Seja uma garota de 15 anos, seja uma de 30 anos, tanto faz.

    É um problema muito ruim, que me deixa triste a cada dia que passa, pois eu não consigo ser como meus amigos que saem para baladas, pegam várias e tal... eu gostaria de achar uma garota bonita (sim, beleza faz diferença pra mim!!), inteligente e que goste de mim. Tudo bem, minhas exigências são altas, mas eu não acho que devamos nos contentar com o que tem por aí, se o que queremos é algo melhor que isso, só para falar que conseguiu uma namorada.

    Onde moro atualmente não tenho amigos. Não saio para baladas, pois o ambiente me deixa frustrado e irritado por eu não conseguir ser como aqueles caras.

    Junte tudo isso o fato que não confio em mulher para relacionamentos, sempre inconscientemente acho que elas vão fingir interesse pra depois levar meu dinheiro, vão me botar chifre, vão me humilhar perante minha família. Tenho certeza que todas essas crenças me sabotam, mas já fiz terapia e funcionou por um tempo mas depois tudo voltou ao que era.

    Antigamente às vezes até batia um pensamento que talvez eu poderia ser gay, mas definitivamente não sou... As pessoas devem achar que eu seja, por não me verem com mulher... fazer o que...

    Lendo os comentários bateu uma esperança de que eu posso confiar em mulheres e resolver esse meu problema com o sexo feminino, mas sinceramente não sei mais o que fazer para mudar esses meus pensamentos limitantes.

    MSN: pedrodp89@hotmail.com

    ResponderExcluir
  197. minha vida é um lixo,tudo porque sou feio,í tenho que ficar ouvindo dessas hipócritas que o que importa é a beleza interior sendo que é óbvio que isso não é verdade.
    sinceramente eu detesto a porcaria da minha vida,todo porque tive o azar de nascer com essa cara ferrada ,eu não tenho orgulho próprio e ser feio me deixa infeliz.
    se eu tivesse algo para dizer as pessoas bonitas é que elas tem sorte,eu invejo as pessoas bonitas,porque elas sim são felizes,não consigo de parar de pensar de como essas pessoas são sortudas,eu espero morrer logo.

    ResponderExcluir
  198. é,ser feio é uma porcaria mesmo.se eu tenho uma certeza nesta vida é que ser feio arruinou minha vida.

    ResponderExcluir
  199. Eu também odeio minha vida, sempre vejo pessoas da minha idade namorando ou "pegando" alguém e só eu fico forever alone.Eu também invejo de pessoas bonitas, porque elas sim são pessoas felizes enquanto os feios são rejeitados.Ás vezes acho que nem devia ter nascido.

    ResponderExcluir
  200. Oii...Bm tenho pouca sorte nessa vida para relacionamentos ultima vez Q eu me relacionei fui traida (peguei meu ex na cama cm uma vadiaa)talvez seje pq ñ quiz me entregar para ele (sou virgem).Sou mtmt Timida estou no primeiro ano do ensino medio Sou gaucha rsrs moro em uruguaiana... Bm Nessa vida tem pessoas q nascem para ter a sorte d casar e ser feliz embora outra tenham nascidas para sofrer no amor e viver sozinha rsrs é sou uma dessas...ja me acostumei cm a solidao...
    Estou no ensino medio, eu devo d ter algum problema pq ñ tenho namorado e ninguem olha para mim eu ñ sou nd mas nd feia ou dev ser pq sou magra dmais bm nem tanto... Sou uma guria diferent ñ julgo pessoas pela beleza mas sim pelo carater Posso fikar cm a pessoa mais feia do mundo C tiver onestidad respeito e blá blá blá... ÉÉ sou assim msm estranha e diferent tds dizem
    Mas tem um guri na minha escola nossa meu deus éo cara dos meus sonhos Eii mas nunca falei cm ele só troquei olhares Bm mas acho q ele nem me viu Q otaria sou, Eu queria mt fl cm ele Mas nem sei c ele tem alguma guria
    Aiiii to fikando loka

    ResponderExcluir